Menu
Busca terça, 21 de setembro de 2021
(67) 99257-3397
DOURADOS

Funcionários protestam contra empresa por falta de pagamento e ameaças

18 agosto 2014 - 09h58

Thalyta Andrade

Funcionários da empresa Mega Serv, que presta serviços terceirizados de limpeza em Dourados, realizaram protesto hoje pela manhã para expor a falta de pagamento e também ameaças às quais estariam submetidos. Há tempos os problemas envolvendo atrasos no pagamento por parte da empresa são notícia, mas desta vez, o caso é que todos os 70 funcionários que prestam serviço no HU (Hospital Universitário) estão de aviso prévio e sem estimativa para receber o acerto.

“Acontece que a Mega Serv, por conta desses problemas que envolvem atraso em salários e que acontecem desde sempre, perdeu o contrato que tinha com o HU. Além dessa rescisão que demitiu todo mundo, todos os bens da empresa estão bloqueados por determinação judicial, e agora eles alegam que não tem como pagar acerto para ninguém”, explicou o vice-presidente do STECAD (Sindicato dos Trabalhadores das Empresas de Conservação e Asseio de Dourados), Cícero Amaro da Silva.

Pelo menos 20 pessoas estiveram reunidas hoje pela manhã durante o protesto. A maioria preferiu não se identificar, mas muitos relataram ao Dourados News os vários problemas que envolvem o impasse entre as partes. Todos os funcionários em aviso prévio estão há mais de 10 dias sem receber seus salários, e com as contas acumulando. Segundo o grupo, a empresa não se prontifica em buscar uma solução, e inclusive muitos funcionários teriam sido ameaçados de terem seus avisos rasgados e serem retirados de suas funções antes do fim dos mesmos.

“É uma situação muito difícil. Todos dependem do emprego para viver e agora além de demitidos estamos sem previsão de receber", disse Aparecida Souza, funcionária da empresa. "As contas vão acumulando e a gente se sente um lixo porque a empresa não dá uma satisfação, não está nem aí para nós, ainda ficam com ameaças absurdas”, relatou outra funcionária indignada, que preferiu não se identificar.

Conforme Silva, o sindicato já havia tentado um encontro com a empresa para tentar chegar a uma solução, por intermédio do MPT (Ministério Público do Trabalho). No entanto, nenhum representante da Mega Serv compareceu a reunião que estava agendada para quarta-feira da semana passada. Agora, o sindicato deve entrar com pedido na Justiça para desbloqueio dos bens da empresa com o objetivo de que a folha e o acerto final seja quitado junto aos funcionários.

“Eles alegam que não tem como fazer o acerto, então vamos buscar junto à Justiça o desbloqueio desses bens para que isso possa ser feito. Essa é a alternativa que enxergamos no momento para poder resolver a questão e não permitir que esses funcionários continuem sendo prejudicados dessa forma”, finalizou o presidente do STECAD.

Sem contato

Procurada pelo Dourados News por várias vezes durante a manhã, antes da publicação desta matéria, a Mega Serv não deu retorno sobre o caso. Uma funcionária que atendeu a reportagem pelo telefone informou que todos os possíveis responsáveis que poderiam prestar algum tipo de esclarecimento estavam “ocupados” ou não haviam chegado à empresa.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Homem é preso com carro roubado no RJ que seria levado para a Bolívia
Homem é preso com carro roubado no RJ que seria levado para a Bolívia
IFA
Fiocruz recebe na quarta insumos para produzir 5,2 milhões de doses
NOVA ANDRADINA
Homem é preso pela após agredir esposa durante discussão
BRASIL
Governadores dizem que alta na gasolina é 'problema nacional'
Idoso morre após 1 mês internado e família procura ciclista suspeito
Idoso morre após 1 mês internado e família procura ciclista suspeito
REGIÃO
Mais Social: beneficiários já podem utilizar créditos nesta terça-feira
Mulher finge dormir e flagra marido estuprando neta de 9 anos
ESTADOS UNIDOS
Presidente Bolsonaro se reúne com primeiro-ministro britânico nos EUA
PEDRO JUAN
Irmãos executados na fronteira foram vítimas de fugitivo de presídio
DOURADOS
Vereadores aprovam programa de regularização de edificações

Mais Lidas

DOURADOS
'Buguinha' é presa e diz que matou caseiro por legítima defesa
EVENTO CLANDESTINO
PM encerra festa com pelo menos 2 mil pessoas em Dourados
DOURADOS
Envolvida em execução de detetive é presa novamente em Dourados
LOTERIA
Douradense fatura R$ 31 mil ao acertar na quina