Menu
Busca quarta, 02 de dezembro de 2020
(67) 99659-5905
EDUCAÇÃO

Metodologias Ativas contribuem para a excelência do ensino na Unigran

07 fevereiro 2020 - 10h15Por Da Redação/Assessoria

A integração entre o acadêmico e o professor. Troca de informações, experiências vividas dentro e fora da sala de aula. O princípio da metodologia ativa é justamente instruir o aluno a ser o principal agente dentro da aprendizagem, com o auxilio direto do professor. 

Na Unigran, esse projeto foi implantado há quatro anos. Para a professora Maria Alice de Mello Fernandes, que é pró-reitora de Ensino e Extensão da Instituição, com esse método o acadêmico tem muito mais facilidade de assimilar os conteúdos. 

“Nós sabemos que o comportamento do aluno mudou. Hoje ele é diferente e em geral tem dificuldade de concentração por longo tempo. Então, proporcionar capacitações aos professores, como palestras, cursos e oficinas de metodologias ativas faz da Unigran uma instituição diferenciada, pois cria condições para o acadêmico solucionar problemas e enfrentar, com tranquilidade, o mercado de trabalho”, afirma a professora.

“Importante esclarecer, ainda, que essas técnicas podem acontecer com o apoio da tecnologia ou não”, menciona. Uma atividade que caracteriza a aplicação de metodologia ativa na Unigran é a aula invertida. “Quando os alunos estudam, pesquisam sobre determinado assunto preparando-se para debates e soluções de problemas, apresentados pelos colegas e professores em sala de aula”, continua Mello. 

Na metodologia ativa, o aluno é o foco e estimular essa aprendizagem é a principal missão. O estudante não recebe somente o conhecimento, ele vivencia na prática a teoria aprendida em sala de aula e muitas vezes os papéis se invertem, pois o professor também aprende com o estudante durante troca de informações. 

A ideia é continuar aplicando essas metodologias, as quais abrangem um grande projeto para todos os cursos da instituição, partindo do pressuposto dinamismo aplicado na apresentação das disciplinas e na participação contínua dos alunos na construção das aulas.

“Nossa intenção é tornar esse aprendizado algo que traga prazer para os alunos, fazer com que eles se sintam vontade, motivados para frequentar as aulas e principalmente que eles sejam preparados para assumir uma vaga no tão concorrido mercado de trabalho. É isso um pouco do que temos conquistado ao longo de todos esses anos e nossa meta aumenta a cada ano letivo”, finaliza Maria Alice de Mello Fernandes. 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Homem morre após ser espancado em praça pública de Anaurilândia
POLÍCIA
Homem morre após ser espancado em praça pública de Anaurilândia
RACHADINHAS
Gilmar Mendes adia julgamento sobre prisão domiciliar de Queiroz
MILÍCIA
Justiça decide que Jamil Name permanecerá preso em Mossoró
MS
Novo sistema reforça combate a exploração sexual de crianças e adolescentes
Jovem é preso na rodoviária com maconha que levaria para São Paulo
DOURADOS
Jovem é preso na rodoviária com maconha que levaria para São Paulo
EDUCAÇÃO
STF suspende decreto de ensino separado para alunos com deficiência
Homem esfaqueia irmão 8 vezes após brigarem por divisão de porco
EDUCAÇÃO
Vestibulando da UFGD pode escolher curso de graduação já pensando na pós
IBAMA
Piloto morre após aeronave cair no Pantanal durante combate a incêndio
IMUNIZAÇÂO
Vacinação contra Covid começa com profissionais da saúde, idosos e indígenas

Mais Lidas

PANDEMIA
Casos de coronavírus levam fechamento de três agências bancárias em Dourados
PODER PÚBLICO
Gaeco volta às ruas de Dourados com nova operação
BR-376
Acidente entre Dourados e Fátima do Sul deixa um morto e dois feridos
CAMPO GRANDE
Homem apontado como parente de Rafaat é executado em frente a presídio