terça, 25 de janeiro de 2022
Dourados
40°max
26°min
Campo Grande
36°max
23°min
Três Lagoas
39°max
25°min
Acompanhe-nos
(67) 99257-3397
RENÚNCIA DE RECEITA

MP aciona a Justiça cobrando R$ 4 milhões de Tetila

27 outubro 2017 - 10h48Por Adriano Moretto

O MPE (Ministério Público Estadual) ingressou com ação civil contra o ex-prefeito Laerte Tetila, por improbidade administrativa. O pedido de condenação foi feito pelo promotor de Justiça Ricardo Rotunno, titular da 16ª Promotoria de Justiça,  pedindo o reembolso aos cofres públicos do Município em mais de R$ 4 milhões.

Segundo a promotoria, Tetila cometeu irregularidades durante o seu mandato no período de janeiro a dezembro de 2005. A alegação é que houve renúncia de receitas referente à dívida ativa e dispensas de licitações, praticando, assim, ato de improbidade administrativa.

De acordo com o Promotor de Justiça, no dia 13 de fevereiro de 2012, foi instaurado, no âmbito da 16ª Promotoria de Justiça, o Inquérito Civil n° 10/2012/PJPPS/DD, que tinha por objeto apurar indícios de renúncia de receita, bem como de dispensa indevida de licitação, conforme informado na decisão simples n° 02/0428/2009, Processo 10.586/2006 do Tribunal de Contas de MS.

O Promotor de Justiça Ricardo Rotunno afirma que, conforme conclusão do Tribunal de Contas do Estado do Mato Grosso do Sul, para ludibriar a fiscalização, o ex-prefeito realizou a fragmentação das despesas para diminuir-lhe seus valores e, assim, dispensá-las do procedimento de licitação, de forma indevida, além disso, renunciou receitas sem observância das normas legais.

Ainda conforme o MPE, os valores devidos a título de dano ao erário, em razão das dispensas de licitações, foram calculados em R$ 333.064,87 e, em relação à renúncia de receita, o valor apurado soma R$ 4.351.802,25, o qual, conforme a denúncia, deve ser reavido por Tetila.

O Dourados News tentou contato com o prefeito, porém, sem sucesso. A alegação de pessoas próximas a ele era de que estava sem celular e que ele retornaria à reportagem, porém, até a publicação da matéria, isso não aconteceu.

Após o mandato como prefeito, terminando em 2008, Tetila se candidatou e venceu eleição para deputado estadual, ficando por quatro anos na Assembleia, porém, não conseguiu a reeleição em 2014. (Com informações do MPE)

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Fábrica de sofás é alvo de criminosos na Cabeceira Alegre
DOURADOS

Fábrica de sofás é alvo de criminosos na Cabeceira Alegre

Vacinação continua em Dourados com doses para crianças, jovens e adultos
IMUNIZAÇÃO

Vacinação continua em Dourados com doses para crianças, jovens e adultos

No Altos do Jardim dos Estados, empreendimento que une exclusividade, inovação e sustentabilidade
INFORME PUBLICITÁRIO

No Altos do Jardim dos Estados, empreendimento que une exclusividade, inovação e sustentabilidade

DOURADOS

Homem tem residência furtada no Jardim Ibirapuera

Oi não consegue suspender multa milionária do Procon por venda casada de serviço multimídia
STJ

Oi não consegue suspender multa milionária do Procon por venda casada de serviço multimídia

DOURADOS

Ladrão de fios tenta se esconder em valeta, mas é localizado e preso

DOURADOS

Subseção da OAB pede mudança em regras para visita de advogados na PED 

DOURADOS

Mulher tem moto levada por dupla ao sentar em frente de casa com a cunhada

IMUNIZAÇÃO

Dourados está prestes a atingir 400 mil doses de vacinas aplicadas contra Covid-19

DOURADOS

Ao retornar para casa, mulher percebe ter sido vítima de furto no Parque dos Coqueiros

Mais Lidas

NOVA ANDRADINA

Mulher sai para pedalar e é encontrada morta com sinais de estupro

DOURADOS

Durante confusão, jovem tenta dar facada na ex e acerta a mãe

VIOLÊNCIA

Por ciúmes, mulher destrói carro e agride ex em Dourados

DOURADOS

Acidente deixa policial em estado grave e motorista é preso por embriaguez