Menu
Busca quinta, 09 de julho de 2020
(67) 99659-5905
DOURADOS

Por dois votos a um, desembargadores mantêm ex-secretário de Saúde preso

03 fevereiro 2020 - 08h46Por André Bento

O TRF 3 (Tribunal Regional Federal da 3ª Região) decidiu manter preso o ex-secretário de Saúde de Dourados, Renato Oliveira Garcez Vidigal. Em sessão de julgamento realizada pela 11ª Turma na quinta-feira (30), houve um voto pela concessão da liberdade, mas outros dois por manter a prisão preventiva.

Conforme a certidão de julgamento disponível no site da Corte, o desembargador federal José Lunardelli foi favorável a conceder o habeas corpus e substituir a prisão preventiva por medidas cautelares.

Contudo, o voto do desembargador federal Fausto De Sanctis, relator do recurso que em caráter liminar já havia negado a soltura, foi acompanhado pelo também desembargador federal Nino Toldo.

Ainda em novembro, o relator da 11ª Turma do TRF 3 justificou que a prisão “fundamenta-se como forma de impedir que o acusado venha a perturbar ou impedir a produção de provas, ameaçando testemunhas, apagando vestígios do crime ou destruindo documentos”.

“Ressalte-se que, se permanecer solto, o investigado, ora paciente, terá facilidade para planejar e executar ações visando impedir o esclarecimento de certos pontos e a identificação do envolvimento de outras pessoas, e, ainda, evadir-se do distrito da culpa, intimidar testemunhas, combinar depoimentos e destruir provas dos crimes, supostamente cometidos, tudo em detrimento da verdade real dos fatos”, pontuou na ocasião.

Preso preventivamente no dia 6 de novembro de 2019 durante a segunda fase da Operação Purificação, denominada Nessum Dorma Adsumus, que acusa fraudes licitatórias e desvios de recursos públicos, Vidigal está na PED (Penitenciária Estadual de Dourados).

A defesa dele nega as acusações e ainda tem recursos pendentes de julgamento na Sexta Turma do STJ (Superior Tribunal de Justiça) e no STF (Supremo Tribunal Federal).

Alvo da mesma operação, porém preso no dia seguinte, em 7 de novembro, após voltar de Santa Cataria e se apresentar à PF (Polícia Federal), o ex-servidor da Secretaria Municipal de Saúde, Rafhael Henrique Torraca Augusto, também aguarda julgamento de pedido de liberdade. Em sessão realizada pela 11ª Turma do TRF 3 na semana passada, houve pedido de vista.

Deixe seu Comentário

Leia Também

PANDEMIA
Câmara de Dourados aprova suspensão do recesso parlamentar de julho
DESEMPREGO
Em meio a pandemia, mais de 100 merendeiras da Rede Municipal são demitidas em Dourados
CRIME AMBIENTAL
Homem que destruiu nascentes é multado por crime ambiental
BRASIL
Bolsonaro sanciona lei que prioriza teste para profissional essencial
LEGISLATIVO DE MS
Pautadas sete matérias para a Ordem do Dia desta quinta-feira
MUNDO NOVO
Ação conjunta termina com 200 mil pacotes de cigarros contrabandeados
ESTADO
Dengue tem alta de 18 mil notificações, 10 mil casos confirmados e 15 mortes em um ano
BRASIL
Nascidos em abril podem sacar primeira parcela de auxílio hoje
FLAGRANTE
Perseguição termina quase meia tonelada de maconha apreendida
DOURADOS
Vereadores tentam reverter ordem judicial que proíbe saída da cidade e contato entre si

Mais Lidas

DOURADOS
Decreto vai mandar fechar bares e academias por 10 dias
PANDEMIA
Comerciante de 45 anos é a 37ª vítima do coronavírus em Dourados
DOURADOS
Publicado, decreto que fecha bares e academias por 10 dias poderá ser prorrogado
DOURADOS
Após trégua, frio intenso deve voltar até o final de semana