Menu
Busca segunda, 19 de abril de 2021
(67) 99257-3397
PANDEMIA

'Fakes' ainda assustam indígenas e atrapalham imunização nas aldeias

26 fevereiro 2021 - 08h58Por Thalyta Andrade

Apesar do percentual elevado de adesão à vacinação contra a Covid-19, profissionais da saúde indígena que trabalham dentro das aldeias Jaguapiru e Bororó, em Dourados, ainda têm dificuldades em alcançar todo o público alvo por causa das ‘fake news’.

A vacinação dentro da reserva, iniciada em 20 de janeiro, já alcançou 61% desse público alvo, que é para pessoas a partir de 18 anos. No entanto, boatos sobre o imunizante ainda circulam em meio a comunidade indígena.

“Temos uma excelente adesão, mas ainda existem muitas pessoas nas aldeias que se negam a receber a vacina porque estão com um pouco de medo. Preferem esperar e ver se alguém vai ter uma reação estranha ou coisa do tipo. Isso acontece principalmente por causa dessas fake news, que infelizmente ainda atrapalham a campanha”, explicou Mariana Euzébio Januário, enfermeira que faz parte da equipe de coordenação técnica do Polo Base de Saúde Indígena.

Algumas das ‘fake news’ que circulam sobre o imunizante contra a Covid-19 envolvem a já conhecida história sobre a vacina transformar pessoas em jacaré, ser uma arma biológica para exterminar a população indígena, transformar em ‘zumbi’, ser usada para implantar um chip para controle mental ou até mesmo promover mudanças de sexo.
“São histórias que correm e que acabam atrapalhando bastante, então temos feito campanhas de conscientização e contado com a ajuda de lideranças para romper essa barreira”, apontou Mariana.

O Dourados News esteve ontem (25) em alguns postos de saúde da reserva. Sérgio Araújo, de 45 anos, aguardava em um posto da aldeia Bororó para receber a segunda dose de Coronavac. 

“Eu tenho medo é da doença e não da vacina. A gente vê na cidade muita gente doente e morrendo e fica com medo. É importante sim tomar”, disse o indígena kaiowá. Ele contou ainda para a reportagem que todos de sua família foram imunizados. 

Na aldeia Jaguapiru, encontramos Reginaldo Ortiz, de 27 anos. Ele, que também aguardava para receber a segunda dose da vacina, contou que o filho o alertou sobre ‘virar zumbi’.
“Quando eu disse que estava vindo no posto para tomar a vacina ele disse para eu tomar cuidado para não virar zumbi. Eu dei risada. Ainda acontecem essas conversas aqui na aldeia, mas a gente tem que ter medo da doença. Não tem nada a ver essas histórias”, ressaltou Ortiz.

A prioridade para o recebimento de doses de vacina também é um fator que acabou gerando desconfiança na comunidade. Das 14.894 doses de Coronavac recebidas pela Secretaria Municipal de Saúde em 19 de janeiro, 11.600 foram destinadas à população indígena. 

A estimativa é de que a cobertura vacinal nas aldeias Jaguapiru e Bororó alcance um total de 10.382 pessoas. Até ontem (25), 6.636 indígenas tinham sido vacinados, conforme dados do Polo Base de Saúde Indígena de Dourados (confira aqui).
 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Em mais um ciclo de Colações Virtuais, UEMS forma 280 profissionais
EDUCAÇÃO
Em mais um ciclo de Colações Virtuais, UEMS forma 280 profissionais
Família aciona polícia após mulher morrer com traqueia perfurada
Com 100% dos leitos ocupados, Dourados tem 16 pacientes na lista de espera por UTI Covid
PANDEMIA
Com 100% dos leitos ocupados, Dourados tem 16 pacientes na lista de espera por UTI Covid
Homem dá tapa no rosto de esposa e a faz descer do carro com a filha
Prefeitura prorroga medidas restritivas contra a Covid e mantém 'lei seca' após as 21h
DOURADOS
Prefeitura prorroga medidas restritivas contra a Covid e mantém 'lei seca' após as 21h
LAGUNA CARAPÃ
Três veículos com produtos de descaminho são apreendidos em rota de contrabando
FERIADÃO
Comarca de Miranda não terá expediente entre hoje e quarta
BRASIL
Após uma semana, vacinação contra gripe atinge 1,8% do público-alvo
REGIÃO
Trabalhadores rurais encontram corpo carbonizado às margens da BR-163
BR-463
Veículo furtado em São Paulo é recuperado pela polícia

Mais Lidas

ASSALTO
Mulher tem carro roubado ao parar no semáforo em Dourados
POLÍCIA
Irmãos morrem após serem atropelados por caminhonete em rodovia
DOURADOS
Interno morre após briga com companheiro de cela da PED
PED
Arma de fabricação caseira é encontra em cela de interno morto