Menu
Busca quarta, 23 de setembro de 2020
(67) 99659-5905
DOURADOS

Exames são regulados em postos de saúde e HU alega dívida por parte do município

17 junho 2015 - 06h36

Usuários da rede pública de saúde entraram em contato com o Dourados News reclamando de dificuldades para conseguir agendar exames laboratoriais através dos postos de saúde do município. De acordo eles, ao procurar as unidades, os pacientes são avisados que em média, apenas dois exames são liberados diariamente.

O caso teria iniciado há pelo menos um mês. Em períodos normais, os postos chegavam a realizar mais de 20 acessos a cada dia.

O fato, conforme apurado pela reportagem, é originado de um problema contratual e financeiro entre a administração municipal e o Hospital Universitário, maior prestador de serviço para a realização desses exames.

Questionada sobre a situação, a assessoria de imprensa da prefeitura disse saber do problema, mas se limitou a informar, através de nota, que a restrição não é originada por parte da Secretaria de Saúde, e sim, pelo HU, já que outros centros conveniados com o SUS (Sistema Único de Saúde) em Dourados realizam os exames normalmente.

O Dourados News entrou em contato com o hospital para saber os motivos da medida e a informação é que a unidade apenas tem cumprido o que foi acertado com o município, alegando ainda não receber os repasses específicos desde fevereiro.

“O Hospital Universitário não está restringindo a realização de exames, nem para pacientes internos e tampouco para pacientes externos encaminhados nas unidades públicas de saúde de Dourados. Ocorre que o valor que deveria ser repassado pela prefeitura ao HU-UFGD para o custeio das atividades previstas no contrato não vem sendo transferido desde fevereiro deste ano”, diz o HU através de nota encaminhada pela assessoria de imprensa.

De acordo com o material, no contrato administrativo nº 604/2014, celebrado entre a prefeitura de Dourados e o HU-UFGD, o hospital tem como meta mensal a realização de 36 mil exames laboratoriais e 1.330 exames de imagem (distribuídos entre Radiologia, Ultrassonografia, Endoscopia, Métodos Diagnósticos por Especialidades e Tomografia) e teria ultrapassado essa marca nos meses de fevereiro, março e abril.

“Tais exames têm sido devidamente realizados e em algumas modalidades, como a laboratorial, vinham ultrapassado em muito a meta estipulada pelo contrato. Em fevereiro, março e abril, por exemplo, o HU-UFGD efetuou 36.645, 45.377 e 44.210 exames laboratoriais, respectivamente”, disse o hospital, completando em seguida, “o mesmo ocorreu com as modalidades de exames de imagem, que vinham superando a meta – com exceção dos exames de Endoscopia, em função da manutenção de alguns aparelhos”.

Por fim, a assessoria do Hospital Universitário disse que o não recebimento desses repasses tem obrigado o hospital a ‘atuar estritamente dentro das metas estipuladas, usando apenas recursos próprios e não podendo ultrapassar os números como vinha fazendo anteriormente’.

O Dourados News voltou a procurar a administração para saber o que teria originado o atraso e as medidas a serem tomadas para que a situação se normalize, porém, não houve qualquer tipo de resposta sobre a alegação do hospital.

Outro ponto é que boa parte dos servidores do HU aderiu a greve dos técnicos-administrativos da Universidade Federal, porém, a situação não estaria influenciando no atendimento, já que a realização de boa parte dos atendimentos laboratoriais são feitos por empresas terceirizadas.

Confira nota do material repassado pelo HU na íntegra:

O Hospital Universitário da Universidade Federal da Grande Dourados (HU-UFGD) esclarece que não está restringindo a realização de exames, nem para pacientes internos e tampouco para pacientes externos, encaminhados via Sistema de Regulação, situação na qual se enquadra a demanda de exames solicitados nas unidades públicas de saúde do município de Dourados.

Está explícito no Contrato Administrativo nº 604/2014, celebrado entre a Prefeitura de Dourados e o HU-UFGD, que o hospital tem como meta mensal a realização de 36 mil exames laboratoriais e 1330 exames de imagem (distribuídos entre Radiologia, Ultrassonografia, Endoscopia, Métodos Diagnósticos por Especialidades e Tomografia).

Tais exames têm sido devidamente realizados e em algumas modalidades, como a laboratorial, vinham ultrapassado em muito a meta estipulada pelo contrato. Em fevereiro, março e abril, por exemplo, o HU-UFGD efetuou 36.645, 45.377 e 44.210 exames laboratoriais, respectivamente. O mesmo ocorreu com as modalidades de exames de imagem, que vinham superando a meta – com exceção dos exames de Endoscopia, em função da manutenção de alguns aparelhos.

Ocorre que o valor que deveria ser repassado pela Prefeitura de Dourados ao HU-UFGD para o custeio das atividades previstas no contrato não vem sendo transferido desde fevereiro deste ano. Tal situação tem obrigado o HU-UFGD a atuar estritamente dentro das metas estipuladas, usando apenas recursos próprios e não podendo ultrapassar os números como vinha fazendo anteriormente.

Deixe seu Comentário

Leia Também

BRASIL
Caixa Econômica lança a "Super Sete" nova modalidade de loteria
POLÍCIA
Homem morre ao tentar invadir delegacia de Glória de Dourados
RIO DE JANEIRO
Alerj autoriza continuidade do processo de impeachment contra Witzel
DESCAMINHO
Polícia apreende carreta com cigarros e causa prejuízo de dois milhões
JUSTIÇA
Loja deve trocar produto que apresentar defeito até 6 meses de uso
PRESIDENTE INVESTIGADO
Julgamento no STF sobre depoimento de Bolsonaro será em plenário virtual
ITAQUIRAÍ
Ação conjunta prende traficante e apreende duas toneladas de drogas
LOTERIA
Confira as dezenas sorteadas da Mega-Sena; prêmio é de R$ 43 milhões
MÚSICA
Gerson King Combo, cantor pioneiro do soul e funk, morre aos 76 anos
PONTA PORÃ
Antes de morrer, estudante disse que procedimento estético foi feito em casa

Mais Lidas

DOURADOS
Motorista bêbado atropela cinco pessoas que voltavam da igreja no Novo Horizonte
DOURADOS
Após bebedeira, homem é assassinado por “dar em cima” de esposa do acusado
DOURADOS
Motorista que fez 'strike' e atropelou cinco no Novo Horizonte é levado à PED
DOURADOS
Carro carregado com calhas capota após colisão e mulher fica ferida