Menu
Busca sábado, 16 de janeiro de 2021
(67) 99659-5905
DIOCLÉCIO ARTUZI II

Após bater na irmã e portar arma, homem é preso no Dioclécio

12 novembro 2015 - 10h34

Por volta de 10h30 da manhã de quarta-feira (11), um homem de 30 anos foi preso acusado de violência doméstica e porte ilegal de arma na rua D-A no Residencial Dioclécio Artuzi I, em Dourados.

Segundo a ocorrência policial, populares presenciaram a agressão e acionaram a Polícia Militar, que no local prenderam Gilmar da Silva Castilho, morador na Vila São Braz, após discutir com a irmã de 32 anos e agredi-la. Os motivos da discussão não foram divulgados na ocorrência.

Com Gilmar os policiais encontraram ainda um revólver calibre 38 com todas as munições intactas. Ele foi encaminhado para a delegacia e ao ser questionado sobre a arma, ele alegou que comprou em uma aldeia da cidade pelo valor de R$ 1.200 e que era para defesa pessoal, porém que em nenhum momento apontou a arma ou ameaçou a irmã durante a discussão.

O acusado foi autuado por violência doméstica e porte ilegal de arma.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SISTEMA DE SAÚDE
Pacientes de Manaus continuam sendo transferidos para hospitais universitários federais
CÂMARA DOS DEPUTADOS
Projeto altera requisitos exigidos para o cargo de diretor de presídio
SAÚDE
Lesão de continuidade na pele pode ser porta de entrada para bactérias
EDUCAÇÃO
Fapec seleciona profissionais para atuarem em projetos coordenados pela fundação
FUTEBOL
Com eleição adiada, Barcelona não deve ir ao mercado em janeiro
BRASIL
Ciclistas protestam contra morte de colega por motorista bêbado no Rio de Janeiro
CÂMARA DOS DEPUTADOS
Projeto concede incentivo fiscal para quem patrocinar cirurgias no SUS
ESPORTES
Australian Open: tenistas são isolados após contatos com infectados
SAÚDE
Covid-19: entidade orienta sobre vacinação em pacientes reumáticos
FRONTEIRA
Homem é preso portando arma de fogo e munições em Ponta Porã

Mais Lidas

BR-163
Homem morre após colidir carro de passeio contra caminhão
OPERAÇÃO
Polícia fecha "boca de fumo" comandada por família no Canaã IV
SIDROLÂNDIA
Flagrada invadindo residência, mulher é amarrada em árvore por populares
PANDEMIA 
Dourados tem oito mortes por Covid em 24 horas