quinta, 26 de maio de 2022
São Paulo
23°max
11°min
Acompanhe-nos
(67) 99257-3397

Prefeitura de Dourados vai processar vereador e deputado

27 outubro 2003 - 16h03

A Prefeitura de Dourados vai processar o vereador Walter Hora (PPS) e o deputado estadual Ari Artuzzi (PDT), por depredação de patrimônio público, incitação a desordem, danos morais além de pedir, na mesma ação, o ressarcimento pelos prejuízos causados durante a manifestação dos moradores da rua Cafelândia, quando foi destruído um trecho de mais de quinhentos metros de ciclofaixa.Para o advogado geral do município, “a ação dos parlamentares poderia ser punida com prisão em flagrante, já que estavam destruindo um bem público”, disse Edivaldo Fernandes. Além dos parlamentares, os populares identificados nas fotografias e filmagens do ato de vandalismo também deverão receber o mesmo tipo de ação.Para o secretário de Governo, Wilson Biasotto, “a destruição da ciclofaixa, além de ato de selvageria por parte do vereador e do deputado, é uma clara demonstração de profundo desrespeito à população douradense, na sua grande maioria ordeira e cidadã, à Câmara Municipal de Dourados e à Assembléia Legislativa do Mato Grosso do Sul, que não merecem ter as suas imagens assim maculadas”, salientou Biasotto.Ele lembra que a instalação das ciclofaixas que está sendo executada pela Prefeitura de Dourados é uma resposta ao clamor dos mais de 100 mil ciclistas da cidade, as maiores vítimas fatais em acidentes de trânsito em Dourados. “A Prefeitura está convicta da importância das ciclofaixas para salvar vidas de ciclistas e não se intimidará com os atos de terrorismo político e de vandalismo, de modo que ela continuará a implantação de ciclofaixas tanto na rua Cafelândia quanto nas demais ruas estabelecidas pelo projeto”. Ainda na tarde desta segunda-feira foi iniciada a recuperação dos trechos destruídos.A atitude dos vândalos foi criticada também por Olfo Pereira, ex-presidente da Associação dos Moradores do Jardim Água Boa, que chegou a discutir rispidamente com o deputado Ari Artuzzi. “Não posso concordar com essa atitude. Vocês deveriam dar o exemplo, não incitando o povo a agir de forma desordeira”, disse Pereira, provocando a ira do deputado que alegava “ser contra a obra desde o início”, tentando dizer que “não estava ali se aproveitando da situação”.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Quais as funções dos mesários? - com Noemir Felipetto
TV DOURADOS NEWS

Quais as funções dos mesários? - com Noemir Felipetto

Festival América do Sul começa hoje com show de Michel Teló
CORUMBÁ

Festival América do Sul começa hoje com show de Michel Teló

POLÍTICA

PGR diz que perdão é constitucional, mas Silveira pode ficar inelegível

Decor 2022 abre as portas, revive lembranças, inspirando visitantes 
UNIGRAN

Decor 2022 abre as portas, revive lembranças, inspirando visitantes 

Deputado Marçal repudia pedido de reajuste de pedágio na BR-163
ECONOMIA

Deputado Marçal repudia pedido de reajuste de pedágio na BR-163

PARAGUAI

Moradores de Pedro Juan fazem manifestação com violência 

TEMPO

Quinta-feira de sol com algumas nuvens em Dourados; não chove

CORUMBÁ

Polícia prende autores de tráfico de drogas e associação criminosa

DERROTA DO PRESIDENTE

Conselho da Petrobras desacelera troca do comando da estatal

PARAÍSO DAS ÁGUAS

Funcionário de fazenda é preso por matar colega esfaqueado

Mais Lidas

CAARAPÓ

Grávida morta com tiro na cabeça foi assassinada pelo próprio irmão

TRAGÉDIA

Homem morre e outro fica ferido em estado grave após acidente na Marcelino

BR-163

Acidente mata motociclista e passageiro em estado grave é trazido para Dourados

DOURADOS

Vídeo mostra momento da colisão que terminou com morte de motociclista