Menu
Busca terça, 07 de abril de 2020
(67) 9860-3221

Números positivos dos índices de criminalidade garantem R$ 40 mi para serem investidos na Segurança Pública de MS

26 dezembro 2012 - 16h45

Os números positivos apresentados no Detalhamento das Ações da Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp) entre os 11 Estados que fazem parte da faixa de fronteira no País garantiram para Mato Grosso do Sul a assinatura de um convênio de R$ 40 milhões para serem investidos nas ações da Estratégia Nacional de Segurança Pública de Fronteira (Enafron).

O montante foi assegurado pelo governador André Puccinelli no último dia 7 de dezembro com a assinatura do convênio entre o Estado de Mato Grosso do Sul e o Ministério da Justiça. O principal objetivo é fortalecer ainda mais a capacidade de prevenção e repressão dos delitos praticados na faixa de fronteira, através do apoio à estruturação dos órgãos estaduais de segurança pública, abrangendo as áreas de inteligência, ações ostensivas das polícias militares, investigações das polícias civis e perícias.

Os números mostram o reconhecimento do Estado de Mato Grosso do Sul junto à Secretaria Nacional de Segurança Pública. “No prospecto da Senasp eles reconheceram que o mais eficiente dos Estados na questão do policiamento, solução dos inquéritos feitos, ações de apreensão de armas e drogas, é o Estado de Mato Grosso do Sul. Por termos sido o Estado mais eficiente da Federação que faz fronteira com outros países o governo federal nos aquinhoou com um convênio de R$ 40 milhões, sendo o maior dos montantes dos 11 Estados”, disse o governador, ao elencar que o montante será investido em inteligência policial, videomonitoramento, cursos, aquisição de mais viaturas, armamentos, melhoria de equipamentos e em contrapartida o governo do Estado vai reforçar o efetivo para manter a segurança de fronteira, através de concurso público para contratação de policiais civis, militares e bombeiros.

Números

Os dados consolidados dos esforços dos órgãos estaduais de segurança pública de 2012 do Detalhamento das Ações da Senasp mostram que no Estado entre o período de janeiro a outubro, foram apreendidas 92,4 toneladas de drogas (cocaína, crack e maconha), das quais 77 toneladas foram recuperadas somente em Mato Grosso do Sul, cerca de 85% das drogas apreendidas nos 11 Estados da Federação inseridos na faixa de fronteira.

O levantamento contabiliza ainda os índices de cocaína, crack e maconha apreendidos especificamente na faixa de fronteira onde foram recuperadas 63 toneladas de entorpecentes. Os números refletem a atuação de todas as forças de segurança pública que atuam na faixa de fronteira do Estado segundo o secretário de Estado de Justiça e Segurança Pública, Wantuir Jacini. “O desempenho de Mato Grosso do Sul frente ao combate da criminalidade faz com que mais recursos sejam destinados ao combate dos crimes que mais impactam a sociedade, que são os contra a vida e contra o patrimônio. Com base nos dados da inteligência artificial e no reforço que foi feito na gestão, a segurança pública pode traçar estratégias e resulta em novas diligencias”, disse Jacini ao ressaltar que os índices de resolutividade dos registros de ocorrências no Estado atualmente chegam a 80%.


Inquéritos e Autos de Prisão

Os inquéritos policiais concluídos em Mato Grosso do Sul em toda faixa de fronteira ultrapassam os 10,6 mil casos. No Rio Grande do Sul foram contabilizados cerca de 75 mil casos de inquéritos concluídos. Um total de 101.362 ocorrências finalizadas nos 11 estados fronteiriços.
Os autos de prisão em flagrante ocorridos na faixa de fronteira de Mato Grosso do Sul somaram 2.914, enquanto o Rio Grande do Sul lavrou 3.753 autos. No total foram registrados 15.084 autos nos 11 Estados da Federação que compõem a faixa de fronteira.

Balanço

O Detalhamento das Ações da Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp) mostrou ainda que de janeiro a outubro as ações nos 11 Estados fronteiriços (Acre, Amapá, Amazonas, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pará, Paraná, Rondônia, Roraima, Rio Grande do Sul e Santa Catarina) contabilizaram: 5.271 armas apreendidas, 3.864 veículos recuperados, 6.097 mandados de prisão cumpridos, 101.362 inquéritos policiais concluídos, 15.794 autos de prisão em flagrante, 72.117 laudos periciais emitidos, 229.465 pessoas abordadas, 2.060 embarcações abordadas, 74 Gabinetes de Gestão Integrada Municipais instalados, 60 reuniões dos Gabinetes de Gestão Integrada de Fronteira e Câmaras Temáticas de Fronteira e ainda 63 Núcleos de Inteligência de Fronteira foram ativados.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SÃO PAULO
Sul-mato-grossense leva 12 facadas e crime é transmitido ao vivo
JUDICIÁRIO
STF: acordos de redução de salários devem passar por sindicatos
CAPITAL
Polícia localiza pai que fez ‘zerinho’ com filho no para-lama de moto
ÁGUA CLARA
Ex-prefeito é condenado a devolver R$ 430 mil por contratos sem licitação
EDUCAÇÃO
Enem: começa prazo para solicitação de isenção de taxa
CAMPO GRANDE
Após se envolver em acidente, homem é agredido e tem carro roubado
IMUNIZAÇÃO
Saúde distribui 300 mil doses de vacinas contra influenza aos municípios
BOLSAS
Fundect prorroga Edital com 50 vagas de remuneração de R$ 4 mil
NOVO HORIZONTE
Homem é preso em flagrante após tentar matar ex-mulher a facadas
TECNOLOGIA
Clientes do Banco do Brasil podem sustar cheques por aplicativo

Mais Lidas

DOURADOS
Dois homens são executados por dupla de moto no Jardim Carisma
FLEXIBILIZAÇÃO
Com restrições, comércio volta a funcionar amanhã em Dourados
COVID-19
Estado tem mais três confirmações do novo coronavírus em 24 horas, todas no interior
DOURADOS
Polícia apura que filho matou pai a pauladas após agredir a mãe grávida