Menu
Busca terça, 29 de setembro de 2020
(67) 99659-5905
DOURADOS

Procon fiscaliza venda irregular de azeite e milho em conserva em supermercados

27 fevereiro 2020 - 14h05Por Da redação

O Procon de Dourados está fiscalizando supermercados e estabelecimentos comerciais de atacado e varejo na venda irregular de azeite de oliva impróprio para o consumo.

Na manhã desta quinta-feira (27), a equipe de fiscalização está percorrendo estabelecimentos com o intuito de supervisionar a presença de produtos irregulares, especificamente o azeite de oliva com o nome “Quinta D´ouro”.

A proibição é resultante de uma decisão liminar proferida que obriga a empresa Rhaiza do Brasil Eireli a providenciar a retirada do mercado de todas as unidades do produto do lote HFP 140472GH3 de azeite “Quinta D´Ouro”.

O Procon de Dourados recebeu notificação em 21 de fevereiro, solicitando a fiscalização permanente e a retirada desses produtos do mercado. Caso a retirada não tenha sido feita, sanções serão emitidas.

“É muito importante, é uma segurança para o consumidor o Procon estar fiscalizando, pois trata-se da saúde pública, na medida em que o produto impróprio ao consumo está no mercado, sendo adquiridos pelos consumidores que desconhecem o fato”, destacou o diretor do Procon Antonio Marcos Marques.

O Procon alerta ainda que o consumidor deve ficar alerta aos preços dos produtos e desconfiar se estiver muito barato.

MILHO

O Procon também está orientando os consumidores no que diz respeito ao recall dos produtos milho verde Tetra Recart 200g, da marca Quero, fabricados em 8/1/2020, entre 6h30 e 23h, com validade até 31/7/2021, integrantes do lote L08, Val 07/2021.

A Heinz Brasil deverá apresentar os esclarecimentos que se fizerem necessários, conforme determina o Código de Defesa do Consumidor, inclusive com informações claras e precisas sobre os riscos para o consumidor.

No comunicado a empresa informa o recolhimento de 244 caixas do referido produto por potencial risco de presença de bactérias que podem causar náuseas, vômitos e/ou infecção intestinal, sobretudo em pessoas com baixa imunidade.

 A Heinz recomenda que os produtos envolvidos nesta campanha não sejam consumidos.

Deixe seu Comentário

Leia Também

FRONTEIRA
Homem que roubou R$ 30 mil de empresa é preso em posto na BR-163
RIO DE JANEIRO
Fachin rejeita novo pedido de Witzel para voltar ao cargo de governador
SIDROLÂNDIA
Mulher é sequestrada ao lado do filho e estuprada pelo ex-marido
DINHEIRO
Auxílio emergencial: Onyx promete pagar R$ 300 a partir de quarta
CORUMBÁ
Cão fica preso em buraco de concreto ao tentar retornar para casa
VÔLEI
STJD denuncia Carol Solberg após fala política "Fora Bolsonaro"
ANGÉLICA
Mulher de 29 anos é presa com arma e munições irregulares
UEMS
Curso sobre Cultura Chinesa recebe inscrições até a próxima sexta-feira
CORONEL SAPUCAIA
Empresa é autuada em R$ 5,5 mil por desmatamento de vegetação protegida
PANTANAL
Combate às queimadas no MS ganha reforço de mais 120 brigadistas

Mais Lidas

POLÍCIA
Comerciante morre em acidente na MS-276
REGIÃO
Homem que disse ter encontrado mulher morta volta atrás e confessa feminicídio
LAGUNA CARAPÃ
Homem sente falta de esposa, vai procurar e a encontra morta em poço
DOURADOS
Festa com mais de cem pessoas é encerrada no Novo Horizonte