Menu
Busca sábado, 27 de novembro de 2021
Dourados
35°max
19°min
Campo Grande
32°max
21°min
Três Lagoas
35°max
22°min
Acompanhe-nos
(67) 99257-3397
DOURADOS

Licitação para terceirizar iluminação pública tem quarta proposta rejeitada

18 outubro 2021 - 10h14Por André Bento

A Comissão da Secretaria Municipal de Serviços Urbanos formada para proceder com análises técnicas das propostas feitas no processo licitatório para terceirizar a iluminação pública de Dourados rejeitou a quarta oferta de empresa por causa de valor muito abaixo do estimado. 

O mais recente parecer, datado de 13 de outubro, considerou impraticáveis os R$ 4.850.000,00 propostos pela GTX Construtora e Serviços Ltda, com sede em Campo Grande. Isso porque a pedida equivale a 46% do montante previsto pelo município no edital, de R$ 10.513.617,08.

Em decorrência da complexidade das despesas estimadas com a terceirização do serviço, que incluem mão-de-obra, materiais, equipamentos, veículos e encargos, os técnicos consideraram não ser possível afirmar “que a proposta da licitante é tecnicamente viável”.

“Tecnicamente, diante do reduzido valor global ofertado, já que poderá provocar a redução da qualidade dos materiais, ferramentas, equipamentos e veículos, bem como a prestação dos serviços licitados como um todo, o que a administração pública, em atenção aos princípios que a regem, não pode ferir, principalmente os princípios da eficiência”, pontuaram na análise técnica. 

Antes, essa mesma comissão já havia sido desfavorável às propostas de R$ 3.350.692,30 feita pela WT Tecnologia Gestão e Energia e de R$ 3.379.000,00 da Construtora Jlc LTDA.

De acordo com a ata da 18ª do Conselho Gestor da Cosip (Contribuição para o Custeio da Iluminação Pública), publicada no Diário Oficial do Município de 7 de outubro, essa situação foi debatida no dia 13 de setembro.

Na ocasião, o secretário municipal de Serviços Urbanos, Romualdo Diniz Salgado Junior, detalhou que a licitação “encontra-se em fase de análise técnica das propostas” e das 12 recebidas, a maioria “se mostraram muito abaixo do valor estimado pelo Departamento de Iluminação Pública”. 

No edital dessa licitação, a prefeitura detalhou que do custo total estimado, R$ 8.988.426,72 correspondem ao “serviço de manutenção dos pontos de iluminação pública, com equipes devidamente capacitadas, com veículos, ferramentas, materiais, e certificados de cursos para a execução dos serviços dentro dos prazos previstos no termo de referência”.

Outros R$ 1.525.190,36 previstos no edital da licitação dizem respeito aos “serviços eventuais de melhorias e instalações de pequena monta do sistema de iluminação pública e ornamental, incluindo veículos, materiais, mão de obra e equipamentos”. 

As despesas serão custeadas, em parte, com a Cosip, que já rendeu R$ 16.509.342,18 ao município em 2021, segundo o portal da transparência.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SEGURANÇA
Senado vai analisar projeto sobre gravação de ações policiais
POLÍTICA
Câmara pode votar na terça-feira PEC que mantém benefícios fiscais para empresas de tecnologia
ESPORTE
Brasil lidera quadro de medalhas nos Jogos Pan-Americanos Júnior
Motociclista fica ferida após passar sobre buraco e cair
DOURADOS
Motociclista fica ferida após passar sobre buraco e cair
Homem armado invade Pet Shop e leva dinheiro e celular
DOURADOS
Homem armado invade Pet Shop e leva dinheiro e celular
ARTIGO
Lamentam as mortes e agora vão pular carnaval?
EDUCAÇÃO
Ensino a distância conquista adeptos e aumenta após fim de restrições
DOURADOS
Ladrões retiram portão e furtam moto da garagem de residência
CAMPO GRANDE
Motorista bate em caçamba de entulho, é lançado para fora do carro e morre
DIREITO DO CONSUMIDOR
Procon/MS registra 107 procedimentos durante Black Friday

Mais Lidas

ESTUPRO DE VULNERÁVEL
Jovem é preso após manter relacionamento com menina de 11 anos em Dourados
DOURADOS
Menina diz que mantinha relações sexuais com acusado de estupro desde os 10 anos
AÇÃO CONJUNTA
Dourados terá operação 'Lei Seca' para conter bebedeira no trânsito após final da Libertadores
DOURADOS
Acusado de estupro tem prisão preventiva decretada e é transferido para a PED