Menu
Busca sábado, 19 de setembro de 2020
(67) 99659-5905
DOURADOS

HU é o primeiro hospital público da região a ter Núcleo Interno de Regulação

09 junho 2015 - 16h00

Da Redação

Com objetivo de regulamentar a dinâmica das internações de pacientes, o Hospital Universitário da Universidade Federal da Grande Dourados (HU-UFGD) é a primeira instituição pública de saúde da macrorregião a implantar em sua estrutura o Núcleo Interno de Regulação (NIR).

Entende-se por regulação o conjunto de ações que permitem organizar da melhor maneira os fluxos dentro de determinada área de atuação. Neste caso, o NIR trabalha para que os leitos de internação hospitalar existentes no HU-UFGD sejam ocupados de forma eficiente, obedecendo a um planejamento estratégico.

Criado em fevereiro deste ano, o Núcleo, além de otimizar a internação dos pacientes que chegam ao HU-UFGD, seja ela eletiva ou de emergência, efetua a comunicação com a Central de Regulação de Leitos de Dourados, que é quem faz o encaminhamento dos usuários para os hospitais da rede pública.

O coordenador geral do NIR do HU-UFGD, o médico Ricardo do Carmo, explica que com o Núcleo o processo de análise das internações e das altas é mais minucioso, sendo realizado por uma equipe formada especificamente para esse fim e deixando de ser feito pelo médico que recebe o paciente.

Nesse processo é avaliada a real necessidade da internação, assim como é definido o leito mais apropriado para cada paciente, em função do diagnóstico e da complexidade do caso, e é acompanhada a permanência do interno, para que seja a menor necessária, sendo, se possível, mais rápida sua alta médica.

O Núcleo é composto por doze colaboradores, entre os coordenadores geral e operacional, além dos enfermeiros de vários setores que formam a equipe operacional e dos técnicos que prestam apoio administrativo.

Mapa de leitos

Uma das atribuições do NIR é reunir, três vezes ao dia, as informações referentes aos leitos do HU-UFGD e repassá-las à Central de Regulação de Leitos de Dourados. Por meio desse censo, são contabilizados dados sobre o movimento de entrada e de saída de pacientes no hospital e a classificação dos leitos, se estão instalados/desativados, operacionais/bloqueados, vagos/extras, entre outras categorias.

Atualmente, o hospital conta com 187 leitos ativos, distribuídos entre enfermarias, área materno-infantil e UTIs Adulto, Pediátrica, Neonatal e Unidade de Cuidados Intermediários.

Taxa de ocupação

Apesar do pouco tempo de funcionamento, o saldo positivo da criação do NIR já pode ser observado em indicadores como a taxa de ocupação, que, por exemplo, saltou de 75,88% em fevereiro para 93,17% em março. Essa taxa demonstra o aproveitamento dos leitos do hospital, que, com o Núcleo, está sendo mais bem administrado.

Deixe seu Comentário

Leia Também

DOURADOS
No Dia Estadual do Chamamé, grupo leva música à Praça Paraguaia; veja vídeo
PANDEMIA
Após seis dias, Dourados volta a registrar óbitos por coronavírus
COSTA RICA
Passageiro de moto ao ser arremessado após colisão com ônibus
PANDEMIA
MS ultrapassa 63 mil casos de coronavírus e tem mais 14 mortes em 24h
TJMS
Candidatos à eleição podem tirar certidões on-line
INCÊNDIO
Parlamentares visitam áreas queimadas no Pantanal
É LEI EM MS
Normas sobre violência obstétrica são alteradas
DOURADOS
Dupla ameaça mulher com chave de fenda para roubar dinheiro
TRÁFICO
Homem é preso tentando levar maconha e skunk até Minas Gerais
SAÚDE PÚBLICA
Governo brasileiro confirma intenção de aderir à Covax

Mais Lidas

PERIGO POTENCIAL
Vendaval pode atingir Dourados e outras 35 cidades de MS, segundo alerta do Inmet
DOURADOS
Mulher estaciona em vaga preferencial e é xingada por médico
ELEIÇÕES 2020
Convenções chegam ao fim e sete nomes são lançados à prefeitura de Dourados
FRONTEIRA
Estudante morre após procedimento estético em clínica clandestina