Menu
Busca segunda, 25 de janeiro de 2021
(67) 99257-3397
EMENDAS

Recursos para a nova feira livre foram viabilizados por Geraldo e Moka

12 novembro 2015 - 12h35

Os recursos para a primeira etapa das obras da nova feira livre de Dourados são oriundos, em parte, de emendas do deputado federal Geraldo Resende e do senador Waldemir Moka. Ambos garantiram R$ 2,5 milhões, sendo que cada um apresentou emenda individual de R$ 1.250.000,00. O restante, R$ 3 milhões, são oriundos do PROCON de Dourados.

No momento, os trabalhos sob a responsabilidade do Município, se concentram na terraplanagem da área onde será instalada a nova feira, na antiga Chácara Rigotti. O projeto é a coroação de uma luta que o deputado Geraldo Resende começou em 2010, atendendo pedidos de diversos feirantes que hoje trabalham na Rua Cuiabá.

Para chegar no estágio atual, a Prefeitura elaborou o projeto e firmou parceria com Geraldo Resende e Waldemir Moka para a apresentação da proposta no Ministério de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA). Em 25 de junho do ano passado o governo federal empenhou R$ 2.437.500,00 referentes às duas emendas.

O projeto propõe uma estrutura ampliada para atender os cerca de 560 produtores do entorno de Dourados que produzem grãos, produtos de origem animal, alimentos e hortifrútis. A atual feira livre comporta apenas 280 pequenos agricultores e comerciantes.

A nova estrutura também prevê espaços para comercialização de artesanato e produtos afins, para realização de capacitações dos feirantes, praça de alimentação, pequenos eventos, área administrativa além de estacionamento. O objetivo é mudar o padrão da feira, onde os produtores terão oportunidade de ampliar o mercado e de aumentar a competitividade.

“Estou muito feliz em poder anunciar mais essa conquista para a população douradense, principalmente num segmento tradicional como a feira livre, que, além de proporcionar mercadorias de qualidade à população, ainda é um espaço onde os pequenos produtores podem colocar seus produtos no mercado local”, destaca o deputado Geraldo Resende.

“Trata-se de um antigo sonho dos feirantes e da população douradense, principalmente dos moradores das adjacências da antiga feira livre de Dourados que começa a se tornar realidade. Será um novo local, com amplas e modernas instalações, inclusive levando em consideração todas as condições de saúde pública, o qual será implantado na Rua Cafelândia, entre as ruas Humaitá e Araguaia, na antiga Chácara Rigotti”, conclui o parlamentar.



Deixe seu Comentário

Leia Também

Covid-19: 669 mil doses de vacina são distribuídas hoje, diz Saúde
IMUNIZAÇÃO
Covid-19: 669 mil doses de vacina são distribuídas hoje, diz Saúde
CÂMARA DOS DEPUTADOS
Projeto institui política de incentivo ao turismo rural
ESPORTE
Decisão do título da Série B fica em aberto, após tropeço da Chape
IMUNIZAÇÃO
Anvisa envia ao STF informações sobre uso emergencial da Sputnik V
VERBA
No primeiro ano do Nota MS Premiada, repasses a municípios cresceram 10%
ECONOMIA
Falta de insumos atinge metade das indústrias da construção, diz CNI
ECONOMIA
Estados arrecadaram 2,14% a mais em 2020, diz ministério
ZONA RURAL
Durante temporal, 17 cabeças de gado morrem eletrocutadas em cidade de MS
REGIÃO
Secretaria estuda reativação da escola agrícola em assentamento de Rio Brilhante
CULTURA
Cantora de Dourados lança novo clipe em plataformas digitais 

Mais Lidas

TRAGÉDIA
Vídeo mostra momento exato de acidente com vítima fatal em Dourados
DOURADOS
Motorista envolvido em acidente fatal relata bebida ao depor e é liberado 
TRAGÉDIA
Segundo acidente de trânsito com vítima fatal é registrado em Dourados
DOURADOS
Motociclista que morreu após colisão em cruzamento invadiu via preferencial