Menu
Busca segunda, 19 de abril de 2021
(67) 99257-3397

Postos da Grande Dourados ameaçam suspender venda de diesel

03 fevereiro 2004 - 12h05

Proprietários de mais de 150 postos de combustíveis da região da grande Dourados e da região de Ponta Porá resolveram aderir ao movimento dos proprietários das regiões de Três Lagoas, Paranaíba, Inocência e dezenas de outros municípios da região, que ameaçam paralisar a venda de óleo diesel se o governo do Estado não reduzir de 17% para 12% o ICMS do produto, igualando com os Estados vizinhos (SP, MG, PR e GO).Os empresários deram esta semana de prazo para o governo conversar com a categoria e encontrar uma solução para o problema que já proporcionou o fechamento de mais de 60 postos, principalmente situados às margens de rodovias nos municípios próximos às divisas.Com o apoio desses empresários o movimento já conta com proprietários de 250 postos de combustíveis de Mato Grosso do Sul, que representa quase metade dos 600 postos existentes.O empresário Dori Spessato, de Dourados, disse que os postos na região não estão vendendo diesel nem para os caminhoneiros que transportam o combustível para os postos da região. Ele disse que os preços nos municípios da grande Dourados giram em torno de R$ 1,48 a R$ 1,58 o litro. Os empresários não têm como concorrer com os preços do Paraná, que giram em torno de R$ 1,29 a R$ 1,33.Na região de Ponta Porá o problema é com o país vizinho, o Paraguai, que vende o litro de diesel a R$ 1,30 enquanto os postos brasileiros não conseguem vender por menos de R$ 1,50. “Se o governo do Estado não tomar alguma providência, os postos de combustíveis vão acabar fechando definitivamente na maioria dos municípios de Mato Grosso do Sul”, afirma o empresário Spessato.A diferença no abastecimento de um caminhão com grande capacidade de estoque, pode render ao motorista uma economia de até R$ 50,00. Resultado: poucos estão abastecendo caminhões em MS. Preferem atravessar a divisa e abastecer em municípios vizinhos ou no Paraguai, no caso da região de fronteira.A decisão de suspender a venda de diesel foi tomada há duas semanas quando mais de 50 empresários do setor reuniram-se em Três Lagoas para discutir o problema e encontrar uma solução.  

Deixe seu Comentário

Leia Também

TRÊS LAGOAS
Colisão entre carreta e pick-up mata motorista de 32 anos na BR-262
POLÍTICA
Congresso derruba veto de Bolsonaro e aumenta pena de crimes na internet
Rapaz diz que matou ex-padrasto após ser humilhado na frente da mãe
ROTEIRO PRÉVIO
CPI prevê quebras de sigilo, acareações e audiências auxiliares de Bolsonaro
MEIO AMBIENTE
Proprietário rural é multado em R$ 2 mil por desmatamento ilegal 
JUSTIÇA
Saiba onde ir em busca de um acordo como solução de seu conflito
JARDIM
Traficante abandona caminhonete com 1,7 tonelada de maconha
REGIÃO
Saúde de MS promete mais agilidade na entrega de resultados de exames
RIO VERDE
Preso homem que matou namorado da ex e atropelou bebê de 2 anos
DOURADOS
Prefeitura entrega remessa com 5 mil folhas de documentos da CPI Covid

Mais Lidas

ASSALTO
Mulher tem carro roubado ao parar no semáforo em Dourados
POLÍCIA
Irmãos morrem após serem atropelados por caminhonete em rodovia
DOURADOS
Interno morre após briga com companheiro de cela da PED
PED
Arma de fabricação caseira é encontra em cela de interno morto