Menu
Busca quinta, 23 de setembro de 2021
(67) 99257-3397
SAÚDE PRIVADA

“Existe um gargalo que castiga os planos de saúde”, aponta maior operadora do Estado

06 setembro 2014 - 07h15

Thalyta Andrade

Na última reportagem da série que abordou os problemas na rede privada de saúde em Dourados e no Estado, o Dourados News destaca o que dizem as operadoras sobre as reclamações de conveniados e sobre o cenário em geral. Na primeira reportagem [(confira clicando aqui)](http://www.douradosnews.com.br/dourados/especial-saude-caos-se-da-ate-com-quem-utiliza-planos-privados-para-atendimento), a Cassems (Caixa de Assistência aos Servidores do Estado de Mato Grosso do Sul) e a Unimed foram os principais alvos das reclamações de conveniados douradenses e também da região.

Com mais de 20 milhões de clientes em todo o país, presente em 83% do território e detentora de 32% do mercado nacional de planos de saúde - conforme destacado em seu portal na internet - a Unimed foi procurada pelo Dourados News em sua filial de Dourados no dia 2 deste mês. A reportagem foi orientada a encaminhar um e-mail com os questionamentos feitos pelos clientes, e isso foi feito no mesmo dia. Depois, o Dourados News foi informado que as respostas seriam encaminhadas, mas isso não ocorreu até a publicação desta matéria.

Já a Cassems se manifestou por meio da assessoria e encaminhou seus esclarecimentos sobre os problemas e questionamentos expostos pelos conveniados à reportagem do Dourados News. Em nome da Direção de Assistência à Saúde e presidência, a assessoria informou ser o maior plano de saúde de Mato Grosso do Sul com uma rede de 2,3 mil profissionais credenciados que atendem em todos os municípios.

Questionada sobre as queixas que dizem respeito à demora para que os pacientes consigam marcar consultas e exames, que em boa parte dos casos – conforme relatado pelos entrevistados – podem demorar vários meses, a assessoria justificou que a situação é reflexo das dificuldades de se encontrar determinados profissionais de algumas especialidades, sendo este um problema nacional e não estadual, e ressaltando que a Cassems atende aos prazos de data limite de marcações regulamentados pela ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar).

Sobre problemas com os profissionais credenciados à rede, a Cassems negou qualquer tipo de conflito e ressaltou uma “relação respeitosa e de mútua ajuda”. Com relação aos relatos que apontaram o desrespeito de profissionais a horários marcados, a assessoria informou que cada tipo de atraso precisa ser esclarecido, e justificou que muitas vezes o profissional se atrasa por estar em atendimento de urgência, cirurgia ou em consulta onde o estado ou perfil do paciente demanda mais tempo.

A Cassems admitiu ainda não poder fazer a gestão de agenda do profissional, porque isso fere o preceito da ética, mas destacou que se algum paciente percebe que há profissional atrasando continuamente, ou sendo desrespeitoso de qualquer modo que seja, ele está em total direito de encaminhar reclamação para que a ouvidoria possa estabelecer uma notificação baseada em queixa formalizada seja com os profissionais, clínicas, ou hospitais da rede credenciada.

Por fim, a assessoria informou em nome do presidente da Cassems, Ademir Cerri, que Dourados atende a uma macroregião mais populosa até que a de Campo Grande, e até por este motivo a Cassems inaugurou na cidade seu primeiro hospital. “Existe um gargalo que castiga os planos de saúde e seus beneficiários por falta absoluta de profissionais em várias especialidades. Há casos em que alertamos e direcionamos nossos usuários para atendimento em Campo Grande, onde a gama de profissionais é maior, as opções de atendimento mais amplas, com uma rede melhor aparelhada, e de menor congestionamento. Foge ao nosso controle uma melhoria ou ampliação nos atendimentos em algumas regiões carentes de especialidades médicas, mas nos preocupamos muito com esse desequilíbrio e, por isso, criamos no ano passado o projeto Cassems Itinerante, que leva atendimento em algumas especialidades escassas no interior do Estado".

Deixe seu Comentário

Leia Também

CAPITAL
Suspeito de furtar bicicleta é apedrejado e vai parar em hospital
CÂMARA DOS DEPUTADOS
Aprovada isenção de IR para aposentados com sequelas de covid-19
Mulher ganha R$ 50 mil no Nota Premiada com recibo do enterro do pai
Mulher ganha R$ 50 mil no Nota Premiada com recibo do enterro do pai
SAÚDE
Preso, Roberto Jefferson vai passar por cirurgia de cateterismo
CAPITAL
Após ser acusado de roubo, homem tenta matar mulher a facada
ONLINE
UEMS realiza palestra sobre 'Leitura e Literatura para bebês e crianças'
CAPITAL
Família faz vaquinha de R$ 21,9 mil para cirurgia de bebê de 8 meses
ASTRONOMIA
Entenda o que é equinócio, fenômeno que dá início à primavera
MARACAJU
Padrasto foge após menina contar a amiga da família que era estuprada
JUDICIÁRIO
Plataforma no portal do TJ/MS facilita busca de veículos apreendidos

Mais Lidas

DOURADOS
Vizinhos sentem mau cheiro e idoso é encontrado morto no Novo Horizonte
PEDRO JUAN CABALLERO
Adolescentes desaparecidas na fronteira são localizadas
FRONTEIRA
Adolescentes brasileiras estão desaparecidas desde o último sábado
DOURADOS
Maconha apreendida em barracão usado como entreposto do tráfico pesou mais de 1,5t