Menu
Busca sexta, 10 de julho de 2020
(67) 99659-5905
NATAL E ANO NOVO

Mais de 70 mil pessoas devem passar pela rodoviária de Dourados até o final do ano

12 dezembro 2019 - 17h35Por Wender Carbonari

A movimentação de embarque e desembarque no Terminal Rodoviário Renato Lemes Soares, em Dourados, entre o mês de dezembro de 2019 e janeiro de 2020, deve chegar a aproximadamente 70 mil pessoas, segundo o diretor Hélio Martins. 

Esta estimativa indica uma diferença de até 15% em relação ao mesmo período do ano passado. É esperado um aumento significativo no fluxo de pessoas principalmente entre os dias 15 de dezembro até o dia 15 de janeiro. 

Neste final de ano, o fluxo de embarques será maior principalmente nas sextas, já a quantidade de desembarques costuma subir nos dias de domingo na parte da tarde e a noite. 

A mudança no movimento nos últimos dias e a expectativa para as próximas semanas fez com que a direção do terminal realizasse uma reorganização na utilização das plataformas de embarque e desembarque com o objetivo de otimizar o fluxo de veículos. 

“A gente percebe que o movimento já aumentou. Tem empresas que já colocaram ônibus extras e ampliou os horários de atendimentos neste final de ano. Tem ônibus saindo a noite. Aumentou o movimento principalmente entre as 20h e 22h”, disse Martins. 

EMPRESAS

Apesar das estimativas apresentadas por Martins, o Dourados News esteve no terminal rodoviário nesta quinta-feira (12) e ainda não são percebidas mudanças significativas na movimentação. 

Em contato com alguns vendedores de passagens das empresas que trabalham no local, foi possível perceber desconfiança com relação as expectativas de vendas para o final de ano. 

A gerente de uma das empresas, Pâmela Aparecida de Souza, 30, que trabalha há mais de quatro anos neste ramo, afirma que as vendas ainda não decolaram.

Para ela, a procura por passagens podem aumentar na semana que vem, principalmente por conta do início das férias escolares e recessos. 

“Esperamos aumento em dezembro, mas não igual os outros anos. Nessa época ano passado já tinha mais movimento, com pessoas pesquisando preços e fazendo reservas”, disse Pâmela que chegou ter seu comentário completado por uma colega que afirmou que “se fosse ano passado a gente não estaria essas horas todos parados conversando como estamos neste momento”. 

Outro vendedor de passagens que conversou com o Dourados News é o Nelson Lopes, de 53 anos, que há 23 anos trabalhada neste ramo. Ele também chegou a afirmar que a expectativa não é das melhores. 

Em sua perspectiva, a baixa não tem relação apenas com a crise econômica que o Brasil vem atravessando, mas também por causa do maior acesso a carros e popularização de passagens aéreas. “Está a cada ano pior. Se continuar dessa forma, não sei o que pode acontecer daqui um tempo”, avaliou. 


 

Deixe seu Comentário

Leia Também

BRASIL
Sancionada lei que suspende pagamento de parcelas do Fies
CONTRABANDO
Cigarros que seriam levados a Minas são apreendidos em MS
PANDEMIA
MS ultrapassa 12,2 mil casos de coronavírus e confirma mais 10 óbitos
DOURADOS
No Dia do Comerciante, Aced traz "o melhor trainer do mundo" para Roda Empresarial
PANDEMIA
Dourados passa de 2 mil recuperados da Covid-19, mas tem maior número de mortes
NEGÓCIOS & CIA
Agiliza Certificação Digital
IGUATEMI
Feto é encontrado dentro de sacola com fraldas e papel higiênico
CRIME AMBIENTAL
Durante fiscalização em carvoaria, foragido da Justiça é preso
PANDEMIA
Ministério Público do Trabalho detalha R$ 100 mil em repasses para enfrentamento da Covid-19 em Dourados
ECONOMIA
Inflação oficial sobe para 0,26% em junho

Mais Lidas

DOURADOS
Decreto vai mandar fechar bares e academias por 10 dias
DOURADOS
Publicado, decreto que fecha bares e academias por 10 dias poderá ser prorrogado
PANDEMIA
Pneumologista é o terceiro médico a morrer por covid-19 em Dourados
DOURADOS
Decreto é alterado e agora autoriza delivery e drive-thru para bares e conveniências