Menu
Busca quarta, 12 de agosto de 2020
(67) 99659-5905
UNIGRAN

Projeto de Psicologia conscientiza estudantes adolescentes sobre drogas

29 novembro 2019 - 21h50Por Da Redação

Os acadêmicos do 4º semestre de Psicologia da Unigran encerraram o projeto ‘Palestras sobre o uso de substâncias psicoativas e suas consequências’, que conscientizou centenas de alunos do 6º ao 9º ano, em 20 escolas públicas de Dourados. O projeto, de ensino e extensão, foi coordenado pela professora Julice Antoniazzo Gadani, da disciplina de Psicofarmacologia.

A professora é representante titular da Instituição no Conselho Municipal de Políticas sobre Drogas – Comad de Dourados e o projeto teve a parceria do órgão colegiado.

“A iniciativa de levarmos as palestras nas escolas surgiu quando fui indicada para ser a representante do curso no Comad. Nele eu faço parte da Comissão de Projetos e resolvi unir as duas coisas, primeiro fazer os acadêmicos aprenderem todo sobre o mecanismo de ação das substâncias químicas no SNC [Sistema Nervoso Central] e depois, levar esse conhecimento às escolas, por meio de palestras em grupo, levando esse assunto de forma acessível e lúdica para a faixa etária de 10 à 16 anos”, explicou Gadani.

O projeto teve como objetivo prevenir o uso das drogas lícitas ou ilícitas, conscientizando todos os participantes sobre o vício e os malefícios físicos e psiquiátricos que elas causam.

A professora explicou também, que durante a adolescência surgem as curiosidades e más companhias que comumente conduzem para o caminho das drogas, por isso, o projeto é extremamente importante, pois leva conhecimento sobre o tema, que geralmente é negligenciado nas escolas e em casa.

Para a aluna Aurilene Recco Silva, do período noturno, o projeto contribuiu também na formação do perfil profissional dos futuros psicólogos. “O ciclo de palestras foi um espaço de troca e compartilhamento de conhecimentos, entre palestrantes e ouvintes, quando pudemos sair do ambiente interno da universidade e contribuímos com a comunidade, passando o aprendizado obtido em sala de aula sob uma abordagem preventiva e de orientação.

Enquanto acadêmicos de Psicologia, pudemos lançar um olhar sobre a realidade e vivenciar na prática a importância da realização de trabalhos assim, nos despertando ainda a pensar na responsabilidade social que precisamos assumir enquanto futuros profissionais e no quanto podemos contribuir criando vínculos solidários.

O projeto nos aproximou mais da prática, nos modificou e nos fez ser capazes de manter um olhar ainda mais intenso sobre a importância de estarmos sempre dispostos a ajudar e saber nos posicionarmos de maneira empática, já que é uma futura profissão onde trabalharemos o tempo inteiro com contato humano’, disse.

Já a acadêmica Marlova Leonardelli Ximenes, do período matutino, destacou o crescimento pessoal que obteve com a atividade.  “Estar envolvida nesse projeto foi uma experiência acadêmica enriquecedora e uma grande oportunidade pessoal de crescimento como ser humano.

Todo o envolvimento desde o preparo até a apresentação da palestra trouxe aprimoramento do meu conhecimento não só sobre os efeitos e as consequências do uso de drogas lícitas e ilícitas bem como sobre as técnicas de ensino e aprendizagem, necessárias à apresentação do trabalho.

Ainda, nos oportunizou conhecer um pouco do dia a dia na Psicologia Escolar, pois recebemos orientações e ouvimos as experiências do psicólogo da escola, que tão gentilmente nos acolheu em seu ambiente de trabalho e acreditou em nosso projeto”, apontou.

Durante o projeto, os alunos que fazem o uso de alguma substância psicoativa e solicitaram ajuda aos acadêmicos, foram encaminhados para o acompanhamento psicológico gratuito no Núcleo de Psicologia da Unigran, tanto o usuário quanto os familiares.

Além da contribuição social, o projeto exigiu um grande comprometimento dos acadêmicos, principalmente no estudo aprofundado do assunto para preparar a palestra e estar aptos a responder e orientar adequadamente os alunos. 

“Também, passaram por uma grande experiência de humanização, oportunizando colocar em prática o conhecimento teórico da academia, olhando o outro com o sentimento de amor e de ajuda quando necessário”, concluiu Gadani. 
O projeto é realizado anualmente e a apresentação é utilizada como uma das avaliações da disciplina. 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

BRASIL
Congresso marca três reuniões para analisar todos vetos presidenciais
REFORMA TRIBUTÁRIA
Comissão avalia situação dos estados nesta quarta
CASAS POPULARES
Agência de habitação faz pré-seleção para novas moradias em Taquarussu
DOURADOS
População ainda pode participar de questionário para novo Plano Diretor
MUNDO NOVO
Homem é preso por tráfico e violência doméstica
AÇÃO CONJUNTA
Bitrem com carga de madeira ilegal é apreendido e empresa multada em mais de R$ 10 mil
BRASIL
Publicado guia com novos critérios para triagem de doadores de sangue
ANTÔNIO JOÃO
Foragido da Justiça é preso durante ação da Polícia Civil
PANDEMIA
Acordo proíbe consumo de bebidas na Capital entre 13 e 16 de agosto
BRASIL
Conselho do FGTS aprova distribuição de R$ 7,5 bi para trabalhadores

Mais Lidas

DOURADOS
Suspeito de atropelar motociclista durante racha na BR-163 se apresenta à polícia
DOURADOS
Amigos vão procurar homem e encontram corpo em avançado estado de decomposição
DOURADOS
Motociclista é atingido por veículo que praticava "racha' e tem fratura exposta
CORGUINHO
Jovem morre após sofrer acidente durante passeio de moto com amigos