Menu
Busca terça, 20 de abril de 2021
(67) 99257-3397

Gargalo de garrafa vira arma em clubes de Dourados

23 agosto 2005 - 10h14

A maioria dos proprietários de clubes de bailes de Dourados gastam em vão inúmeros valores com seguranças nos finais de semanas e nos feriados prolongados, visando oferecer ao seu público, a maior tranqüilidade possível para os freqüentadores, entretanto, a medida passa a ser paliativa, com a venda de garrafas de cervejas, em vez de latas.A reportagem pode registrar tal risco num dos clubes da cidade, que funciona nos sábados e domingo, quando uma das garrafas vazias acabou por cair e quebrar próximo a uma mesa, com o usuário vindo a se apossar do gargalho dela, devidamente pontiaguda, pronta para se transformar em uma arma em caso de uma possível briga generalizada no interior do recinto.De posse do "gargalho" em uma das mão, ninguém teria coragem de se aproximar da pessoa que estaria com ele, a não ser quando a polícia após ser acionada, chega e tenta negociar para que se desfaça da perigosa arma.A presença de vendas de cerveja em garrafa é possível ser verificada em tradicionais clubes baileiros, como o Querência Gaúcha; Clube dos Baileiros; Disque Lazer e Maranata, fato que acaba por colocar por terra em caso de uma eventual confusão entre os freqüentadores, apesar de todas às medidas cabíveis para que armas tanto branca como de fogo adentre nos salões.Na entrada destes clubes a segurança é realizada com muito rigor, cabendo a duas mulheres em média a vistoriarem o público feminino, inclusive com revista pessoal e nas bolsas, com o mesmo procedimento sendo feito pelos seguranças masculinos. "Infelizmente é uma realidade esta sua observação. Porém não podemos fazer nada, pois não sabemos os critérios que levam os proprietários a não optarem por vendas de cervejas em latas ou até mesmo em garrafas, desde que o líquido fosse transferido delas para copos de plásticos", disse um experiente segurança, acrescentando que uma pessoa agredida ou até mesmo fora de si ou embriagada, numa possível confusão, de posse de um "gargalo" dificilmente seria desarmado. "Nestes casos nos resta apenas a negociar com ele. Caso contrário, há realmente o risco de que ele possa vir a rasgar ou cortar alguém com o gargalo", admitiu o segurança. Ainda com relação a presença de garrafas nos salões, os proprietários disseram que é um risco que eles tem de correr, embora assegurem que o trabalho dos seguranças contratados pelas empresas do setor, realizam um trabalho com muita qualidade e dificilmente fazem o uso de força física para conter algum dos baileiros exaltados. " A maioria dos baileiros conhecem os seguranças. Entre eles existem um mútuo respeito", disse "Ceará", um dos promotores de eventos do Maranata, acrescentando que se criarem uma Lei, mesmo que seja municipal vetando a venda de bebida em garrafas, vai atender. "É verdade que a venda de latas seriam mais seguras, e a sua coleta poderiam servir inclusive à alguma instituição, pois elas são produtos recíclaveis", lembrou ele. Milton da Silva, líder do grupo Tchê Querência e proprietário do Clube Querência Gaúcha, é também favorável a extinção da venda de cerveja em garrafas nos clubes, porém, desde que às distribuidoras também concordassem com essa medida e passassem à fornecer caixas delas em latas, finalizou. "No início o público iria estranhar a presença de latas, com certeza, mas tudo é uma questão de adaptação, principalmente porque em garrafas, elas rendem mais para os que apreciam à bebida", concluiu Milton da Silva, lembrando que ele mantém há mais de cinco anos, um grupo seleto de seguranças na área interna do clube, e que poucas foram as vezes em que às confusões que eles tiveram de intervir,  fizeram o uso de força física.  

Deixe seu Comentário

Leia Também

Queda de jatinho no aeroporto da Pampulha mata piloto e fere dois
ACIDENTE
Queda de jatinho no aeroporto da Pampulha mata piloto e fere dois
Câmeras de segurança flagram atentado a casa de vereador; veja vídeo
FRONTEIRA
Câmeras de segurança flagram atentado a casa de vereador; veja vídeo
Polícia Civil apreende armas de fogo que seriam negociadas
CAMPO GRANDE
Polícia Civil apreende armas de fogo que seriam negociadas
Homem é preso tentando levar quase 250kg de maconha até Goiás
BR-060
Homem é preso tentando levar quase 250kg de maconha até Goiás
Após denúncias, PM apreende veículo com mais de 18 mil maços de cigarro
SANGA PUITÃ
Após denúncias, PM apreende veículo com mais de 18 mil maços de cigarro
EDUCAÇÃO
Aprovados em medicina na Uems já podem realizar matrícula a partir desta terça-feira
BOQUEIRÃO
Homem é preso transportando droga que iria pra a Bolívia
ÁGUA CLARA
Mãe de jovem detido por maus-tratos a papagaio e cadela é multada em R$ 9 mil
ECONOMIA
Dólar fecha em leve alta após mudanças no Orçamento
MINAS GERAIS
Avião cai no Aeroporto da Pampulha, em Belo Horizonte

Mais Lidas

ASSALTO
Mulher tem carro roubado ao parar no semáforo em Dourados
POLÍCIA
Irmãos morrem após serem atropelados por caminhonete em rodovia
LOTERIAS
Mega-Sena premia uma aposta com R$ 40 milhões e 11 douradenses acertam a Quadra
DOURADOS/ITAPORÃ
Produtor rural morto em acidente na MS-156 voltava de aniversário em pesqueiro