Menu
Busca segunda, 25 de maio de 2020
(67) 99659-5905

Rede Municipal de Ensino de Dourados inicia ano letivo dia 8

26 janeiro 2010 - 09h32

A Rede Municipal de Ensino de Dourados está com tudo pronto para reiniciar as aulas no próximo dia 8 de fevereiro. A decisão foi tomada na semana passada depois de uma reunião com todos os dirigentes educacionais do município. De acordo com Secretaria Municipal de Educação, a ideia inicial era começar o ano letivo após o Carnaval, como está previsto para acontecer com as escolas estaduais e escolas municipais de outros municípios de Mato Grosso do Sul. Entretanto, os próprios alunos seriam os maiores prejudicados, já que teriam que repor essas aulas aos sábados.

A secretária municipal de Educação, Marlene Vasconcelos, lembrou que as matrículas ainda não se encerraram, o que significa que não existe um número fechado de alunos inscritos para este ano. No entanto, a expectativa, segundo ela, é que haja um crescimento significativo, principalmente pelo aumento no número de salas de aulas com a entrega de mais uma escola.

A Escola Municipal Luiz Antônio Álvares Gonçalves, que será inaugurada na próxima sexta-feira, vai atender a região do Jardim Novo Horizonte e Parque do Lago II. O prédio tem 943,33 metros quadrados de área construída com salas de aula, dependências administrativas, área recreativa coberta, sanitários e quadra de esportes. O investimento na obra é de R$ 1,3 milhão de recurso do governo federal, com contrapartida da prefeitura.

Estado – Por outro lado, diretores e professores de escolas estaduais de Dourados encaminharam à Secretaria Estadual de Educação um pedido para que as aulas tenham início também no dia 8, assim como nas escolas da rede municipal. A previsão do governo é que o retorno aconteça no dia 18 de fevereiro, depois do Carnaval, em consequências dos problemas causados pelas chuvas na maioria dos municípios.
No caso de Dourados não houve registro de estragos por conta das chuvas e portanto, no entender dos diretores, não existe necessidade de adiar o retorno às aulas. Eles entendem que tanto professores quanto alunos serão penalizados, já que terão de repor esses dias e a compensação seria aos sábados. O grande problema é que o transporte escolar só é feito até a sexta-feira, quando encerra a semana nas escolas municipais.

O Simted (Sindicato Municipal dos Trabalhadores em Educação) apoiou a decisão da Secretaria Municipal de Educação). A assessoria da entidade informou que o adiamento causaria transtornos e prejuízos aos estudantes e professores.

Deixe seu Comentário

Leia Também

RIO BRILHANTE
Homem é preso com carro roubado e diz trocaria por cavalo e alfafa
TELEVISÃO
Falta de segurança faz jornalistas do Grupo Globo deixarem plantão no Alvorada
CAPITAL
Mulher é presa em flagrante após furtar maquiagens e fones de ouvido
MAGISTRATURA
Concurso: Comissão divulga julgamento de recursos da prova objetiva
IVINHEMA
Mulher é presa transportando para São Paulo 200 quilos de maconha
ENTRADA PROIBIDA
Estados Unidos antecipam para amanhã início do bloqueio a brasileiros
SIDROLÂNDIA
PMs são acusados de aceitar propina de traficantes que “queimavam dinheiro”
JUDICIÁRIO
Flávio Bolsonaro pede para acompanhar depoimento de Paulo Marinho
MARACAJU
Homem encontrado morto em rio foi estrangulado e polícia identifica suspeitos
SAÚDE
Ações nas barreiras sanitárias são intensificadas no combate à Covid-19

Mais Lidas

TRAGÉDIA
Homem morre atropelado por rolo compactador
PANDEMIA
Dourados ultrapassa marca de 100 casos confirmados de coronavírus
MARACAJU
Homem morre após tentativa de fuga e troca de tiros com a polícia
MS-145
Motorista disse não ter visto momento que atropelou e matou ciclista