Menu
Busca quarta, 20 de outubro de 2021
(67) 99257-3397
EDUCAÇÃO

Aulas presenciais nas escolas privadas do Fundamental e Médio vão ser retomadas em Dourados

04 novembro 2020 - 15h12Por Gizele Almeida

A prefeitura de Dourados, publicou no Diário Oficial n° 5.283,  desta quarta-feira (04), o decreto n° 2.983 com todas as regras que devem ser seguidas para retorno das aulas presenciais nas unidades de ensino Fundamental e Médio da rede particular de ensino, com observância a medidas de segurança exigidas no enfrentamento da pandemia do coronavírus. 

As unidades interessadas no retorno presencial das aulas deverão elaborar e entregar planos de biossegurança, no prazo entre 05 a 11 de novembro. Poderão retomar tais atividades, as escolas que tiverem os planos aprovados, sendo que a autorização será publicada no dia 13 de novembro, em Diário Oficial.  

É exigido que as unidades retornem com ocupação máxima de apenas 30% da capacidade. As aulas remotas deverão ser mantidas nos modelos atuais, para alunos cujos os pais ou responsáveis optarem por não retornar as atividades presenciais no ambiente escolar. 

As instituições precisarão capacitar professores, funcionários e colaboradores em relação a todos os protocolos de biossegurança estabelecidos no Plano de Contenção de Riscos, observando-se que as capacitações devem prever, minimamente:  higienização das mãos, cuidados no uso das máscaras faciais,  triagem de casos sintomáticos (sinais e sintomas, aferição de temperatura com termômetro infravermelho, uso adequado do equipamento de proteção individual), limpeza e desinfecção de ambientes e superfícies, uso adequado de saneantes e desinfetantes e uso adequado de equipamentos de proteção individual para esta atividade, sendo garantido o distanciamento social, entre outras medidas. 

Deverão ser instalados dispensers com álcool em gel 70% ou outro produto, devidamente aprovado pela Anvisa, nas entradas das escolas, nas áreas de circulação e na frente das salas de aula, para higiene das mãos. 
Entre as exigências está ainda restringir a entrada de visitantes e entregadores no ambiente interno da escola, orientar o uso de equipamentos compartilhados, regulamentar o uso dos espaços de convivência, suspender a realização de eventos internos que caracterizem aglomeração de pessoas, implementar medidas de distanciamento físico de no mínimo 1,5m em todos os espaços físicos da escola. 

Caso suspeito ou positivo de Covid-19

É determinado que em caso suspeito ou positivo de Covid-19 na escola, a direção informe imediatamente o caso à Vigilância Epidemiológica. 

Se houver  um ou mais casos confirmados de Covid-19 em uma mesma sala, as instituições de ensino devem suspender imediatamente as atividades presenciais da turma pelo período de sete dias, podendo ser estendido até dez dias ou mais, de acordo com os resultados do monitoramento de sintomas. 

Secretaria e atendimento ao público

É exigido que a unidade escolar oferte a modalidade de atendimento ao público por canais remotos. No caso do atendimento presencial, deverão ser instaladas barreiras físicas (acrílico ou acetato) sobre balcões, garantindo distanciamento físico entre trabalhadores e público. Quando não for possível, deve-se fazer uso de face shield (protetor facial) para os trabalhadores que têm maior interação com o público.

Organização para entrada de alunos, funcionários e colaboradores

A unidade deverá orientar que trabalhadores e estudantes que estão com sinais e sintomas, doentes ou que tiveram contato direto com uma pessoa com Covid-19, a ficarem em casa. Deverá organizar, preferencialmente, dupla entrada e saída no prédio escolar e escalonar horários de entrada e saída para trabalhadores e estudantes. Outra exigência é que a unidade disponibilize recipientes com álcool em gel 70% ou outro produto, devidamente aprovado pela Anvisa para a higienização das mãos na entrada, preferencialmente com acionamento por pedal ou automático.

Sala de aula

No que diz respeito a sala de aula, deverá ser promovido a higiene de mesas e cadeiras a cada intervalo de aula, caso o aluno deixe a sala. Deve-se evitar o compartilhamento de materiais escolares e demais objetos. As mesas e carteiras deverão estar organizadas de forma a sempre ser mantido o distanciamento mínimo de 1,5m (um metro e meio) entre os alunos. 

Veja todas as exigências no documento, neste link

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Trecho da Rua Hayel Bon Faker afetado no temporal é liberado
DOURADOS
Trecho da Rua Hayel Bon Faker afetado no temporal é liberado
IVINHEMA
Descarga de 34 mil volts mata homem que fazia reparos em rede elétrica
Caderno "Comer Bem" gera visibilidade e lucro ao seu negócio
COMER BEM
Caderno "Comer Bem" gera visibilidade e lucro ao seu negócio
Fiocruz aponta estabilidade em casos de síndrome respiratória grave
PANDEMIA
Fiocruz aponta estabilidade em casos de síndrome respiratória grave
Policial militar de folga prende autor de furto em Paranaíba
POLÍCIA
Policial militar de folga prende autor de furto em Paranaíba
HOSPITAL DO AMOR
Associação de Apoiadores reelege presidente e diretoria para novo mandato em Dourados
LEGISLATIVO DE MS
Professora Daniela Staut é homenageada com Comenda na ALMS
VACINAÇÃO
Covid-19: Dourados segue com imunização nesta quinta-feira, veja onde e quem pode se vacinar
DOURADOS
Após vendaval, cemitérios terão manutenção para receber público no "Dia de Finados"
REGIÃO
Morador de MS é vítima de grave acidente em Minas Gerais

Mais Lidas

RIO BRILHANTE
Mulher é presa após se masturbar em praça pública
LEGISLATIVO
Em Dourados, projeto quer criar Dia Municipal do Torcedor Flamenguista
CAPTURA
Cobra é capturada em para-choque de carro na região central de Dourados
DOURADOS
Preso por violência doméstica passa por audiência de custódia e tem preventiva decretada