Menu
Busca segunda, 25 de outubro de 2021
(67) 99257-3397
POLO INDUSTRIAL

Expansão industrial impulsiona investimentos logísticos em Dourados

18 setembro 2021 - 07h15Por André Bento

A expansão industrial de Dourados, onde estão instaladas usinas capazes absorver parte importante da produção estadual de soja e milho, tem motivado investimentos públicos e privados para melhoria logística no município e facilitar a chegada dos grãos produzidos em toda a região. 

O contrato de R$ 50 milhões formalizado no início deste mês pela Agesul (Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos) para que a Teccon S/A Construção e Pavimentação asfalte quase 25 quilômetros da MS-162 é um deles. 

A pavimentação do trecho da rodovia estadual a partir da Placa do Abadio vai facilitar a ligação entre Maracaju, maior produtor estadual de grãos, a Dourados, passando por Itaporã. Trata-se de uma rota alternativa à MS-156.

Além disso, o Ministério da Infraestrutura tornou público nesta sexta-feira (17) ter concedido autorização para a empresa Estrada de Ferro Paraná Oeste S.A - Ferroeste construir e explorar Estrada de Ferro localizada entre os municípios de Maracaju e Dourados, em Mato Grosso do Sul, pelo prazo de 99 anos. 

Assinado pelo secretário executivo da pasta, Marcelo Sampaio Cunha Filho, o aviso de autorização foi publicado na edição de hoje do Diário Oficial da União e detalha que o Processo SEI n° 50000.025747/2021-81 seguirá para continuidade da instrução processual.

A publicação ocorre para que o Ministério da Infraestrutura comunique ao público em geral, de acordo com o inciso II, §2°, do art. 7° da Medida Provisória n° 1.065, de 30 de agosto de 2021, que conheceu o requerimento da empresa interessada em implantar o ramal ferroviário entre Maracaju, maior produtor de grãos sul-mato-grossense, e Dourados, onde estão instaladas usinas capazes absorver parte importante da produção estadual de soja e milho.

No dia 2 de setembro o presidente Jair Bolsonaro e o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, receberam pedido de investimento de R$ 2,85 bilhões para construção de uma ferrovia com 76 quilômetros de extensão entre Maracaju e Dourados.

O pleito por recursos foi feito pelo Governo do Paraná através da Medida Provisória 1.065/2021, que cria o programa Pro Trilhos para impulsionar o surgimento de novas ferrovias no Brasil, de forma mais célere e simplificada, a partir do instrumento da autorização. (entenda)

Embora também haja expectativa pelos ramais da Nova Ferroeste, que deve ligar Maracaju ao Porto de Paranaguá, no Paraná, principal porta de exportações do agronegócio brasileiro, a maior cidade do interior de Mato Grosso do Sul pode ser o destino final de toneladas de grãos.

Inaugurado em 2019, o complexo industrial da Coamo tem capacidade para processar 3 mil toneladas de soja diariamente e refino de 720 toneladas/dia de óleo de soja. Fruto de investimentos que chegaram a R$ 750 milhões, é uma das maiores na América Latina para o esmagamento da oleaginosa. 

Conforme a Cooperativa Agroindustrial que já conta com instalações em três estados – Paraná, Santa Catarina e Mato Grosso do Sul, a unidade douradense pode produzir 11 milhões de caixas de óleo refinado por ano e facilitar a chegada dos produtos da marca aos clientes finais de estados do Centro-Oeste e do Sudeste. (confira)

Também no município, a Inpasa Agroindustrial S.A está investindo quase R$ 2 bilhões para construção de sua maior planta industrial no Brasil, voltada à produção de Etanol anidro e hidratado, DDGS e óleo bruto e refino de óleo. Toda a matéria-prima é o milho produzido num raio de 150 a 200 quilômetros de distância,  

No final de agosto, durante ato para assinatura do termo de investimento na unidade, o governador Reinado Azambuja (PSDB) destacou que a planta industrial da Inpasa terá capacidade de processar o equivalente a 20% da produção sul-mato-grossense do cereal, considerando as 10,618 milhões de toneladas colhidas em 2020. (relembre)

Ambas as indústrias estão localizadas na BR-163, saída para Caarapó, e devido ao fluxo cada vez maior de veículos no trevo do quilômetro 258 da rodovia federal, a CCR MSVia vai investir R$ 25 milhões na construção de um viaduto para melhorar as condições de trafegabilidade e segurança no trecho que dá acesso à cidade pela Rua Coronel Ponciano. (saiba mais)

Deixe seu Comentário

Leia Também

Homem morto em troca de tiros era especialista em invadir comércios
CAMPO GRANDE
Homem morto em troca de tiros era especialista em invadir comércios
MERCADO FINANCEIRO
Dólar comercial cai para R$ 5,55 em dia de ajustes no mercado
CAPITAL
Homem é suspeito de estuprar enteada durante idas da esposa à igreja
MS lança programa para melhorar alfabetização da rede pública
EDUCAÇÃO
MS lança programa para melhorar alfabetização da rede pública
Há quase 48h sem energia, moradores relatam dificuldades em bairro de Dourados
PÓS TEMPORAL
Há quase 48h sem energia, moradores relatam dificuldades em bairro de Dourados
PORTO MURTINHO
Homem morre após perder controle de direção e cair em ribanceira
AÇÃO PARLAMENTAR
Simpósio aborda uso de tecnologias para área da Engenharia de Agrimensura
DOURADOS
Ladrões furtam botijões de gás no Harrison de Figueiredo
DOURADOS
Homens invadem sítio e furtam porcos e frangos
DOURADOS
Semed suspende aulas em turma após aluno testar positivo para Covid

Mais Lidas

CÁRCERE PRIVADO
Tentativa de sequestro a criança termina com jovem preso em Dourados
CLIMA
Vendaval atinge Dourados e deixa rastro de destruição
ACIDENTE
Morto em acidente na BR-163 voltava de festa em Caarapó
DOURADOS
Vento supera 40 quilômetros por hora e grande perigo de tempestade inicia de tarde