Menu
Busca quarta, 27 de janeiro de 2021
(67) 99257-3397
DIA NACIONAL

Exército monta esquema de guerra contra o Aedes aegypti

13 fevereiro 2016 - 11h00

A 4ª Brigada de Cavalaria Mecanizada – Brigada Guaicurus montou um esquema de “guerra” contra o mosquito Aedes aegypti, transmissor da Dengue, Febre Chikungunya e Zika Vírus, em Dourados, como parte do Dia Nacional de Mobilização Zika Zero, realizado em todo país neste sábado (13). A intenção é alertar a população sobre o papel de todos no enfrentamento ao mosquito.

Os militares, com o apoio de órgãos de segurança, prefeitura, universidades e outros, montaram estrutura em quatro pontos de grande movimentação de pessoas. São estes a praça Antônio João, Associação Nipo Brasileira, Parque dos Ipês e Shopping Avenida Center. Estas vão ficar a postos até às 13h, entregando materiais informativos e explicando o papel de cada indivíduo na luta contra o Aedes.

Na praça ainda haverá neste período, a apresentação da banda do Exército, oficina educativa sobre como cuidar bem dos quintais e apresentação dos acadêmicos de artes cênicas da UFGD (Universidade Federal da Grande Dourados). Essas mesmas ações serão levadas às 16h ao Shopping.

Ainda até às 13h, mais 25 equipes de militares com o apoio de agentes de endemias e outros órgãos, vão percorrer a cidade numa ação volante que pretende atingir a maior quantidade de bairros. Pelo menos 600 militares estão envolvidos nas ações, além dos agentes que fazem apoio às atividades.

“Hoje é um dia de conquista de mentes e corações. Não é só a prefeitura, o governo do Estado ou o governo federal, é papel de cada indivíduo esse enfrentamento. Se cada cidadão não se conscientizar de que é também sua responsabilidade, nós vamos perder essa guerra”, afirma o comandante da 4ª Brigada, general Rui Matsuda.

Ele lembra que os militares estão há quase um mês realizando a ação de apoio às atividades da prefeitura no plano de contingência contra o mosquito implantado no município. Nesse período, o general conta que eles perceberam uma população cada vez mais consciente.

“Nós percebemos que a conscientização tem aumentado, mas também que é preciso uma verificação ainda mais profunda das casas. Uma fiscalização superficial não adianta mais, porque o mosquito está colocando seus ovos em locais cada vez mais de difícil acesso, por isso a checagem deve ser diária e feita por cada indivíduo. Cada um de nós cidadãos, precisamos ficar mais atentos”, afirmou Matsuda.

De acordo com o secretário de Saúde, Sebastião Nogueira, levantamento feito pelo órgão aponta que 80% dos focos de proliferação do mosquito estão dentro das residências. “Existe em terrenos baldios e em outros lugares, mas a maioria está nas casas. As residências se tornaram o supermercado do mosquito e a comida deles é a gente, pois se alimentam de sangue”, explica.

Ele alerta que cada vez mais o mosquito está adaptado ao ambiente urbano e que, por isso, é necessário o combate por todos. “A prefeitura tem feito um trabalho contínuo e eficaz, durante o ano todo e nunca parou. O que temos agora é a intensificação dessas atividades, mas a população precisa fazer sua parte também”, afirma o secretário.

Nogueira lembra que a após as chuvas que atingiram Dourados, a cidade corre o risco de ter uma epidemia de Dengue, mas que isso não é um caso isolado. “Isso não é algo especificamente daqui, vem acontecendo em todo o país, por isso o enfrentamento nacional. Mas, nós corremos esse risco e precisamos do apoio da população, pois onde não tem mosquito, não tem doença”, pontua.

Samanta diz que ação ajudar a relembrar os que esquecem de cuidar dos quintais (Foto: Fabiane Dorta)

A consultora de vendas Samanta Ribeiro, 24, recebeu os materiais informativos entregues pelos militares no centro da cidade neste sábado. Segundo ela, é um bom alerta para aqueles que não lembram de cuidar dos quintais. “A pessoa as vezes sabe que tem que fazer, mas esquece a importância, então esse trabalho é muito bom”, relata.

Erika Kato, 29, que também é consultora de vendas lembra que a ação, realizada pelo exército, passa credibilidade e chama a atenção de quem passa para o tema. “Quando um militar te aborda, fardado, você sente uma ‘pressão’ maior, para e ouve o que ele tem a dizer. Acho que isso contribui bastante”, relata.

A ação realizada neste sábado faz parte do Plano Nacional de Enfrentamento ao Aedes e à Microcefalia. Neste Dia Nacional de Mobilização Zika Zero, foram mobilizados 220 mil militares do Exército, Marinha e Aeronáutica para a ação no país, sendo 11 mil em Mato Grosso do Sul.

Além da entrega de materiais informativos, foi enviado pela presidência da república um ministro para cada capital brasileira. Está em Campo Grande na manhã deste sábado o ministro do Esporte, George Hilton, [relembre aqui]( http://www.douradosnews.com.br/noticias/cidades/ministro-george-hilton-vem-hoje-ao-ms-para-dia-nacional-de-mobilizacao-zika-zero).

Deixe seu Comentário

Leia Também

Previsão de pancadas de chuva e máxima de 29°C nesta quarta
DOURADOS
Previsão de pancadas de chuva e máxima de 29°C nesta quarta
FUTEBOL
Atlético Mineiro vence Santos e sobe na tabela do Brasileiro
CAMPEONATO BRASILEIRO
Palmeiras e Vasco ficam no empate no Allianz Parque
BRASIL
Governo impede entrada de estrangeiros no país por terra e água
BALANÇO
TST fechou 2020 com mais processos julgados que em 2019
EDUCAÇÃO
Curso de Psicologia promove palestra on-line para tirar dúvidas dos recém-formados
REUNIÃO
Petrobras elege novo Diretor de Refino e Gás Natural
216 VAGAS
Fiems inaugura Edifício Garagem para atender unidades do Sesi e Senai na Capital
CULTURA
Prêmio Sesc de Literatura abre inscrições para edição 2021
OPINIÃO
Ignore o fardo e viva a vida

Mais Lidas

ACIDENTES
Trânsito de Dourados faz terceira vítima fatal no ano, todas motociclistas
TEIXEIRA
Ex-primeira-dama morre cinco dias após o marido em Dourados
BR-276
Carreta com quase dez toneladas de maconha é apreendida em Dourados
DOURADOS
Empresária leva prejuízo de R$ 7 mil ao ter loja arrombada por ladrões em bairro