Menu
Busca quarta, 28 de outubro de 2020
(67) 99659-5905
RENÚNCIA DE RECEITA

MP aciona a Justiça cobrando R$ 4 milhões de Tetila

27 outubro 2017 - 10h48Por Adriano Moretto

O MPE (Ministério Público Estadual) ingressou com ação civil contra o ex-prefeito Laerte Tetila, por improbidade administrativa. O pedido de condenação foi feito pelo promotor de Justiça Ricardo Rotunno, titular da 16ª Promotoria de Justiça,  pedindo o reembolso aos cofres públicos do Município em mais de R$ 4 milhões.

Segundo a promotoria, Tetila cometeu irregularidades durante o seu mandato no período de janeiro a dezembro de 2005. A alegação é que houve renúncia de receitas referente à dívida ativa e dispensas de licitações, praticando, assim, ato de improbidade administrativa.

De acordo com o Promotor de Justiça, no dia 13 de fevereiro de 2012, foi instaurado, no âmbito da 16ª Promotoria de Justiça, o Inquérito Civil n° 10/2012/PJPPS/DD, que tinha por objeto apurar indícios de renúncia de receita, bem como de dispensa indevida de licitação, conforme informado na decisão simples n° 02/0428/2009, Processo 10.586/2006 do Tribunal de Contas de MS.

O Promotor de Justiça Ricardo Rotunno afirma que, conforme conclusão do Tribunal de Contas do Estado do Mato Grosso do Sul, para ludibriar a fiscalização, o ex-prefeito realizou a fragmentação das despesas para diminuir-lhe seus valores e, assim, dispensá-las do procedimento de licitação, de forma indevida, além disso, renunciou receitas sem observância das normas legais.

Ainda conforme o MPE, os valores devidos a título de dano ao erário, em razão das dispensas de licitações, foram calculados em R$ 333.064,87 e, em relação à renúncia de receita, o valor apurado soma R$ 4.351.802,25, o qual, conforme a denúncia, deve ser reavido por Tetila.

O Dourados News tentou contato com o prefeito, porém, sem sucesso. A alegação de pessoas próximas a ele era de que estava sem celular e que ele retornaria à reportagem, porém, até a publicação da matéria, isso não aconteceu.

Após o mandato como prefeito, terminando em 2008, Tetila se candidatou e venceu eleição para deputado estadual, ficando por quatro anos na Assembleia, porém, não conseguiu a reeleição em 2014. (Com informações do MPE)

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

CORUMBÁ
Enteado ameaça idoso e diz “vou sair da cadeia rapidinho e te matar”
RIO DE JANEIRO
Fogo em hospital mata 2 pacientes com Covid; 200 são transferidos
CHAPADÃO DO SUL
Homem que ameaçou arrancar cabeça da esposa esfaqueia amiga dela
FUTEBOL
Coutinho é cortado, e Tite convoca Lucas Paquetá para as Eliminatórias
AQUIDAUANA
Polícia evita suicídio de jovem que se jogaria da ponte de rio
SEGURANÇA
Eleições: TSE aprova envio de forças federais para Mato Grosso do Sul
POLÍCIA
Mulher que obrigava filha a se prostituir responderá por dois crimes
JUDICIÁRIO
Justiça adia decisão sobre afastamento de Ricardo Salles de ministério
CAARAPÓ
Polícia Civil prende ladrão em flagrante logo após o crime
JUSTIÇA
Universidade que descumpriu parcelamento deve indenizar estudante

Mais Lidas

DOURADOS
Enquanto filma chuva, interno mostra ‘plantação’ de maconha em cela da PED
GRANDE DOURADOS
Cobertura de barracão de cerealista ‘voa’ com o vento; veja vídeo
BR-463
Homem para carro em bloqueio, desce atirando e morre em confronto com a polícia
DOURADOS
Délia decreta emergência por causa de danos provocados pela tempestade