Menu
Busca quinta, 06 de agosto de 2020
(67) 99659-5905
ECONOMIA

Cesta básica tem alta de 4,19% e preços variam até R$ 62 em Dourados

08 janeiro 2020 - 11h01Por André Bento

Pesquisa de preços realizada na terça-feira (7) pelo Procon (Programa Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor) em Dourados apurou que a cesta básica está 4,19% mais cara nesse primeiro mês de 2020. Um dos motivos é a carne de segunda. Nos 13 supermercados visitados na cidade, foi verificada diferença de até R$ 62,64 no valor total da soma de 29 itens.

Conforme a planilha com os custos de produtos de alimentação, limpeza e higiene pessoal, a cesta básica mais cara é vendida por R$ 185,24 em um estabelecimento na Avenida Marcelino Pires, próximo ao shopping. Em outro, na Rua Vereador Vitório José Pederiva, Jardim Flórida, está o menor valor, R$ 122,60.

“Os produtos apresentaram variação significativa de um estabelecimento para outro. Por exemplo, onde a batata 1 kg apresentou diferença de 100,50% entre o menor e o maior preço; a cebola kg teve diferença de 209,30% entre o menor e o maior preço; e o fubá 1 kg teve diferença de 259,43%; a carne bovina de segunda kg teve diferença de 100,07%; já o frango inteiro congelado kg apresentou diferença de 80,16%”, destacou o Procon.

CARNE

A carne bovina, que motivou pesquisas específicas do órgão no final de 2019 após alta nos preços, teve o quilo de segunda encontrado por valores entre R$ 13,99 e R$ 27,99 neste início de ano.

No mais recente levantamento de preços até então, de 16 de dezembro, a paleta, que serviu como referência de carne de segunda nas pesquisas do Procon, tinha o quilo comercializado por preços de R$ 15,90 a R$ 27,99 em Dourados.

Essas cifras representavam o ápice do encarecimento do produto ao longo de 2019, que em julho era encontrado a preços entre R$ 7,99 e R$ 19,99, em agosto de R$ 9,90 a R$ 18,99, setembro de R$ 9,90 a R$ 19,90, em novembro de R$ 10,98 a R$ 20,99 e até 5 de dezembro de R$ 16,90 a R$ 26,99.

Na pesquisa divulgada de hoje, o Procon pontua que o aumento de 4,19% no valor global dos produtos da cesta básica em relação à pesquisa do mês de dezembro de 2019 é decorrente, sobretudo, da alta nos preços do feijão carioquinha, do frango inteiro congelado, da batata, e justamente da carne bovina de segunda.

Para contato, o órgão de proteção e defesa do consumidor disponibiliza os telefones 3411-7754 e 151, e alerta para atenção às especificações contidas nas embalagens, como prazo de validade, composição e peso líquido do produto.


Deixe seu Comentário

Leia Também

JUSTIÇA
Drogaria indenizará consumidora por importunação contra atendente
CRIME AMBIENTAL
Petrechos de pesca são apreendidos nos rios Miranda, Formoso e da Prata
CRIME AMBIENTAL
Mecânico coloca fogo em lixo e causa transtorno em Aquidauana
ECONOMIA
Dólar fecha em alta nesta quinta-feira com novo corte de juros
SEGURANÇA PÚBLICA
Polícia Militar vai intensificar rondas na área central de Dourados
BENEFÍCIOS
CEF abre agências em Dourados e cinco cidades no próximo sábado
JARDIM SANTA HERMÍNIA
Descumprindo medidas sanitárias, dois são presos após xingamento a policiais
PAULISTÃO
Luís Flávio de Oliveira comandará decisão entre Palmeiras e Corinthians
ECONOMIA
Captação da poupança bate recorde para meses de julho
TRÁFICO
Adolescentes são detidos levando maconha e skunk em ônibus

Mais Lidas

DOURADOS
Peladão: Homem é detido após armar confusão em motel e quebrar vários quartos
POLÍCIA
Duas mulheres são presas por estelionato em Dourados
TRAGÉDIA
Mulher que morreu em acidente na BR-463 em Ponta Porã tinha 27 anos
TRAGÉDIA
Uma pessoa morre em acidente grave na rodovia BR-463