Menu
Busca quarta, 15 de julho de 2020
(67) 99659-5905

Festival Grito Rock começa hoje em Dourados

01 março 2013 - 09h59

Wender Carbonari


Começa nesta sexta-feira (1) a segunda edição em Dourados do festival Grito Rock. Até o próximo domingo (3), 15 bandas de Mato Grosso do Sul e de outros estados vão se apresentar na Praça dos Cinquentenários com entrada gratuita. O Grito Rock acontece no Brasil e, simultaneamente, em outras países, a maioria da América Latina.

O evento é organizado pelo ‘Coletivo Barbariê’, em conjunto com o grupo ‘Músicos em Movimento’ e o ‘Grupão’. De acordo com a assessoria do ‘Grito”, todas as bandas que vão se apresentar de modo voluntário, já que o festival “tem em sua base ideológica ações colaborativas, orgânicas e de conscientização social/cultural/ambiental”, sem objetivo de obter lucros.

Em Dourados os organizadores optaram por incrementar outras formas de artes durante as apresentações das bandas, com a elaboração de um Grafite e outras “intervenções artísticas” junto com o som dos grupos musicais. A “arte integrada” ocorre na tentativa de unir grupos distintos em um mesmo festival.

Nos três dias de evento serão colhidos materiais recicláveis para a realização de uma bioconstrução. Haverá também o posto de coleta de alimentos, roupas e livros que devem ser destinados as aldeias de Dourados.

Confira as bandas que vão se apresentar no Grito Rock de Dourados:

01 de março: Ruído Paralelo (Dourados-MS); Ayn (Dourados – MS); I No Duds (Amambaí – MS); Relatos da Periferia e SenCapuz ( Dourados-MS);

02 de março: Shadowslegacy (Campo Grande – MS); U.S.K (Campo Grande – MS); RITMOSTATO (Maringá – PR); Molécula Tônica (Brasília – DF); 6ª Geração da Família Palim do Norte da Turquia ( Londrina – PR);

03 de março: Febre de Rato (Nova Andradina –MS); Trajeto 2 (Dourados – MS); Xupakabras(Dourados – MS); Butekus (Dourados – MS); Hieron ( Dourados – MS).

O Festival Grito Rock foi criado em 2005 quando os organizadores, membros do grupo “Fora do Eixo”, conseguiram conectar alguns Estados brasileiros para que acontecesse um evento no mesmo período, sendo elaborado por uma comissão local em cada cidade participante. Não havia a mesma proporção de participantes que existe hoje, mas deu certo. Cada comissão teve que se adequar a realidade do lugar onde houve o festival.

Neste ano, o “Fora do Eixo” conseguiu derrubar fronteiras continentais. Mais de 300 cidades devem participar da edição de 2013, sendo estas de 30 países diferentes. Além dos latinos, outros países dos continentes Europa, Oceania e África, integram-se ao evento.

Deixe seu Comentário

Leia Também

DOURADOS
Com procurador suspenso, prefeita nomeia adjunta para a PGM
CRIME AMBIENTAL
Mulher terá que pagar multa de 91,5 mil após desmatar área no Pantanal
LEGISLATIVO
Projeto de Marçal amplia regras para centros de acolhimento a idosos
ECONOMIA
Ministério mantém projeção de queda do PIB em 4,7% neste ano
OPERAÇÃO CONTÁGIO
Délia afasta procurador, servidores e secretários investigados pelo MPE
DOURADOS
Mesmo com pouca chuva, CCZ intensifica trabalho contra a dengue
SAÚDE & BEM - ESTAR
Pedra na vesícula: cálculos que causam dor na região abdominal
Negócios & Cia II
Quais as formas de pagamento mais usadas em empresas?
REGIÃO
Caminhonete com placas de Minas Gerais é recuperada por policiais em MS
CONTRABANDO
Carga com 150 mil maços de cigarros é apreendida no Sul de MS

Mais Lidas

DOURADOS
Atirador chegou em igreja na hora da comunhão e entrou dizendo ter feito bobagem
BARBÁRIE
Vizinhos relatam frieza de atirador que ainda voltou para conferir se ex estava morta
CRIME BÁRBARO
Atirador que matou ex-mulher e feriu crianças fez outras vítimas antes de se suicidar
DOURADOS
Polícia vai à casa onde atirador começou noite sangrenta e identifica testemunhas