Menu
Busca sábado, 19 de setembro de 2020
(67) 99659-5905
AGRICULTURA

Excesso de chuva não atrapalha colheita do milho, diz especialista

01 junho 2015 - 12h15

O excesso de chuva dos últimos dias, não irá atrapalhar a colheita do milho safrinha na região de Dourados. A planta está em um período onde a quantidade de água, que se acumulou no solo durante esse período, será útil nos próximos dias, para a formação do grão.

O histórico de chuvas na região, segundo a ferramenta Guia Clima da Embrapa do município, para o mês de maio, seria de 105,7 mm, mas o registrado ao longo do mês foi de 209 mm, ou seja, praticamente dobrou.

De acordo com o agrometeorologista da Embrapa Agropecuária do Oeste, em Dourados, Cláudio Lazzarotto, a chuva neste período favorece a planta e não leva a perda.

“Não tem como os produtores ficarem preocupados, foi positivo e favorável para a planta que está verde, pois nesta safra ele não plantou muito cedo o milho, devido ao atraso na colheita de soja. O que preocupa com a chuva, são as condições em que ficarão as estradas, para escoarem os grãos, durante a colheita que deve se iniciar na segunda quinzena de junho”, disse Lazzarotto em entrevista ao Dourados News.

Segundo o agrometeorologista, com a chuva, as estradas acabam ficando com muito buraco e pode atrapalhar a circulação dos caminhões durante a colheita, aliado a isso a perda do produto nos caminhões até o destino final.

Sobre o frio e a chuva para os próximos dias ele tranquiliza, pois não há previsão de geada nesta primeira quinzena de junho.

“O produtor pode ficar tranquilo, pois não tem previsão de geada nesta primeira quinzena. A temperatura irá ficar amena, como está atualmente, típicas do período de outono, nada de temperaturas baixas. Já a chuva será com frequência. Serão fracas, porém frequentes”, explica Cláudio.

Para o início do mês, Lazzarotto conta que ainda pode haver dias chuvosos, mas que não atrapalhará as plantações de milho na região. Na última semana, foram registradas queda de temperatura devido a uma frente fria que se instalou no Estado, trazendo a chuva e com isso o frio. Em Dourados, a sexta-feira (29) registrou a temperatura mais baixa do ano, com 8,4ºC.

Para a primeira semana de junho, a previsão é que a temperatura oscile no município, entre máxima de 29ºC e a mínima pode chegar a 9ºC, segundo o site Clima Tempo.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CAPITAL
Modelo é estuprada sob ameaça e usa rede social para falar do crime
POLÍTICA
Maia diz que visita de secretário de Trump afronta autonomia do Brasil
CRIME AMBIENTAL
Paulista é autuado em R$ 22 mil por desmatamento ilegal de vegetação nativa
FUTEBOL
Prefeitura do Rio autoriza volta do público aos jogos no Maracanã
CAPITAL
Um dia após pedir medida protetiva, mulher tem pertences incendiados
RECURSOS NATURAIS
Egressa da UEMS desenvolve cosméticos artesanais veganos
SÃO GABRIEL
Censurado, outdoor anti-bolsonarista amanhece com Artigo da Constituição
UFGD
Inscrições ao Vestibular de Licenciatura em Letras-Libras começam 2ª-feira
BRASILÂNDIA
Após ganhar liberdade, mulher que matou homem volta para prisão
RECURSOS
União deposita R$ 20 milhões da Lei Aldir Blanc para Mato Grosso do Sul

Mais Lidas

PERIGO POTENCIAL
Vendaval pode atingir Dourados e outras 35 cidades de MS, segundo alerta do Inmet
DOURADOS
Mulher estaciona em vaga preferencial e é xingada por médico
ELEIÇÕES 2020
Convenções chegam ao fim e sete nomes são lançados à prefeitura de Dourados
FRONTEIRA
Estudante morre após procedimento estético em clínica clandestina