Menu
Busca sábado, 23 de janeiro de 2021
(67) 99257-3397

Internos da Máxima de Dourados fazem provas do supletivo

27 setembro 2003 - 09h59

Uma equipe de educadores da Escola Municipal Abigail Borralho de Dourados está aplicando hoje e amanhã as provas do exame supletivo para 75 detentos d|o presídio de segurança máxima Harry Amorim Costa.De acordo com Informações do diretor do presídio Joel Rodrigues, hoje as provas estão sendo realizada por 53 detentos para o ensino fundamental e amanhã outros 22 farão as provas do ensino média.O diretor informa ainda que a realização do exame supletivo dentro do presídio faz partir do programa de valorização dos presos, desenvolvido pelo serviço de assistência social, visando a qualificação profissional dos detentos.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Startup brasileira ganha prêmio WSA na categoria saúde e bem-estar
TECNOLOGIA
Startup brasileira ganha prêmio WSA na categoria saúde e bem-estar
Larry King, lenda da televisão americana, morre aos 87 anos
MUNDO
Larry King, lenda da televisão americana, morre aos 87 anos
CAMPO GRANDE
Família procura mulher que saiu para entrevista de emprego e não voltou
Cassems desmente denúncia sobre favorecimento na vacinação contra coronavírus
PANDEMIA
Cassems desmente denúncia sobre favorecimento na vacinação contra coronavírus
EDUCAÇÃO
Inscrições para o Vestibular UEMS 2021 encerram neste domingo
PANDEMIA
Pacientes com diabetes correspondem a 36% dos óbitos por coronavírus em MS
ESPORTE
Astro do beisebol Hank Aaron morre aos 86 anos
NOVA ANDRADINA
Após acidente, condutores são autuados por dirigir sem CNH
PANDEMIA
Fiocruz finaliza análise de segurança e libera doses para distribuição
BRASIL
Justiça suspende pagamento do IPVA para pessoas com deficiência em SP

Mais Lidas

CENTRO
Primeiro acidente de trânsito com vítima fatal neste ano é registrado em Dourados
DOURADOS
Segundo corpo encontrado às margens da BR-163 é identificado
VIAGEM SANTA
PF deflagra operação contra tráfico de drogas em empresas de turismo religioso de Dourados
DOURADOS
Um dos corpos encontrados às margens da BR-163 foi quase decapitado