Menu
Busca quarta, 20 de janeiro de 2021
(67) 99257-3397
SAÚDE

HU de Dourados faz cirurgia da linguinha e dá qualidade de vida a bebê

27 janeiro 2016 - 08h09

Obrigatório por lei desde 2014, o teste da linguinha é um procedimento simples e que pode evitar diversos problemas que afetam o desenvolvimento do recém-nascido. No HU (Hospital Universitário) da UFGD (Universidade Federal da Grande Dourados), além do diagnóstico, que é feito nas primeiras 48 horas de vida do bebê, e quando detectado a anomalia é realizada a cirurgia reparadora, técnica simples e que impede que a criança tenha complicações futuras na fala e na alimentação.

A anquiloglossia (“língua presa”) é o posicionamento do frênulo (freio lingual) mais próximo da ponta da língua ou mais curto que o normal, tornando a membrana mais espessa. Essa anomalia, de nascença, limita os movimentos da língua do bebê e causa dificuldades na amamentação, o que, por sua vez, pode ocasionar problemas como desidratação e desnutrição.

No HU de Dourados, o teste da linguinha é realizado pelas profissionais de Fonoaudiologia logo após o nascimento do bebê, como parte da triagem neonatal. O exame clínico consiste, primeiramente, na avaliação anatomofuncional: são checados a postura dos lábios em repouso, a tendência do posicionamento da língua durante o choro, a forma da ponta da língua quando elevada durante o choro e o frênulo lingual.

Se identificados indícios suficientes de que há problemas, é feita a avaliação funcional, na qual a fonoaudióloga analisa a mamada, junto a uma anamnese com a mãe da criança (são realizadas perguntas sobre a rotina e dados pessoais do bebê e da família).

A fonoaudióloga Daniela Bender Morandi, que atua no HU-UFGD, afirma que o teste é um procedimento rápido e simples e que pode evitar uma série de consequências danosas ao recém-nascido. “A princípio, melhora a relação mãe-bebê, sendo que, se corrigidos os problemas, a amamentação será feita de forma adequada. E se a criança mamar bem no primeiro ano de vida, terá um desenvolvimento físico e emocional mais saudável, com melhor aproveitamento dos nutrientes e desenvolvimento da toda a estrutura óssea”, esclarece.

Ela enfatiza, ainda, que, a curto, médio e longo prazos, a anquiloglossia não diagnosticada e não tratada nos primeiros dias de vida pode acarretar um “efeito dominó” na saúde do paciente. “Pode haver falha na sucção mamária e mamada interrompida, o que vai levar a uma transposição precoce para a mamadeira, possibilitando infecções e alergias, além de má respiração. Também há o problema de pronúncia, que é identificado posteriormente”, alerta.

###Cirurgia
Feito o teste, os casos que apontam indicação cirúrgica são, após o consentimento familiar, encaminhados ao cirurgião dentista do hospital, que é a pessoa responsável pelo procedimento.

O cirurgião dentista do HU-UFGD, Maurício Hidemi Shimada, explica que é um processo bastante simples e que entre cinco e dez minutos depois da cirurgia, já é ofertada amamentação ao bebê. “A criança vai se adaptando aos movimentos adequados e consegue mamar com mais eficiência, além de podermos observar se há a presença de sangramento”, diz, alegando que a própria mãe percebe, imediatamente, a diferença na sucção do recém-nascido.

Ele afirma que podem ser utilizados três tipos de cirurgia, de acordo com o caso do paciente: frenectomia – remoção do frênulo lingual –, frenuloplastia – reposição do frênulo – e frenotomia –, corte e divulsão do frênulo. Em bebês, a frenotomia é o procedimento mais indicado.

Popularmente conhecida como “língua presa”, essa condição afeta cerca de 2.254 crianças a cada 10 mil nascimentos, de acordo com um estudo realizado em 2013 pela Universidade de São Paulo (USP). Chega a superar as patologias encontradas pelos testes do pezinho e da orelhinha.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Justiça de MS decide que viajar em ônibus com péssimas condições de higiene gera indenização
DANOS MORAIS
Justiça de MS decide que viajar em ônibus com péssimas condições de higiene gera indenização
Justiça estende auxílio a produtores e pescadores da região de Mariana
BRASIL
Justiça estende auxílio a produtores e pescadores da região de Mariana
Veículos roubados na Capital são recuperados sendo levados para a fronteira com a Bolívia
TERENOS
Veículos roubados na Capital são recuperados sendo levados para a fronteira com a Bolívia
Defensoria Pública do Estado pagará R$ 7,7 mil de IPTU em Dourados
IMPOSTO
Defensoria Pública do Estado pagará R$ 7,7 mil de IPTU em Dourados
Ministra pede informações ao governo sobre monitoramento de parlamentares e jornalistas
STF
Ministra pede informações ao governo sobre monitoramento de parlamentares e jornalistas
REGIÃO
Dupla é presa por estelionato em Corumbá
IPC registra alta de 0,86% na segunda semana de janeiro
MEDIDA PROTETIVA
Homem é preso em Dourados após ameaçar matar a ex-esposa
COVID-19
Entre moradores locais e de cidades vizinhas, Dourados amarga 333 mortes na pandemia
COVID-19
Saúde Indígena planeja iniciar hoje vacinação em aldeias do polo de Dourados

Mais Lidas

DOURADOS
Promotor vê preconceito em comentários contra vacina para índios e denuncia à PF
DOURADOS
Mulher é presa acusada de dar cobertura para assaltantes que rendiam família
DOURADOS
Em ação conjunta, polícia deflagra operação para investigar crimes
TRAGÉDIA
Casal morre após caminhonete colidir contra carreta na BR- 163