Menu
Busca sexta, 30 de julho de 2021
(67) 99257-3397

Mercado Solidário em Dourados agrada comerciante

08 novembro 2004 - 17h50

A primeira edição do Mercado Solidário, em Dourados, agradou os grupos produtivos que tiveram a oportunidade de mostrar seus produtos na feira organizada na Praça Antônio João, de sexta-feira até domingo Na solenidade de abertura participaram o superintendente do Sebrae/MS, Vagner Simone Martins, o prefeito Laerte Tetila, e outras autoridades do município..

O prefeito Laerte Tetila, participou da abertura na sexta-feira à tarde dizendo que são pelo menos 300 pessoas que compõem a rede solidária no município e comentou do desafio e do compromisso que tem no próximo mandato. Tetila reconheceu o papel do Sebrae/MS que “tornou o sonho possível e prova que a economia solidária e informal é viável”. O prefeito disse ainda que pretende estender a proposta para o campo nos próximos anos de mandato.

Na avaliação do diretor superintendente do Sebrae/MS, Vagner Simone Martins, o Mercado Solidário é também um dia de alegria, em que os empreendedores podem comercializar seus produtos, participar de treinamentos e palestras e junto com a comunidade acompanhar ainda apresentações culturais de música, dança e teatro. “É preciso novos conhecimentos porque o consumidor esta exigente e saber agregar novos valores aos produtos pode melhorar a renda”, comentou.

Os grupos produtivos aprovaram a criação do Mercado Solidário e querem reprise da feira. “Estamos precisando de outras iniciativas como esta porque é mais uma opção de venda”, comentou a artesã Iracema Batista Paes, 60 anos. Ela também elogiou a infra-estrutura montada para receber os empreendedores. Todas as barracas eram cobertas e tinham balcão para mostra dos produtos.

Para a empreendedora Joana Alves de Aquino, 55 anos, a feira do Mercado Solidário, foi a primeira oportunidade de venda dos produtos de limpeza que ela e mais alguns amigos resolveram confeccionar depois de um curso realizado em setembro. Com apoio do Sebrae eles criaram uma marca, a Limp Bril, e começaram a fabricação de forma artesanal. “A feira é uma alternativa de elevar a auto-estima de pessoas como eu, acima dos 50 anos, que não tem mais expectativa de conseguir emprego. Antes de conhecer o Sebrae eu não sabia que podia crescer trabalhando em grupo e em casa”, afirmou.

O Mercado Solidário é promovido pelo Sebrae/MS em parceria com a Associação Comercial e Industrial, prefeitura Municipal, Fundação de Cultura e de Esportes, Secretaria Municipal de Serviços Urbanos, Secretaria Municipal de Assistência Social e Economia Solidária e o Idaterra. Esta foi a primeira edição em Dourados e reuniu 44 grupos produtivos de 11 municípios.

Além da feira, onde os empreendedores expõe e vendem seus produtos, acontecem também palestras e clínicas tecnológicas, apresentações culturais

Deixe seu Comentário

Leia Também

BODOQUENA
Bombeiros suspendem buscas e idoso de 82 continua desaparecido
STF manda PF retomar investigações sobre interferência na corporação
Corrida de aplicativo termina em discussão e agressão em Dourados
DOURADOS
Corrida de aplicativo termina em discussão e agressão em Dourados
NÚMEROS DA PANDEMIA
Mortes por Covid passam de 555 mil; média é menor desde fevereiro
Estudante de Medicina é rendido e sequestrado por dupla armada
COVID-19
Servidores vacinados do judiciário deverão retornar ao trabalho presencial
CRIME AMBIENTAL
Homem é multado em dez mil reais por construção de rancho e área de lazer em área de proteção
PANDEMIA
Dourados vai liberar acesso a estabelecimentos apenas para pessoas vacinadas
CONSEQUÊNCIA
Estudo brasileiros encontra coronavírus na retina de humanos
TRÁFICO
Caminhão boiadeiro que seguia para o Maranhão é apreendido com maconha

Mais Lidas

ACIDENTE DOMÉSTICO
Após discussão com entregador jovem acaba ferido
PEDRO JUAN
'Justiceiros' voltam a atacar na fronteira e matam adolescente
DOURADOS
Motorista que fugiu após atropelar motociclista no centro não possuía CNH
CLIMA
Dourados bate recorde de frio no ano com geada forte