Menu
Busca segunda, 30 de novembro de 2020
(67) 99659-5905
DOURADOS

Por dois votos a um, desembargadores mantêm ex-secretário de Saúde preso

03 fevereiro 2020 - 08h46Por André Bento

O TRF 3 (Tribunal Regional Federal da 3ª Região) decidiu manter preso o ex-secretário de Saúde de Dourados, Renato Oliveira Garcez Vidigal. Em sessão de julgamento realizada pela 11ª Turma na quinta-feira (30), houve um voto pela concessão da liberdade, mas outros dois por manter a prisão preventiva.

Conforme a certidão de julgamento disponível no site da Corte, o desembargador federal José Lunardelli foi favorável a conceder o habeas corpus e substituir a prisão preventiva por medidas cautelares.

Contudo, o voto do desembargador federal Fausto De Sanctis, relator do recurso que em caráter liminar já havia negado a soltura, foi acompanhado pelo também desembargador federal Nino Toldo.

Ainda em novembro, o relator da 11ª Turma do TRF 3 justificou que a prisão “fundamenta-se como forma de impedir que o acusado venha a perturbar ou impedir a produção de provas, ameaçando testemunhas, apagando vestígios do crime ou destruindo documentos”.

“Ressalte-se que, se permanecer solto, o investigado, ora paciente, terá facilidade para planejar e executar ações visando impedir o esclarecimento de certos pontos e a identificação do envolvimento de outras pessoas, e, ainda, evadir-se do distrito da culpa, intimidar testemunhas, combinar depoimentos e destruir provas dos crimes, supostamente cometidos, tudo em detrimento da verdade real dos fatos”, pontuou na ocasião.

Preso preventivamente no dia 6 de novembro de 2019 durante a segunda fase da Operação Purificação, denominada Nessum Dorma Adsumus, que acusa fraudes licitatórias e desvios de recursos públicos, Vidigal está na PED (Penitenciária Estadual de Dourados).

A defesa dele nega as acusações e ainda tem recursos pendentes de julgamento na Sexta Turma do STJ (Superior Tribunal de Justiça) e no STF (Supremo Tribunal Federal).

Alvo da mesma operação, porém preso no dia seguinte, em 7 de novembro, após voltar de Santa Cataria e se apresentar à PF (Polícia Federal), o ex-servidor da Secretaria Municipal de Saúde, Rafhael Henrique Torraca Augusto, também aguarda julgamento de pedido de liberdade. Em sessão realizada pela 11ª Turma do TRF 3 na semana passada, houve pedido de vista.

Deixe seu Comentário

Leia Também

IGUATEMI
Tiro acidental mata homem durante pescaria no Sul do Estado
Bolsonaro e Fernández, da Argentina, têm primeira reunião bilateral
DIA DA AMIZADE
Bolsonaro e Fernández, da Argentina, têm primeira reunião bilateral
Novembro fecha com 1,3 mil casos de Covid, dobro de internações e 12 óbitos em Dourados
PANDEMIA
Novembro fecha com 1,3 mil casos de Covid, dobro de internações e 12 óbitos em Dourados
ECONOMIA
Dourados tem a 6ª maior arrecadação de ISS do Centro Oeste
UFGD
Pesquisadores criam alternativas no combate ao Aedes aegypti
BENEFÍCIO
Governo estadual paga 13° salário nesta terça-feira
CONGRESSO NACIONAL
Parlamento Amazônico será reativado no próximo dia 21
PANDEMIA
Covid-19: média dos últimos sete dias é de 521 mortes, segundo Fiocruz
CRIME AMBIENTAL
Criação ilegal de ave silvestre resulta em multa de R$ 5 mil para infrator
PARAÍSO DAS ÁGUAS
Cestas básicas apreendidas durante campanha eleitoral são doadas

Mais Lidas

DOURADOS
Primeira noite com novo toque de recolher tem flagrante de festa com 119 adolescentes
DOURADOS
Decreto é republicado por incorreção, agora com brechas para esporte coletivo e boliche
DOURADOS
Homem é preso com arma após ex-namorada correr até viatura da PM e denunciar ameaça
POLICIAL
Criminoso imita abordagem de polícia para cometer roubo em Dourados