Menu
Busca domingo, 17 de janeiro de 2021
(67) 99659-5905
EDUCAÇÃO

Pela oitava vez seguida, UFGD é considerada a melhor de MS

09 janeiro 2016 - 19h20

A publicação do mais recente IGC (Índice Geral de Cursos) das instituições de Mato Grosso do Sul reafirmou a avaliação da UFGD (Universidade Federal da Grande Dourados) como a melhor de Mato Grosso do Sul, pela oitava vez consecutiva.

No triênio de 2012 a 2014, o IGP contínuo foi de 3,37 (que varia de 0 a 5,00) e com conceito 4, numa variação que vai de 1 a 5, valor que coloca a UFGD na frente das outras cinco instituições avaliadas no estado.

A UFGD também continuou na terceira posição do ranking entre as 18 instituições da região Centro-Oeste, da mesma forma que nos anos anteriores, sendo que em primeiro ficou a Universidade de Brasília (UnB), com IGC contínuo de 4,01 e em segundo lugar a Universidade Federal de Goiás (UFG), com IGC contínuo 3,49.

A divulgação desses dados foi realizada em 18 de dezembro de 2015 e todas as tabelas podem ser visualizadas na íntegra por meio do portal do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP).

O IGP é um indicador que analisa graduação e pós-graduação quanto ao desempenho de estudantes, corpo docente, infraestrutura, recursos didático-pedagógicos e demais insumos. Ele é gerado a partir da média dos últimos Conceitos Preliminares de Curso (CPC) e da média dos conceitos de avaliação dos programas de pós-graduação stricto sensu atribuídos pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), tudo ponderado com o número de matrículas.

###CRESCIMENTO COM QUALIDADE
Desde 2007, quando esse cálculo começou a ser realizado pelo Ministério da Educação (MEC), a UFGD prossegue como a melhor avaliada no estado, mesmo com os desafios da implantação da universidade.

De lá pra cá, a instituição mais que dobrou o seu tamanho. Em 2008, por exemplo, foram avaliados 12 cursos e o IGC contínuo foi de 3,29, o que na escala de 1 a 5, estabelece a conceito 4, mesmo conceito de 2014, só que com 27 cursos avaliados. Entre as instituições de MS avaliadas nesse o período, apenas a UFGD passou por expansão tão grande.

“Esse indicador demonstra que a UFGD foca seu crescimento na qualidade e nossos servidores e alunos estão empenhados para o fortalecimento dos nossos cursos e para o crescimento da universidade. Temos por compromisso, oferecer todo o suporte para que este crescimento siga em frente”, ressaltou a reitora Liane Calarge.

Nos próximos anos, a consolidação de cursos novos ainda influenciará as avaliações do MEC, já que a UFGD entra em 2016 com 32 cursos de graduação presencial, 05 cursos de graduação e 04 especializações a distância e 19 programas de pós-graduação.

Os indicadores do IGC de 2007 a 2014 e a descrição de como ele é calculado estão disponíveis em http://portal.inep.gov.br/educacao-superior/indicadores/indice-geral-de-cursos-igc

Deixe seu Comentário

Leia Também

SISTEMA DE SAÚDE
Pacientes de Manaus continuam sendo transferidos para hospitais universitários federais
CÂMARA DOS DEPUTADOS
Projeto altera requisitos exigidos para o cargo de diretor de presídio
SAÚDE
Lesão de continuidade na pele pode ser porta de entrada para bactérias
EDUCAÇÃO
Fapec seleciona profissionais para atuarem em projetos coordenados pela fundação
FUTEBOL
Com eleição adiada, Barcelona não deve ir ao mercado em janeiro
BRASIL
Ciclistas protestam contra morte de colega por motorista bêbado no Rio de Janeiro
CÂMARA DOS DEPUTADOS
Projeto concede incentivo fiscal para quem patrocinar cirurgias no SUS
ESPORTES
Australian Open: tenistas são isolados após contatos com infectados
SAÚDE
Covid-19: entidade orienta sobre vacinação em pacientes reumáticos
FRONTEIRA
Homem é preso portando arma de fogo e munições em Ponta Porã

Mais Lidas

DOURADOS 
Jovem cai de moto e pede ajuda após levar facada
PANDEMIA 
Dourados tem oito mortes por Covid em 24 horas  
OPERAÇÃO
Polícia fecha "boca de fumo" comandada por família no Canaã IV
DOURADOS 
Prefeitura anula 75 das exonerações anunciadas no meio da semana