Menu
Busca sábado, 28 de novembro de 2020
(67) 99659-5905
LUTO

Maestro Adilvo Mazzini morre em Dourados

05 dezembro 2019 - 16h05Por Da Redação

O maestro Adilvo Mazzini morreu na manhã desta quinta-feira (5/12) em Dourados em decorrência de um AVC, a qual o deixou hospitalizado para tratamento desde a segunda-feira.

Ele chegou ao município em 1970, após ser transferido para lecionar e cursou Letras na então UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul).

Ao longo dos anos na cidade, auxiliou na implantação do Encontro de Corais realizado até o início dos anos 2000. 

Mazzini também foi fundador e regente do Coral Santa Cecília, que em seguida se transformou em Coral Guaraoby.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Agepen institui comissão para regulamentar critérios na seleção de reeducandos para o trabalho
ESTADO
Agepen institui comissão para regulamentar critérios na seleção de reeducandos para o trabalho
STJ
Joesley Batista terá de pagar R$ 300 mil a Michel Temer por danos morais
Perícia no tapa-buracos de Dourados deve ter resultado preliminar na segunda-feira
INVESTIGAÇÃO
Perícia no tapa-buracos de Dourados deve ter resultado preliminar na segunda-feira
Mais de R$ 500 milhões estão disponíveis para saques dos servidores estaduais
SALÁRIOS
Mais de R$ 500 milhões estão disponíveis para saques dos servidores estaduais
Beneficiário do Bolsa Família receberá por poupança digital
BRASIL
Beneficiário do Bolsa Família receberá por poupança digital
PANDEMIA
Campo Grande e Dourados lideram novos diagnósticos de Covid-19
INTERIOR
Pescador leva multa de R$ 1,5 mil na piracema
DOURADOS
Decreto é republicado por incorreção, agora com brechas para esporte coletivo e boliche
STF
Governador de MT questiona leis estaduais sobre veículos apreendidos e cassação da CNH
DOURADOS
Ex-secretário alvo da Operação Pregão tentou receber carteira da OAB na cadeia

Mais Lidas

DOURADOS
Com leitos de UTI's lotados, prefeitura aumenta toque de recolher e manda fechar clubes
DOURADOS
Júri condena membros de grupo de extermínio a mais de 100 anos de prisão
PEDRO JUAN
Quatro corpos são encontrados enterrados na fronteira
BONITO
Mãe de bebê também morre após carro bater em coqueiro na MS-382