Menu
Busca quarta, 25 de novembro de 2020
(67) 99659-5905
DOURADOS

Município tem 30 dias para decidir se tarifa do transporte subirá para R$ 4

05 dezembro 2019 - 12h35Por André Bento

A Prefeitura de Dourados deve decidir até janeiro se acata solicitação feita pela Viação Dourados para reajustar de R$ 3,30 para R$ 4,00 o valor da tarifa de transporte coletivo urbano. Na manhã desta quinta-feira (5), uma audiência pública foi realizada para discutir a proposta a empresa que detém a concessão do serviço até 2025.

Diretor-presidente da Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito de Dourados), Carlos Fábio Selhorst dos Santos explicou ao Dourados News que o prazo para responder ao pedido é de 30 dias.

“A gente escutou o pedido da Viação Dourados. Conferimos a tabela, está certo e temos 30 dias para dar o aumento solicitado ou um pouco menos. Vai depender. A gente vai analisar, se realmente vai subir tudo isso ou não”, detalhou.

Segundo o dirigente, o valor proposto pela empresa, de R$ 4,00, é fruto de uma tabela de referência nacional que computa custos operacionais, como combustível, funcionários, manutenção dos veículos, entre outros.

Gerente da empresa, Marcelo Saccol informou ao Dourados News que a proposta de R$ 4,00 leva em consideração o real custo do serviço, dividido pelos passageiros que pagam. Segundo ele, das 516 mil pessoas transportadas por mês, 318 mil pagam.

“Temos que lembrar que a tarifa não sobe desde fevereiro de 2018 e ainda assim, naquela época o valor concedido pela prefeitura foi menor do que deu a planilha técnica”, destaca. Em janeiro daquele ano, a Viação Dourados solicitou elevar de R$ 3,00 para R$ 3,66 a tarifa, mas a administração municipal autorizou o reajuste para os atuais R$ 3,30.

Saccol aponta que são 30 meses de insumos subindo, o chamado custo Brasil, período de custos absorvidos pela empresa. “O contrato deixa claro que tem que haver a discussão da tarifa. Então a gente acredita e fica na expectativa que isso aconteça, até porque não temos outra fonte de recursos. Tem que haver equilíbrio econômico-financeiro no contrato”, pondera.

O gerente diz que a empresa dispõe atualmente de uma frota com 56 veículos. “Esse ano foi renovado 20% da frota. Ao longo do ano foram colocados carros novos. Houve implementação de linhas, por exemplo, a do Explanada, atrás do Guaicurus, e no Bonanza, onde vai ter o Hospital Regional, e foram feitas algumas outras alterações para ir se adequando”, afirma.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Cinco ficam feridos e bebê de um mês morre após carro colidir em coqueiro
BONITO
Cinco ficam feridos e bebê de um mês morre após carro colidir em coqueiro
JUDICIÁRIO
Prisão domiciliar de Fabrício Queiroz será julgada pela 2ª Turma do STF
OAB avalia suspender advogado que pagava para estuprar garotas
ANASTÁCIO
OAB avalia suspender advogado que pagava para estuprar garotas
EDUCAÇÃO
UFGD sediará um dos maiores eventos do agronegócio brasileiro
PARANAÍBA
Idoso acusado de estuprar adolescentes morre antes de ser julgado
JUSTIÇA
Casal será indenizado por não ter passagens emitidas por agência de viagem
IMBRÓGLIO
TRF-3 manda UFGD encaminhar lista tríplice ao MEC
CAPITAL
Filho de massagista ajudou a esquartejar chargista e levou corpo
REGIÃO
PM captura três foragidos da justiça durante rondas em Bataguassu
COTAÇÃO
Dólar fecha em queda com expectativa de liquidez global

Mais Lidas

VIOLÊNCIA
Mulher esfaqueia ex após discussão em hotel no Centro de Dourados
ENTERPRISE
Operação contra tráfico internacional de cocaína cumpre mandado de prisão em Dourados
CAPITAL
Funcionária de restaurante é presa em flagrante após furtar dinheiro do caixa
CRIME BÁRBARO
Suspeita de esquartejar e colocar corpo de namorado em malas se entrega à polícia