Menu
Busca quarta, 30 de setembro de 2020
(67) 99659-5905
PASSADA DE MÃO

Vereador tem até quinta para se defender de "passada de mão"

19 junho 2015 - 14h30

A Comissão de Ética da Câmara de Vereadores de Dourados notificou na quinta-feira (18) o vereador Mauricio Lemes (PSB) sobre a suposta "passada de mão" na colega de Casa Virgínia Magrini (PP). Agora, ele tem cinco dias úteis para apresentar defesa sobre o caso. Segundo o presidente da comissão, vereador Marcelo Mourão (PSD), o prazo é até dia 25 de junho e a comissão irá se reunir novamente assim que receber o documento com a defesa feita por Lemes.

“A comissão notificou o vereador Maurício ontem (18) e o prazo que ele tem é de cinco dias úteis para nos encaminhar a sua defesa com provas. Depois que ele nos entregar esse documento, os membros da comissão irá se reunir para então definir qual será o próximo passo”, disse Mourão, na manhã desta sexta ao Dourados News.

O caso começou a ser investigado pela comissão, após votação realizada pela Câmara na sessão do dia 15, uma semana depois do fato ter acontecido. Na ocasião, 15 dos 19 vereadores aceitaram a denúncia de Magrini contra o autor.

Não votaram devido à ausência os vereadores Nelson Sudário e Délia Razuk, assim como não o fizeram o vereador Mauricio Lemes e o presidente da Câmara, Idenor Machado, estes por estarem impedidos por regras da casa, [veja aqui]( http://www.douradosnews.com.br/noticias/politica/sob-protesto-denuncia-de-vereadora-por-suposta-passada-de-mao-e-acolhida-por-camara).

A comissão realizou a primeira reunião para discutir o caso na última quarta-feira (17) e decidiram em notificar o vereador acusado para que ele possa passar para a comissão a sua versão sobre os fatos. Em relação ao desenrolar do caso, Marcelo conta que será de acordo com as informações que serão repassadas para a comissão, que irá analisar e então definir os próximos passos.

“Como já disse em outras entrevistas, não tem como saber qual será o procedimento adotado daqui para frente enquanto não recebermos o documento por parte do vereador. Assim como qual será a punição que ele receberá, só o relatório final feito pela comissão e repassado para a casa, que depois entrará em votação é que vai definir”, disse o presidente da comissão.

Entenda o caso

O fato envolvendo os vereadores aconteceu, no final da sessão realizada na casa de leis, no dia 08 de junho, onde segundo Virginia o colega teria passado a mal em suas nádegas. No dia seguinte, a vereadora foi até a Delegacia da Mulher e denunciou o caso realizando um Boletim de Ocorrência contra o colega.

Durante o depoimento, e vereadora disse que chegou a pensar que seria outra pessoa e que iria denunciar o caso, quando momentos depois Maurício, teria a procurado e pedido desculpa.

"O fato aconteceu umas quatro vezes. Eu fiquei indignada, eu não conseguia acreditar que em uma solenidade daquela eu estava passando por um constrangimento daquele tamanho”, disse na época, [relembre aqui](http://www.douradosnews.com.br/noticias/vereadora-denuncia-colega-da-camara-por-suposta-passada-de-mao-em-plena-sessao-ordinaria).

Deixe seu Comentário

Leia Também

SAÚDE
Mortes e casos graves após cirurgias plásticas na fronteira geram denúncia no MP de Dourados
CAGED
Dourados volta a crescer na geração de emprego e acumula saldo superior a 500 novas vagas
SANEAMENTO E LOGÍSTICA
Governador vem a Dourados na sexta lançar e entregar obras
BRASIL
Falta de acordo cancela sessão do Congresso
ECONOMIA
Ex-ministro da Agricultura enaltece o crescimento do agronegócio em MS
CLIMA QUENTE
Termômetros chegam a quase 39°C e calor bate recorde em Dourados
CAGED
Criação de empregos em agosto atinge melhor nível em nove anos
TRÁFICO DE DROGAS
Civil de Nova Andradina incinera quase uma tonelada de entorpecentes
DECIBÉIS
Defesa de alvos de operação alega falta de “elementos concretos” para mandados
BRASIL
Bolsonaro lamenta declarações de Biden sobre Amazônia

Mais Lidas

REGIÃO
Homem que disse ter encontrado mulher morta volta atrás e confessa feminicídio
LAGUNA CARAPÃ
Homem sente falta de esposa, vai procurar e a encontra morta em poço
DOURADOS
Disputa pela prefeitura tem dois milionários e total de bens chega a R$ 13 milhões
CAPITAN BADO
Ataque de pistoleiros a veículo deixa dois mortos na fronteira