Menu
Busca segunda, 01 de junho de 2020
(67) 99659-5905
ECONOMIA

Judiciário destina R$ 89 mil para combate ao COVID-19 em Dourados

28 março 2020 - 17h40Por Da Redação

Em decisão ocorrida nesta sexta-feira, dia 27 de março, a 3ª Vara Criminal de Dourados determinou a transferência de R$ 83.113,00 dos recursos arrecadados com as penas pecuniárias para o Fesa (Fundo Estadual de Saúde). Os recursos servirão para a aquisição de materiais e equipamentos médicos necessários ao combate da pandemia do COVID-19, que serão utilizados pelos profissionais de saúde. Além disso, a decisão destinou mais R$ 6.205,54 para o custeio de projeto de confecção de máscaras pelos presos da PED (Penitenciária Estadual de Dourados).

A liberação do total de R$ 89.318,54 está de acordo com a Portaria nº 1.725 do TJ/MS (Tribunal de Justiça de Mato |Grosso do Sul), que dispõe sobre a destinação dos recursos provenientes do cumprimento da pena de prestação pecuniária, transação penal e suspensão condicional do processo nas ações criminais para priorizar a aquisição de materiais e equipamentos médicos necessários ao combate da pandemia COVID-19.

O projeto da Penitenciária Estadual de Dourados prevê a confecção de 17 mil máscaras em 30 dias, auxiliando o atendimento da demanda dos hospitais e da segurança pública da região de Dourados.

A decisão foi assinada pelo juiz Marcus Vinícius de Oliveira Elias, em substituição legal na 3ª Vara Criminal de Dourados.

Saiba mais

A Portaria nº 1.725 do Tribunal de Justiça de MS, que prevê a liberação dos recursos arrecadados das penas pecuniárias para o custeio e aquisição de materiais e equipamentos médicos, é mais uma ação para colaborar com a sociedade e minimizar os efeitos da pandemia de coronavírus que assola o planeta. A Portaria nº 1.725 foi assinada pelo presidente do TJMS, Des. Paschoal Carmello Leandro, e pelo Corregedor-Geral de Justiça, Des. Sérgio Fernandes Martins.

Na prática, segundo a normativa, os magistrados responsáveis pela execução penal devem priorizar a destinação, em caráter excepcional e temporário, dos valores hoje existentes e daqueles a serem depositados nos próximos 60 dias à aquisição de materiais e equipamentos médicos necessários ao combate da pandemia COVID-19, a serem utilizados pelos profissionais de saúde.

A medida do Judiciário sul-mato-grossense vem ao encontro da Resolução 313/2020 do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), que em seu artigo 9º dispõe sobre a destinação dos recursos de penas pecuniárias para ações de combate ao coronavírus.

Deixe seu Comentário

Leia Também

BRASIL
Cidades com menos de 15 mil habitantes devem usar pregão eletrônico
CAMPO GRANDE
Criança que teve 90% do corpo queimado em incêndio morre no hospital
DOURADOS
Licitação de R$ 5,4 milhões para empresa tapar buracos é adiada
SAÚDE & BEM - ESTAR
Cárie: tem muita coisa que você (ainda) não sabe
TRÁFICO DE DROGAS
Homem é preso transportando maconha em ônibus
PONTA PORÃ
Idoso é atropelado por moto e morre horas depois no Hospital Regional
NEGÓCIOS IMOBILIÁRIOS
Credibilidade e confiança
DESINCOMPATIBILIZAÇÃO
Secretário oficializa saída do governo para disputar eleições municipais
DOURADOS
Junho começa com previsão de chuva e tempo fechado na primeira semana
DOURADOS
Polícia apreende mais de 350 kg de maconha e fecha entreposto da droga em residência

Mais Lidas

PANDEMIA
Estado alerta que Dourados deve ser cidade com mais casos de Covid-19 na próxima semana
POLÍCIA
Homem encontrado morto sob a ponte do Calarge tinha 38 anos
DOURADOS
HU emite nota de esclarecimento sobre atendimento de mulher que morreu com Covid-19
DOURADOS
Homem é encontrado morto embaixo de ponte no córrego Laranja Doce