Menu
Busca quinta, 23 de setembro de 2021
(67) 99257-3397
PRESIDÊNCIA DA CASA

Projeto quer mudar sucessão na Câmara de Dourados

18 agosto 2014 - 16h00

Um projeto em discussão pretende modificar o processo eleitoral da Mesa Diretora da Câmara de Vereadores de Dourados e possibilitar ao presidente da Casa, a tentativa de reeleição. Atualmente, o legislador pode ocupar o cargo por apenas dois anos dentro da mesma legislatura. Segundo o documento que foi encaminhado aos vereadores e que o Dourados News teve acesso, a mudança seria no parágrafo segundo do artigo 15 do Regimento Interno, onde, caso aprovado, fica ‘permitida, em qualquer caso, a recondução para o mesmo cargo na eleição imediatamente subsequente’, ou seja, garantiria a possibilidade de mais um mandato.

Atualmente, quem está à frente da Câmara é o vereador Idenor Machado (DEM). Seu ciclo se encerra no final de 2014, onde seria convocado o novo processo e a escolha de um substituto para os próximos dois anos.

Idenor ocupa o cargo desde fevereiro de 2011, quando assumiu a presidência da Casa após os escândalos da Operação Uragano e a eleição extemporânea que colocou Murilo Zauith (PSB) como prefeito. Porém, como o primeiro mandato se deu durante a legislatura passada, ele se manteve no quadro, através de nova escolha em 2013.

“É uma situação que vem sendo discutida entre os vereadores para que todos possam participar do processo novo. Não tem nada certo ainda. Vamos apresentar e se eles acharem que deva ser aprovado o projeto, será feito. Mas, é uma situação que deverá entrar em pauta apenas nas próximas sessões”, contou Idenor Machado ao Dourados News, alegando que o projeto de modificação da LOM (Lei Orgânica do Município) e Regimento Interno ainda passa pelo jurídico da Casa.

VEREADORES NÃO GOSTARAM

Apesar do processo, boa parte dos vereadores, inclusive os da base aliada ao presidente, não gostaram da possibilidade do novo projeto. Caso seja aprovado e seja novamente o presidente, Idenor Machado ficaria no cargo por seis anos.

Nos corredores da Casa de Leis, a situação é bastante tensa e alguns alegam que a medida irá ferir o processo democrático do legislativo.

Além de Idenor, a Mesa Diretora é formada por Délia Razuk (PMDB) como vice-presidente, Dirceu Longhi (PT), 1º Secretário e Pedro Pepa (DEM) como 2º Secretário.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CAPITAL
Suspeito de furtar bicicleta é apedrejado e vai parar em hospital
CÂMARA DOS DEPUTADOS
Aprovada isenção de IR para aposentados com sequelas de covid-19
Mulher ganha R$ 50 mil no Nota Premiada com recibo do enterro do pai
Mulher ganha R$ 50 mil no Nota Premiada com recibo do enterro do pai
SAÚDE
Preso, Roberto Jefferson vai passar por cirurgia de cateterismo
CAPITAL
Após ser acusado de roubo, homem tenta matar mulher a facada
ONLINE
UEMS realiza palestra sobre 'Leitura e Literatura para bebês e crianças'
CAPITAL
Família faz vaquinha de R$ 21,9 mil para cirurgia de bebê de 8 meses
ASTRONOMIA
Entenda o que é equinócio, fenômeno que dá início à primavera
MARACAJU
Padrasto foge após menina contar a amiga da família que era estuprada
JUDICIÁRIO
Plataforma no portal do TJ/MS facilita busca de veículos apreendidos

Mais Lidas

DOURADOS
Vizinhos sentem mau cheiro e idoso é encontrado morto no Novo Horizonte
PEDRO JUAN CABALLERO
Adolescentes desaparecidas na fronteira são localizadas
FRONTEIRA
Adolescentes brasileiras estão desaparecidas desde o último sábado
DOURADOS
Maconha apreendida em barracão usado como entreposto do tráfico pesou mais de 1,5t