Menu
Busca segunda, 01 de março de 2021
(67) 99257-3397

Ponto de ônibus que atende idosos de Dourados será reativado

29 outubro 2003 - 09h35

A secretária Municipal de Assistência Social e Economia Solidária, Ledi Ferla, teve a garantia na manhã de hoje,  do secretário Municipal de Serviços Urbanos, Laércio Arruda, de que o ponto de ônibus que atende os idosos que freqüentam o Centro de Convivência do Idoso deverá ser reativado. O superintendente de Trânsito, Oslon Estigarribia, explicou que o ônibus sempre desceu pela rua Cafelândia, onde se localiza o centro, e o ponto ficava a 100 metros aproximadamente de distância. Agora está sendo negociado com a Associação de Moradores do bairro a instalação de um outro ponto na Rua Bela Vista, paralela à Cafelândia, com a mesma distância de 100 metros para não prejudicar o acesso dos idosos.A negociação envolve a empresa de transporte porque atualmente não passam ônibus pela Bela Vista. Oslon disse que o ponto da Cafelândia foi desativado por causa da instalação da ciclofaixa que visa oferecer maior segurança aos ciclistas e pediu um pouco mais de paciência e compreensão por parte dos idosos para que seja resolvido o problema do ponto, lembrando que a criação da faixa para os ciclistas representa um grande benefício coletivo “e precisamos ter essa visão de cidadania”.A secretária Ledi Ferla lamentou hoje os equívocos cometidos pelo presidente da Associação dos Idosos de Dourados, Benedito Silva Ramos, em reportagem publicada na edição de hoje do jornal O Progresso, página 3 do Caderno Dia-a-Dia. Benedito acusa o prefeito Laerte Tetila “de ter abandonado a terceira idade” e ainda coloca em suspeita a destinação de verbas para os programas inseridos na política do idoso.“O Sr. Benedito tem razão de reclamar em relação ao ponto de ônibus, isso realmente é muito importante e já estamos tomando providências, mas sobre as demais acusações não procedem”, afirmou a secretária.O Governo Federal envia R$ 1,7 mil por mês como metas para a política do idoso; o Governo do Estado R$ 470 e a despesa mensal com a manutenção do Centro de Convivência (pessoal, alimentação, material de limpeza, gás, entre outros) chega a quase R$ 7 mil por mês, com a Prefeitura bancando a diferença.  

Deixe seu Comentário

Leia Também

ESPORTE
Vôlei de praia: Guto e Arthur Mariano vencem etapa do Brasileiro
Senado vota na terça MP que facilita compra de vacinas contra coronavírus
PANDEMIA
Senado vota na terça MP que facilita compra de vacinas contra coronavírus
ESPORTE
Jogo entre Joinville e Marcílio Dias é adiado após surto de Covid-19
Operação Piracema é encerrada com aplicação de R$ 79 mil em multas
FISCALIZAÇÃO
Operação Piracema é encerrada com aplicação de R$ 79 mil em multas
EUA
Facebook vai pagar US$ 650 milhões para encerrar ação por violar privacidade
REGIÃO
Embriagado, homem é preso após bater em carro estacionado
EDUCAÇÃO
Prouni abre inscrições para lista de espera nesta segunda-feira
PANDEMIA
Repórter fotográfico de MS morre vítima do coronavírus
PANDEMIA
Dourados figura com 82% de ocupação dos leitos de UTI/SUS para Covid-19
ESPORTE
Campeonato Gaúcho: Internacional estreia contra Juventude na segunda

Mais Lidas

ACIDENTE
Veículo pega fogo ao colidir em coqueiro entre Dourados e Itaporã
DOURADOS
Jovem colide moto e embriagado tenta fugir do hospital, mas é detido
PANDEMIA
Mais uma pessoa morre por covid em Dourados e casos confirmados se aproximam de 21 mil
DOURADOS
Homem é suspeito de incendiar carro de vizinho após ser mordido por cachorro