Menu
Busca domingo, 07 de março de 2021
(67) 99257-3397

Ministério da Saúde investiga mortes de 2008 em Dourados

05 agosto 2009 - 17h12

O Ministério da Saúde, por meio do Departamento Nacional de Auditoria do SUS (DENASUS) e do Serviço de Auditoria em Mato Grosso do Sul (SEAUD), está investigando denúncia feita no início deste ano pelo ex-presidente do Conselho Municipal de Saúde Wilson César Medeiros de que em 2008 cerca de 190 pessoas teriam morrido por falta de atendimento no Hospital da Vida, então Hospital de Urgência e Trauma, em Dourados.
A auditoria atende solicitação feita na época, pelo deputado federal Geraldo Resende (PMDB), que também encaminhou representação ao Ministério Público Estadual, e solicitou investigação por parte da Secretaria de Estado de Saúde. Na oportunidade, o parlamentar disse que as denúncias eram de extrema gravidade e que, se confirmadas “estaremos diante de um verdadeiro genocídio, um escândalo que deve ser profundamente investigado pelos órgãos de controle”.
Em ofício encaminhado ao deputado Geraldo Resende, a chefe do SEAUD/MS, Rose Mary Nakasome Paulo informa que a auditoria foi programada naquele órgão, com a fase analítica prevista para o período de 29 de junho a 10 de julho deste ano; a fase operativa para 13 a 24 de julho e a fase de relatório para o período de 27 de julho até o próximo dia 7 de agosto.
Para Geraldo Resende, essa informação é importante porque demonstra a seriedade do assunto e que a denúncia feita por Wilson Medeiros não caiu no vazio e está sendo investigada. “Com certeza, caso se confirmem as informações do presidente do Conselho Municipal de Saúde, as providências necessárias serão tomadas com o objetivo de corrigir eventuais distorções para que  vidas preciosas não sejam mais colocada em risco”, afirma o deputado.
Geraldo Resende, juntamente com o deputado federal Marçal Filho (PMDB) está solicitando, também, fiscalização por parte da Comissão de Seguridade Social e Família e do Tribunal de Contas da União sobre a utilização de recursos repassados pelo governo federal para a área da saúde de Dourados nos últimos três anos.
O deputado, porém, não restringe seu mandato às cobranças, mas tem agido no sentido de viabilizar recursos para a área de saúde, que vão garantir, por exemplo, a construção da Clínica da Mulher, reforma do Hospital da Vida, construção de uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) e de quatro postos de saúde, além da reforma de outras dez unidades já existentes em Dourados, entre outras ações.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Abel Ferreira pede tranquilidade ao Palmeiras na Final da Copa do Brasil
ESPORTES
Abel Ferreira pede tranquilidade ao Palmeiras na Final da Copa do Brasil
Embriagada, mulher bate carro em poste e vai parar na delegacia
REGIÃO
Embriagada, mulher bate carro em poste e vai parar na delegacia
Após cometer crime  no Brasil, bandido foge para o Paraguai, mas acaba preso
SE ACIDENTOU NO TRAJETO
Após cometer crime no Brasil, bandido foge para o Paraguai, mas acaba preso
PMA autua dois pescadores por pesca ilegal e apreende petrechos de pesca
AMAMBAI
PMA autua dois pescadores por pesca ilegal e apreende petrechos de pesca
TRF3 concede aposentadoria por invalidez a trabalhador rural portador de lombalgia
BRASIL
TRF3 concede aposentadoria por invalidez a trabalhador rural portador de lombalgia
MS
Pescadores são autuados por pescar em cachoeira
STJ
Ministro nega pedido do Coaf para suspender investigação sobre conduta de servidores
ESTADO
Empresa divulga balanço das atividades na MS-306 após 11 meses de concessão
BRASIL
STF decide que Petrobras não precisa se submeter à Lei das Licitações
REGIÃO
Discussão durante bebedeira termina com homem morto a facada

Mais Lidas

EXECUÇÃO
Executado na fronteira era publicitário e morador em Dourados
PONTA PORÃ
Homem é assassinado na região de fronteira e autores deixam recado ao lado do corpo
SIDROLÂNDIA
Empresário morre em acidente que deixou outros três feridos
FRONTEIRA
Corpo de bebê é encontrado em matagal e enrolado em cobertor