Menu
Busca domingo, 27 de setembro de 2020
(67) 99659-5905

Marçal denuncia descumprimento de contratos ao Ministério da Saúde

28 janeiro 2013 - 13h03

Na tarde de ontem o Deputado Federal Marçal Filho (PMDB/MS), através de sua assessoria, ofereceu ao Ministro Alexandre Padilha, da Saúde, denúncia sobre descumprimento dos contratos pactuados entre hospitais e a Prefeitura Municipal de Dourados, para a prestação de serviços na área. No documento Marçal pede providências urgentes e lembra que trata-se de recursos da União e que a saúde é o direito pétreo mais importante para o cidadão. “Medidas urgem serem tomadas, sobretudo, porque reconheço o esforço que o Ministério da Saúde e o Governo Federal vêm fazendo para que esses recursos, tão imprescindíveis à vida desses cidadãos, cheguem de fato até eles. O que não vem ocorrendo como reconhece o próprio gestor do SUS no município, o Secretário Municipal de Saúde, Sebastião Nogueira” aponta o Deputado se referindo à entrevista do Secretário, à imprensa de Dourados, divulgada no último dia 25 desse mês.

Não é de hoje que Marçal destina à área da saúde enorme parte da sua atenção, enquanto parlamentar. Quando assumiu o mandato pela primeira vez de 1996 a 2002 o deputado garantiu para a cidade de Dourados uma obra histórica, a implantação do Hospital Universitário – HU de Dourados. Agora no quarto mandato, se uniu ao Senador Delcídio Amaral e Deputado Biffi para destinar recursos vultosos para atender a área de saúde. Marçal, Delcídio e Biffi foram os únicos a apresentarem emendas de bancada exclusivas para a saúde na peça orçamentária da União, OGU/2013, que deve ser votada em fevereiro próximo. “São volumes de milhões de reais que Dourados vai receber da União à partir dessa Emenda” lembrou o Deputado.

Ainda na área da saúde Marçal lembra que garantiu R$ 2 milhões para a construção e aparelhamento do PAI – Pronto Atendimento Infantil. As obras estão em andamento, mas os recursos para aparelhamento do PAI foram perdidos pela administração municipal à época. “Vou continuar trabalhando para que o PAI se transforme em realidade” garante Marçal que também viabilizou, recentemente, para Dourados a construção de um CAPS – Centro de Atendimento Psicossocial que tem como público alvo os pacientes da área de saúde mental, entre eles aqueles com transtornos causados por uso de drogas. A emenda de Marçal ao Orçamento de 2012 destinou R$ 1 milhão para a obra.

Marçal Filho também chamou a atenção do ministro para a reincidência do problema na cidade que já teve investigações da Controladoria Geral da União - CGU e do Tribunal de Contas do Estado – TEC/MS que apontaram inúmeras irregularidades tanto na gestão atual quanto em administrações anteriores. “A má gestão do dinheiro da saúde em Dourados é uma verdadeira chaga que tem sido perene, mas, da minha parte garanto: não seguirá impune. Estão mexendo com o bem maior que Deus nos deu, a vida. E isso, é muito sério. Vou fazer valer a fundo minha prerrogativa constitucional, enquanto Deputado Federal, de acompanhar e fiscalizar a execução orçamentária da União”. Enfatizou o Deputado.

Deixe seu Comentário

Leia Também

PREVENÇÃO
Bombas flutuantes são ativadas para garantir abastecimento de água em Corumbá
ECONOMIA
Economistas defendem investimentos públicos e taxação de ricos
INCENTIVO
Em segunda edição do programa, UEMS concede 711 auxílios para acesso à internet
POLÍCIA
Idoso é encontrado morto em valeta na região central de Itaporã
DOURADOS
Em MS, interessados em adquirir imóvel podem ter desconto no valor da entrada
ESPORTE
Vasco empata com Bragantino e entra, provisoriamente, no G4
PANDEMIA
Governo aposta que ‘Rastrear’ vai diminuir taxa de contaminação do coronavírus em MS
CONSUMIDOR
Após denúncias, Procon autua seis agências bancárias
PANDEMIA
Em um mês, mais de 5 mil aulas para primeira habilitação foram realizadas de forma online em MS
ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA
Comissão mista se reúne para ouvir formuladores das propostas de reforma tributária

Mais Lidas

POLÍCIA
Caminhoneiro de Dourados morre ao capotar na serra de Maracaju
ATO DE FÉ
Após vigílias em frente a hospital, família celebra 'milagre' por homem que caiu do telhado
PONTA PORÃ
Polícia apreende comboio com contrabando avaliado em R$ 1 milhão
CAMPO GRANDE
Gêmeos são executados dentro de quitinete