Menu
Busca sábado, 30 de maio de 2020
(67) 99659-5905
DOURADOS

“Lorena” e sua gangue voltam a atacar em guerra por pontos de prostituição

15 setembro 2017 - 09h09

Travesti de 21 anos que não quer ter o nome divulgado procurou o 1º Distrito Policial de Dourados para denunciar espancamento na noite de quinta-feira (14) no cruzamento da avenida Joaquim Teixeira Alves com a rua João Cândido Câmara, região central.

Segundo ela, o motivo seria o não pagamento de uma espécie de 'pedágio' para utilização do local para prostituição.

Conforme relatado na delegacia, a vítima estava na via e foi atacada por cinco pessoas a mando da travesti identificada como ‘Lorena’, que tenta controlar esses pontos naquela região.

Ela sofreu agressões com golpes de madeira e foi explusa do local. O caso será investigado.

Essa é a segunda denúncia contra Lorena na semana.

Na noite de segunda-feira, a travesti identificada como Gabrieli procurou a polícia após ser ameaçada pela gangue da rival, que cobrava dela R$ 30 para poder explorar o serviço na avenida Joaquim Teixeira Alves, [relembre](http://www.douradosnews.com.br/dourados/travesti-leva-carreirao-em-briga-por-ponto-de-prostituicao-no-centro).

Deixe seu Comentário

Leia Também

UEMS
Estudantes de MS criam robô que ajuda na prevenção do coronavírus
PANDEMIA
Primeiro caso de Covid-19 em Aquidauana pegou o vírus na Capital
JUSTIÇA
STF aprova mais 5 anos para adesão a acordo de planos econômicos
MONITORAMENTO
MS fica em 3º lugar no ranking de transparência nas informações sobre o coronavírus
COVID-19
Com mil mortes por dia, Brasil ainda não chegou ao pico da epidemia
ACIDENTE
Colisão entre carros termina em capotamento em Avenida de Coxim
DIÁRIO OFICIAL
Ministério da Justiça cria órgão para gerir fundo de segurança pública
TRÁFICO
Jovens que ganhariam R$ 2,8 mil por percurso de 2,3 mil quilômetros com drogas são presas
COVID-19
Mato Grosso do Sul tem 19 mortes por coronavírus e 1.418 confirmados
CAMPO GRANDE
Mulher de 53 anos morre após queda em banheiro

Mais Lidas

DOURADOS
Protocolo é seguido e mulher vítima do coronavírus é enterrada sem despedida de familiares
MAIORIA JOVENS
Vítima fatal da Covid-19 faz parte da faixa etária com mais casos da doença em Dourados
COVID-19
Curva segue ascendente e Dourados ultrapassa 200 casos de coronavírus
PANDEMIA
Comitê diz que Dourados não é epicentro do novo coronavírus e descarta lockdown