Menu
Busca quinta, 28 de janeiro de 2021
(67) 99257-3397
POLITICA

Geraldo Resende cobra e Caixa acelera entrega do Dioclécio Artuzi III

15 fevereiro 2016 - 14h20

A Caixa Econômica Federal (CEF) vai entregar as casas do Conjunto Habitacional Dioclécio Artuzi III, em construção em Dourados, em no máximo 180 dias. A garantia foi dada ao deputado federal Geraldo Resende, que levou uma comissão de futuros moradores para uma reunião na Superintendência do órgão, em Campo Grande, na quinta-feira (11) para cobrar a conclusão das obras e entrega das chaves às 450 famílias contempladas há mais de dois anos.

Durante o encontro, o superintendente da CEF, Evandro Narciso de Lima, firmou o compromisso de cobrar agilidade da construtora, a fim de que a entrega das moradias ocorra o quanto antes. Ele explicou que a empresa já recebeu uma notificação de advertência no dia 05 de fevereiro, vai receber uma segunda advertência no próximo dia 20 e uma terceira e última no dia 05 de março. O objetivo é cobrar o cumprimento das obrigações contratuais, assumidas perante o órgão.

Segundo ele as advertências são meios obrigatórios que a Caixa precisa realizar para que, caso a empresa não cumpra com suas obrigações, possa ser afastada legalmente. Conforme o superintendente, caso não haja um avanço substancial das obras depois da última notificação, a Caixa tomará as medidas cabíveis para afastar a empresa e contratar outra para finalizar os trabalhos e entregar as casas. Neste caso, seriam necessários 60 dias para a troca da empresa e outros quatro meses para a conclusão, o que totalizaria seis meses de período que os moradores ainda teriam que aguardar. Porém, se a atual empresa decidir continuar os trabalhos, a previsão é de que as casas sejam entregue em no máximo quatro meses.

Outra decisão anunciada pela Caixa durante a reunião é que assim que as obras forem adiantadas para a conclusão, o órgão já fará o contrato com os moradores. Ainda durante o encontro ficou definida uma reunião para o dia 11 de março em Dourados entre os moradores, o deputado Geraldo Resende e o superintendente da Caixa, que se comprometeu a manter os moradores informados sobre o andamento do processo e os passos que está tomando para que as casas sejam entregues o quanto antes.

Outra boa notícia é a de que a secretária de Habitação, Maria do Carmo Avesani Lopez, colocou o Estado à disposição do deputado Geraldo Resende e dos futuros moradores para contribuir com o que for necessário para agilizar o processo.

A expectativa das autoridades é de que a atual empresa conclua os 6% das obras que ainda faltam o quanto antes e faça as reformas nas casas que já estavam prontas, mas que foram depredadas por invasores.

“Explicamos à Caixa que o sofrimento das famílias é muito grande, porque precisam pagar aluguel ou viver em casas de parentes, pois todas são de trabalhadores assalariados. Há anos esta espera perdura e por isto solicitamos da Caixa que houvesse mais empenho para superar os problemas, e que se necessário levaria a questão para Brasília, o que a meu ver não será necessário depois desses entendimentos entre a Caixa e os moradores”, conclui Geraldo.

Além de Geraldo Resende e do superintendente da Caixa, participaram da reunião de quinta-feira o gerente executivo de Habitação, Mauricio Abreu Santa Cruz; o gerente regional de construção civil da Caixa, Ubiratan Rebouças Chaves; além das futuras moradoras Lisandra Montezele Borges, Janaina Nunes, Simone da Silva, Eliane Maria e Rosivan Barbosa da Silva.





Deixe seu Comentário

Leia Também

Dourados se aproxima de 18 mil casos de coronavírus e chega a 217 óbitos
PANDEMIA
Dourados se aproxima de 18 mil casos de coronavírus e chega a 217 óbitos
Veículo é flagrado com carroceria lotada de cerveja sem documentação de importação
DESCAMINHO
Veículo é flagrado com carroceria lotada de cerveja sem documentação de importação
MS registra 23 óbitos por coronavírus em um dia e tem quase 6 mil exames em aberto
PANDEMIA
MS registra 23 óbitos por coronavírus em um dia e tem quase 6 mil exames em aberto
Em ação conjunta, casal é preso por furto de estabelecimento e dupla por receptação
CAMPO GRANDE
Em ação conjunta, casal é preso por furto de estabelecimento e dupla por receptação
Estudo constata infecção simultânea por duas linhagens do coronavírus
BRASIL
Estudo constata infecção simultânea por duas linhagens do coronavírus
REGIÃO
Adolescente é apreendido com mais de 20 tabletes de maconha em ônibus
PANDEMIA
Equipe da OMS inicia investigação sobre origem do novo coronavírus
MS-040
Com a ajuda de cães farejadores, polícia apreende mais de 10 kg de cocaína
DOURADOS
Polícia Federal abre investigação para identificar autores de comentários contra índios
DOURADOS
Bandidos armados roubam corrente do proprietário de uma conveniência

Mais Lidas

DOURADOS
Escândalo na PED envolve namoro de agente com preso e 'nudes' de supostas enfermeiras
DOURADOS
Denúncia aponta presos em churrascos com luxo e participação de enfermeiras na PED
TEIXEIRA
Ex-primeira-dama morre cinco dias após o marido em Dourados
DOURADOS
Empresária leva prejuízo de R$ 7 mil ao ter loja arrombada por ladrões em bairro