Menu
Busca terça, 20 de outubro de 2020
(67) 99659-5905
PRESENTES E COMEMORAÇÕES

Final de ano deve movimentar mais de R$ 34 mi em Dourados

Final de ano deve movimentar mais de R$ 34 mi em Dourados

04 dezembro 2017 - 17h47Por Gizele Almeida

Nesta segunda-feira (04), o Sindicom (Sindicato do Comércio Atacadista e Varejista de Dourados) divulgou a pesquisa de movimentação de valores para o final do ano em Dourados. Mesmo sem o tradicional “Dourados Brilha” as perspectivas de giro financeiro se mostram positivas e ficam em torno de R$ 34,45 mi.

O levantamento foi realizado com apoio do Fecomércio e o Sebrae, além do Sindicato. É estimado a movimentação média de R$ 10,47 mi em presentes, R$ 12,27 mi em comemorações natalinas e R$ 11,71 mi em comemorações no ano novo.


Quanto ao valor estimado para presentes, se comparado a 2016, quando a média era R$ 11.278.990,89 o total de R$ 10,474.667,69 fica um pouco abaixo. Porém, os dados mostram que os douradenses estão dispostos ao gasto um pouco maior com presentes. No ano passado a média de gasto por presente ficava em R$ 161,05 e em 2017 este fica em R$ 214,32.


Os itens a frente na lista de compra são: roupas (32,07%), brinquedos (26,09 %), calçados (14,13%), acessórios (7,61%), perfume e cosmético (5,98%). 

Ao todo 30,77 % dos entrevistados afirmam intenção de gasto em R$ 101 a R$ 200, 21,37% dos entrevistados acima de R$ 400, 16,24% de R$ 51 a R$ 100, de R$ 301 a R$ 400 são 6,84% e até R$ 50 também 6,84%. 


A preferência para as compras são as lojas do centro (77,31%), em seguida o Paraguai (6,72 %), loja de bairro (2,52%), internet (2,52%), shopping (1,68%), outro (0,84), não sabem (8,40%).

No que se refere a comemoração de ano novo, 54,51% das pessoas pretendem participar, seja com alimentação em casa (42,03%), alimentação na casa de familiares (29,47%) e/ou consumo de bebidas (21,47%). 

Papai Noel

Com o cancelamento do Dourados Brilha, o Sindicom optou por colocar um papai noel para alegrar o público que passar em frente a entidade, localizada na avenida Marcelino Pires, centro. 

Conforme o presidente do Sindicom, Valter de Castro, o objetivo é “uma forma de ajudar a manter a magia do natal com a iniciativa”. 

Neste aspecto, ele cita que “os empresários devem buscar embelezar e alegrar suas lojas para atrair o público”. 

Para 2018, Castro cita que tem buscado junto aos empresários e a Secretaria de Desenvolvimento traçar estratégias para não ocorrer o cancelamento do Dourados Brilha novamente. 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

NÚMEROS DA PANDEMIA
Brasil registra 662 mortes por Covid em 24 horas e se aproxima de 155 mil
Tânia Borges
CNJ mantém afastada desembargadora suspeita de ajudar filho preso
REGIÃO
Pedidos de isenção da taxa dos vestibulares da UFGD terminan sexta-feira
JUDICIÁRIO
STF concede prisão domiciliar a detentos que têm filhos menores
ITINERANTE
Carreta da Justiça volta a atender cidades do interior em novembro
CAMPO GRANDE
Sem dar notícias desde domingo, homem é encontrado morto na cama
CHE TIEMPO GUARÉ
Assembleia concede Moção a desembargador que escreveu livro sobre histórias de Amambai
SEGOV
Decreto amplia luta contra a homotransfobia em Mato Grosso do Sul
REGIÃO
Quase metade do efetivo de policiais de cidade turística está com Covid-19
PANDEMIA
Brasil anuncia que vai comprar 46 milhões de doses da CoronaVac

Mais Lidas

IDENTIFICADO
Vítima encontrada sem vida em bairro de Dourados tinha 17 anos
ACIDENTE
Criança de 3 anos se afoga em piscina de clube e socorristas tentam reanimação
DOURADOS
Homem é encontrado morto em frente residência no Parque das Nações I
ACIDENTE
Identificadas vítimas de capotamento na BR-267