Menu
Busca sábado, 04 de abril de 2020
(67) 9860-3221

Luta dos Assistentes Pedagógicos garantiu inclusão no Magistério

25 fevereiro 2013 - 12h58

Aprovada pela Câmara de Vereadores de Dourados, a Lei que altera o Plano de Cargo, Carreiras e Remunerações do Magistério, enquadrando os Assistentes Pedagógicos no quadro dos cargos dos Profissionais do Magistério Municipal teve origem na luta social. A força coletiva demonstrada pelos educadores, que cobraram a adequação por parte da prefeitura e não recuaram e momento algum, garantiu essa mudança na legislação municipal.

Depois de conquistado o compromisso do prefeito de encaminhar o projeto de lei à Câmara, coube ao vereador Elias Ishy (PT), membro da Comissão de Educação do Legislativo, articular apoio de outros legisladores para que a medida fosse aprovada em regime de urgência especial. Aprovado em plenário, o regime de urgência especial proposto por Ishy excluiu a necessidade de uma segunda votação e redação final.

Essa iniciativa do vereador Elias Ishy visou, sobretudo, garantir a esses educadores uma solução imediata para a demanda que apresentavam. Com a aprovação na Câmara, caberá ao Executivo, que encaminhou a lei após muita luta por parte dos assistentes pedagógicos, sancioná-la nos próximos dias.

Ishy manteve contato direto com os educadores, através de reuniões com representantes do Simted (Sindicato Municipal dos Trabalhadores em Educação de Dourados). Por esse motivo, conheceu de perto o anseio da categoria por essa adequação, tida por eles como justiça.

No entanto, o parlamentar já articula novas lutas em prol da educação. Em recente reunião com membros do Simted por meio da Comissão de Educação da Câmara, Ishy fez indicação para que a secretária de Educação seja convocada às reuniões. O objetivo é deixá-la ciente das reivindicações dos educadores.

O mandato do vereador está envolvido junto aos educadores para reverter a decisão da prefeitura que desativou o PAE (Programa de Acompanhamento Escolar) – voltado ao atendimento individualizado a alunos com dificuldade de aprendizagem - e fechou as STEs (Salas de Tecnologias Educacionais) – que atuam na alfabetização digital das crianças douradenses matriculadas na Reme (Rede Municipal de Ensino).

Deixe seu Comentário

Leia Também

CAPITAL
Polícia localiza jovem que estava desaparecida desde quarta-feira
POLÍTICA
'Médico não abandona paciente', diz Mandetta sobre eventual demissão
CAPITAL
Mulher vê filha ser estuprada pelo avô que também a violentou quando criança
COVID-19
Saúde de MS recebe seis mil testes rápidos para diagnóstico do coronavírus
FRONTEIRA
Polícia Militar apreende 327 quilos de maconha em dois veículos
Marie Claire
Ex-BBB20 Felipe Prior é acusado de violentar mulheres, diz revista
SEU BOLSO
Governo antecipa prazo final de saque do abono do PIS-Pasep
JUSTIÇA
Mulher ofendida por rede social será indenizada por dano moral
ESCOLTA
PRF realiza escolta no repatriamento de brasileiros vindos da Bolívia
SAÚDE
Estudantes da UFGD criam site para divulgar dados atualizados da covid-19

Mais Lidas

DOURADOS
Exame de jovem que morreu no HU testa negativo para coronavírus
COVID-19
Dourados tem mais um caso confirmado de coronavírus
DOURADOS
Jovem morre no HU e município pede agilidade no resultado do exame de coronavírus
CORONAVÍRUS
Dourados registra mais dois casos de Covid-19 e MS tem 60 confirmações