Menu
Busca quarta, 24 de fevereiro de 2021
(67) 99257-3397

MPF investiga morte de indígena na Máxima de Dourados

14 agosto 2009 - 11h33

O Ministério Público Federal está investigando a morte do indígena Rosimaldo Gonçalves Porto de 22 anos, que morreu na quarta-feira em uma das celas do Presídio de Segurança Máxima Harry Amorim Costa.
 
Ele ainda chegou a ser levado para o Hospital da Vida, mas já estava morto quando deu entrada no Pronto Socorro. A causa da morte foi pneumonia, mas existe a denuncia de que ele tenha sido assassinado.
Rosimaldo já estava sendo velado na aldeia Jaguapiru quando foi dada a ordem para levar o corpo para Brasília onde passará por necropsia.
Um avião da FUNAI está no aeroporto municipal de Dourados para fazer o translado do corpo. (Antonio Coca)

Deixe seu Comentário

Leia Também

CAPITAL
Idoso morre horas após cair quando fazia manutenção em telhado
BIOSSEGURANÇA
Novo decreto amplia horário de funcionamento de bares e libera eventos
PARAGUAI
Polícia prende 8 em fazenda de Pavão com produtos para fabricar cocaína
ITINERANTE
Carreta da Justiça atende população da cidade de Paraíso das Águas
Polícia apreende veículo com mais de uma tonelada de maconha na MS-386 
DOF
Polícia apreende veículo com mais de uma tonelada de maconha na MS-386 
IMUNIZANTE
MS recebe 22,5 mil doses da vacina AstraZeneca/Oxford contra a Covid-19
JOGANDO EM CASA
Douradão é liberado para a estreia do DAC na série A do Estadual
DOURADOS
Carreta estacionada ao lado da Depac com 30t de maconha é levada ao Batalhão da PM
POLÍTICA
Bancada do PT e sindicatos pedem adiamento da votação da PEC Emergencial
AVANÇO DA PANDEMIA
Brasil atinge 250 mil mortes por Covid com ritmo acelerado de transmissão

Mais Lidas

REGIÃO
Homem é preso após estuprar menina de 11 anos
REGIÃO
Trio de Dourados é preso tentando furtar agência dos Correios de Itaporã
TACURU
Tatuagem ajuda mãe a identificar homem encontrado morto sem a cabeça
BOA AÇÃO
Vítima de golpe, família é ajudada por funcionário de companhia aérea em Campo Grande