quinta, 22 de fevereiro de 2024
Dourados
24ºC
Acompanhe-nos
(67) 99257-3397
DOURADOS

Com aulas suspensas na Reserva, Saúde confirma 14 casos de Covid entre alunos indígenas

30 outubro 2021 - 07h00Por Thalyta Andrade

O Departamento de Vigilância Epidemiológica da Secretaria Municipal de Saúde de Dourados confirmou 14 casos positivos de Covid-19 entre alunos indígenas atendidos na Reme (Rede Municipal de Ensino). 

No total, foram 11 contaminados em escolas das aldeias Jaguapiru e Bororó e três na Escola Aurora Pedroso de Camargo, localizada na área urbana, no bairro Parque Alvorada.

Conforme as informações confirmadas à reportagem do Dourados News pelo gerente municipal de Vigilância Epidemiológica, Devanildo de Souza, o primeiro caso foi na Escola Tengatuí Marangatú, na aldeia Jaguapiru, no dia 21 de outubro.

Depois, foram identificados 11 casos confirmados na reserva, o que acabou envolvendo 66 pessoas que tiveram contato com esses alunos que positivaram para a Covid-19.

Desse grupo, 47 foram classificados como casos suspeitos sendo submetidos a testes e os resultados indicaram um total de 30 contaminados encaminhados para isolamento domiciliar.

“Acompanhamos essas informações conforme o que nos é reportado pelo Pólo de Saúde Indígena, então o monitoramento lá na aldeia é feito através do agente comunitário de Saúde Indígena. Eles têm equipes que vão até o local, fazem o teste, a notificação e acompanhamos via sistema esse monitoramento. Cabe a nós, enquanto município, acompanhar as ações de controle desenvolvidas pela Saúde Indígena”, explicou Souza.

Na quinta-feira (28), a Semed decidiu suspender as atividades presenciais nas escolas da Reserva Indígena e também na Escola Aurora Pedroso de Camargo. Conforme divulgado pela prefeitura, a decisão foi tomada depois de uma reunião na quarta-feira (27), pelo comitê emergencial formado para dar apoio ao Dsei (Distrito Sanitário Especial Indígena), responsável pela atenção à Saúde Indígena.

A medida segue o protocolo municipal de combate à transmissão do vírus, que instrui no âmbito da retomada das aulas presenciais a providência de isolamento imediato de quem - seja aluno ou profissional da educação - testou positivo, além do monitoramento dos contatos desse infectado.

Todos os 41 indígenas que testaram positivo até o momento – 11 alunos e 30 contatos diretos entre familiares e amigos – permanecem em isolamento domiciliar com quadro leve da doença.

“Todos os que eram positivos foram separados, mantidos em isolamento, testados os contatos e agora estamos aguardando para ver se nós conseguimos fechar essa cadeia de transmissão. Estamos em um momento de observar e ir testando mais pessoas que por acaso apresentarem sintomas”, finalizou o gerente de Vigilância Epidemiológica.

‘Surto’ de Covid preocupa lideranças da Reserva

Na tarde desta sexta-feira (29) lideranças indígenas das aldeias Jaguapiru e Bororó divulgaram uma nota pública suspendendo a realização de eventos na reserva. 

Os líderes mencionam um ‘surto’ de casos positivos, crescente de casos entre alunos das escolas indígenas e a necessidade de “decisões enérgicas com medidas sanitárias que visam a contenção da Covid-19”.

A nota pede a colaboração da comunidade para evitar o risco à saúde e ainda menciona que a decisão se baseia nas orientações das autoridades de saúde e Vigilância Epidemiológica. Todos os eventos e atividades coletivas que promovam aglomerações ficarão suspensos por um período de 14 dias. 
 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Homem é preso após furto de carro, colisão em muro e furto de moto
IVINHEMA

Homem é preso após furto de carro, colisão em muro e furto de moto

JUSTIÇA ELEITORAL

Julgamento que pode cassar mandato de Sergio Moro começa em abril

Morador de MS é condenado a 17 anos de prisão por atos golpistas
8 DE JANEIRO

Morador de MS é condenado a 17 anos de prisão por atos golpistas

Confederação reforça parceria e destaca referência de MS no vôlei de praia
ESPORTES

Confederação reforça parceria e destaca referência de MS no vôlei de praia

Diretor de trânsito manda taxistas "quebrarem" motoristas clandestinos no pau
RIBAS DO RIO PARDO

Diretor de trânsito manda taxistas "quebrarem" motoristas clandestinos no pau

REGIÃO 

Reitoria manifesta apoio à luta da categoria técnico-administrativa da UFGD

CAPITAL

"Gangue das Mulheres" volta à ativa e duas são presas após furto em loja

STF

Flávio Dino toma posse como ministro do Supremo Tribunal Federal

CORUMBÁ

Bombeiros e Marinha socorrem jovem atacado por queixada no Pantanal

ATOS GOLPISTAS

Valdemar e Torres depõem na PF sobre tentativa de golpe; Bolsonaro se cala

Mais Lidas

TACURU

Servidores são indiciados por desvio de recursos públicos em cidade do interior do MS

DOURADOS

Família procura homem desaparecido desde a manhã desta segunda em Dourados

PROIBIÇÃO

Projeto que veda por mais 5 anos a captura e comercialização do Dourado passa pela CCJR

POLÍCIA

Homem que seguia com maconha em bicicleta é preso em região rural de Dourados