Menu
Busca segunda, 25 de outubro de 2021
(67) 99257-3397
DOURADOS

Juiz mantém prisão preventiva de acusado pela morte de secretário municipal

30 setembro 2020 - 10h38Por André Bento

O juiz Eguiliell Ricardo da Silva decidiu manter preso Fernando Souza Gonçalves, de 31 anos. Assassino confesso do ex-secretário interino de Agricultura Familiar, Alceu Junior Silva Bittencourt, o preso é acusado de homicídio qualificado e pode ser julgado pelo júri popular.

Em despacho proferido na quarta-feira (29), o titular da 3ª Vara Criminal de Dourados revisou a necessidade de manutenção da prisão preventiva do réu, conforme previsto no artigo 316, parágrafo único, do Código do Processo Penal, acrescido pela Lei nº 13.964 de 24 de dezembro de 2019, essa última, legislação integrante do chamado pacote anticrime.

Ao mencionar que a prisão em flagrante do acusado foi convertida em preventiva no dia 7 de julho deste ano, o magistrado lembrou que aquela decisão “assentou a presença dos requisitos autorizadores da custódia cautelar, fundamentada na garantia da ordem pública, em razão da gravidade concreta do delito, e para garantia da aplicação da lei penal, elementos que perduram até o presente momento”.

“Em razão disso, e também por não estar caracterizado constrangimento ilegal por excesso de prazo na conclusão da instrução processual, a qual encontra-se em regular trâmite, mantenho a prisão preventiva do réu Fernando Souza Gonçalves”, despachou.

O juiz determinou ainda que seja aguardada a realização da audiência de instrução e julgamento designada para as 14h do dia 14 de outubro. Nessa oportunidade deve haver a inquirição das testemunhas comuns e o interrogatório do réu, por sistema de videoconferência com a PED (Penitenciária Estadual de Dourados).

O ex-secretário municipal interino de Agricultura Familiar, Alceu Junior Silva Bittencourt, foi morto na tarde de 4 de julho com um golpe de faca no pescoço enquanto atendia cliente na barbearia de sua propriedade, localizada na Rua Mozart Calheiros, no bairro Izidro Pedroso, em Dourados.

De acordo com a denúncia oferecida pelo promotor de Justiça Luiz Eduardo Sant’Anna Pinheiro, o réu Fernando Souza Gonçalves é acusado de homicídio qualificado por motivo torpe e recurso que dificultou a defesa da vítima, além de ameaça contra o cliente que era atendido no momento do ataque.

Deixe seu Comentário

Leia Também

POLÍTICA
Conselho de Ética da UEMS prorroga inscrições para candidatos a eleição
Membro do PCC é o quarto preso de bando que roubou três aviões
NÚMEROS DA PANDEMIA
Média móvel de mortes por Covid completa 2 semana abaixo de 400
Homem morto em troca de tiros era especialista em invadir comércios
CAMPO GRANDE
Homem morto em troca de tiros era especialista em invadir comércios
MERCADO FINANCEIRO
Dólar comercial cai para R$ 5,55 em dia de ajustes no mercado
CAPITAL
Homem é suspeito de estuprar enteada durante idas da esposa à igreja
EDUCAÇÃO
MS lança programa para melhorar alfabetização da rede pública
PÓS TEMPORAL
Há quase 48h sem energia, moradores relatam dificuldades em bairro de Dourados
PORTO MURTINHO
Homem morre após perder controle de direção e cair em ribanceira
AÇÃO PARLAMENTAR
Simpósio aborda uso de tecnologias para área da Engenharia de Agrimensura

Mais Lidas

CÁRCERE PRIVADO
Tentativa de sequestro a criança termina com jovem preso em Dourados
CLIMA
Vendaval atinge Dourados e deixa rastro de destruição
ACIDENTE
Morto em acidente na BR-163 voltava de festa em Caarapó
DOURADOS
Vento supera 40 quilômetros por hora e grande perigo de tempestade inicia de tarde