Menu
Busca domingo, 05 de julho de 2020
(67) 99659-5905
DOURADOS

Prefeitura prorroga por três meses contrato firmado em 2014 com Banco do Brasil

28 novembro 2019 - 08h27Por André Bento

A Prefeitura de Dourados comunicou em edição suplementar do Diário Oficial do Município de quarta-feira (27) a prorrogação excepcional de vigência contratual, por três meses, do próximo dia 4 de dezembro até 4 de março de 2019, de vínculo em vigor há cinco anos com o Banco do Brasil.

Firmado em 2014, o contrato nº 417/2014/DL/PMD deu à estatal, em regime de exclusividade, a centralização e processamento de 100% de créditos provenientes da folha de pagamento gerada pelo município, com no mínimo 6004 servidores. Para isso, a instituição financeira precisou pagar R$ 13.500.000,00 em moeda corrente nacional ao município de Dourados.

Embora o prazo de vigência tenha sido estabelecido em 60 meses, no dia 3 de setembro deste ano a Secretaria Municipal de Fazenda publicou em edição suplementar do Diário Oficial do município o extrato do 3° termo aditivo, que gerou a “prorrogação excepcional da vigência contratual por mais 03 (três) meses, com início em 03/09/2019 e previsão de vencimento em 03/12/2019”.

Na terça (26), a administração municipal homologou o resultado do Pregão Presencial nº 2/2019, realizado na sexta-feira (22) e vencido pelo Banco Bradesco S.A com proposta de R$ 22.760.000,00 para prestação de serviços de processamento da folha de pagamento do município pelo prazo de 60 meses.

No entanto, o Lote 2 dessa licitação, que prevê serviços de gerenciamento das contas movimento exceto as contas vinculadas com operações em bancos pré-definidos e pagamento aos fornecedores do município, foi declarado fracassado, porque nenhum dos bancos participantes (além do Bradesco, Santander e Itaú) fez proposta.

Mas o secretário municipal de Fazenda, Carlos Francisco Dobes Vieira, já havia explicado ao Dourados News que o gerenciamento das contas do município deveria ser delegado mediante convênio com Banco do Brasil ou Caixa Econômica Federal.

“Geralmente essas instituições financeiras estatais não entram em licitações. Mas por questão de transparência entendemos que seria salutar ter esse lote. Agora a gente vai ver quais sãos as melhores taxas para celebrar convênio”, informou.

Deixe seu Comentário

Leia Também

DOURADOS
Carro que atingiu ciclista pega fogo após bater em árvore ao lado de Avenida
TRAGÉDIA
Ciclista morre após ser atropelado por carro na Avenida Marcelino Pires
INFORMAÇÃO
Especialista recomenda prazo de adaptação à Lei de Proteção de Dados
PANDEMIA
Rio de Janeiro registra 10.667 mortes por coronavírus
CAMPO GRANDE
Moradores da Capital realizam ação solidária e arregacam 1t de alimentos
ESPORTES
Flamengo vence com tranquilidade e se aproxima do título estadual
DOURADOS
Acusado de matar secretário em Dourados acaba preso em barreira sanitária
LUTO
Martha Rocha, 1ª Miss Brasil, morre em Niterói, no Rio de Janeiro
PANDEMIA
Brasil chega a 1,6 milhão de casos confirmados de coronavírus
ECONOMIA
Pesquisa mostra potencial para a expansão do home office

Mais Lidas

POLÍCIA
Assassinado no Izidro é secretário de Agricultura Familiar de Dourados
PANDEMIA
Mulher morre de covid-19 logo após dar à luz em Dourados
DOURADOS
Ex-funcionário é o suspeito de matar secretário de Agricultura
CAMPO GRANDE
Jovem que estava desaparecida é encontrada morta