Menu
Busca sexta, 30 de outubro de 2020
(67) 99659-5905
DOURADOS

Geraldo conquista recursos para reativar Centro Homeopático

04 janeiro 2018 - 16h50

O deputado federal Geraldo Resende (PSDB) acaba de viabilizar recursos no valor de R$ 400 mil para a reforma completa e revitalização do primeiro Centro Homeopático do país, construído em Dourados. Os valores foram empenhados (autorizados) no último dia 30 pelo Ministério da Saúde e são referentes a uma emenda de autoria do deputado Geraldo Resende. “Estivemos trabalhando já no apagar das luzes em Brasília pela autorização desse recurso, porque ele é muito importante para Dourados. Esperamos que agora a Prefeitura possa dar os encaminhamentos necessários para que, com os recursos em caixa, possa reativar essa importante estrutura o quanto antes”, comemora Geraldo.  

A conquista, segundo o parlamentar atende a um pedido da população, da classe médica e da vereadora Daniela Hall, que comemorou a conquista. “Uma das minhas primeiras ações como vereadora no ano passado foi cobrar melhorias para que o Centro Homeopático não fosse desativado, como mais tarde acabou acontecendo, infelizmente, numa ação da Prefeitura. Estive lá com o deputado Geraldo e o que vimos foi um cenário desolador em que pacientes buscavam o atendimento e encontravam as portas fechadas. Por isso pedi ao deputado Geraldo e nessa semana tivemos a grata alegria do empenho dos valores", destacou.

Daniela disse que apesar da Prefeitura anunciar atendimentos na Policlínica de Atendimento Infantil (Pai) e na Clinica da Mulher, muitas pessoas tiveram dificuldades para serem atendidas. "Tenho certeza de que com a reforma, nossos médicos homeopatas poderão voltar a atender em local único e facilitará o acesso dos pacientes", destaca,

O médico homeopata, Ailton Salviano, que é um dos fundadores do serviço em Dourados, juntamente com o dr. Archiduque Fernandes, disse que com os recursos disponíveis, a reativação do Centro Homeopático só depende da  boa vontade da Prefeitura. Segundo ele, a estrutura foi fechada de forma que leva a entender que foi intencional. “As reformas necessárias eram simples, como uma pintura externa e adequação do telhado para evitar as goteiras. Para isso, não precisaria fechar a estrutura por tanto tempo. Foi uma grande decepção tanto para a população quanto para mim que estive junto com o dr. Archiduque, lutando para difundir a homeopatia em Dourados”, destaca.

Além de reativar o serviço, seria interessante que a Prefeitura pudesse utilizar os investimentos também para a construção de uma farmácia homeopática pública, segundo Salviano. “Na década de 90 começamos a atender em unidades de saúde de Dourados, eu no Pam, no Centro Espírita Emanuel e nas clinicas particulares. O dr. Arquiduque atendia oficialmente na Vila Rosa. Vimos que logo  a demanda cresceu muito porque as pessoas tinham resultado. Porém a maioria delas não podia pagar, o que fez com que lutássemos pela criação do Centro Homeopático no Sistema Único de Saúde, para que atendesse a todas as classes sociais e não somente para quem poderia pagar. Foi muito difícil, depois de muitos anos de luta, ver o Centro Homeopático fechado. Espero que a Prefeitura tenha boa vontade de reativar esse serviço o quanto antes, para que a memória de pessoas que lutaram por essa estrutura, como o saudoso dr. Archiduque seja respeitada”,   acrescenta, observando que a homeopatia é uma medicina muito mais barata e preventiva, fazendo com que cada vez menos pacientes precisem de internações nos hospitais públicos.

Trabalho parlamentar

A  Unidade, que funcionava há 17 anos, foi fechada pela Administração Municipal em junho do ano passado. O serviço atendia cerca de 60 pessoas por dia e possuia 12 mil pacientes cadastrados. Durante todo o segundo semestre os pacientes procuravam o Centro Homeopático e se deparavam com as portas fechadas. "Foi uma importante luta. Enfrentamos a dificuldade de técnicos da Prefeitura cadastrarem a proposta, mas com a interlocução com o Ministério conseguimos que os projetos que enfrentaram repetidas diligências fossem analisados e aprovados para o empenho em pleno sábado. Esta foi um dos investimentos que me fez ficar em Brasília neste final de semana para atender um pedido da população", explicou Geraldo Resende.

Neste período em que a unidade de homeopatia está de portas fechadas, a Prefeitura informou que as crianças estão sendo atendidas no Pronto Atendimento Infantil (PAI) e os adultos na Clinica da Mulher. O valor possibilitará intervenções na cobertura, na parte de hidráulica e elétrica, acessibilidade, climatização, recepção e sala de convivência, além de um espeço para a implantação da Clinica do Idoso.

O Centro Homeopático de Dourados foi implantado pelo ex-prefeito e atual vereador Braz Melo e foi o pioneiro no país, fazendo parte da história da homeopatia brasileira. Um dos maiores entusiastas da ideia foi o Dr. Archiduque Fernandes. Com a e revitalização o centro terá capacidade de atender 2.500 pacientes por mês e ofertará exames e outras especialidades. O prédio em que funciona os atendimentos foi inaugurado em março de 2000, portanto há quase 18 anos.

 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

POLÍCIA
Homem compra moto do amigo e foge com veículo para Goiás sem pagar
POLÍTICA
Alvo de inquéritos, Weintraub é reeleito diretor-executivo do Banco Mundial
BR-262
Motorista de BMW perde controle, bate em poste e carro pega fogo
EDUCAÇÃO
Unidade 1 da UFGD terá nova entrada a partir de 3 de novembro
Homem é socorrido em estado grave ao ser atingido por descarga elétrica
FUTEBOL
Palmeiras anuncia a contratação do técnico português Abel Ferreira
CRIME AMBIENTAL
Paulista é multado em R$ 10 mil por erosões e degradação de córrego
AVANÇO DA PANDEMIA
Brasil chega a 159,5 mil mortes por Covid; casos somam 5,5 milhões
REGIÃO
Não haverá expediente no Poder Judiciário na próxima segunda-feira
CONIVÊNCIA
Traficantes e homicidas confraternizam com policiais em presídio Paraguaio

Mais Lidas

PANDEMIA
Menino de 5 anos é a primeira criança a morrer de coronavírus em MS
BRASIL
Acusado de matar ator Rafael Miguel e os pais é preso no Paraná
VILA VARGAS
Hotéis em distrito de Dourados eram utilizados como entreposto do contrabando
DOURADOS
Funcionário do CCZ é agredido a pauladas durante trabalho de fiscalização