Menu
Busca sábado, 06 de junho de 2020
(67) 99659-5905
DOURADOS

Ex-secretária e suplente de Braz na Câmara troca PL pelo PSDB

03 abril 2020 - 18h05Por Adriano Moretto

A ex-secretária de Administração e Educação de Dourados, Denize Portollan, trocou o PL pelo PSDB na tarde desta sexta-feira (3/4). 

Primeira suplente do vereador Braz Melo (MDB) ela passa agora a integrar o ninho tucano mirando as eleições municipais de outubro próximo. 

Denize foi um dos alvos da Operação Pregão, desencadeada pelo MPE (Ministério Público Estadual) em 31 de outubro de 2018, apurando série de irregularidades em processos licitatórios firmados pelo Município.  

Em setembro do mesmo ano, ela chegou a assumir a vaga de Braz na Câmara de Dourados após o afastamento do titular, por determinação judicial, devido a condenação por improbidade administrativa na época em que comandava a prefeitura, na década de 1990.

Porém, devido a operação e a prisão, Denize acabou sem o mandato, também após a Justiça intervir, dando lugar à segunda suplente, Lia Nogueira. 

Retorno

Na quarta-feira, o STJ (Superior Tribunal de Justiça) acatou recurso do MPF (Ministério Público Federal) contra a decisão que havia devolvido o mandato de Braz Melo à Câmara de Dourados, em junho do ano passado. 

No dia seguinte, a defesa de Denize já traçava estratégias para conseguir, na Justiça, derrubar o afastamento dela para que possa assumir o posto quando cumprida a determinação contra o titular do posto. 

“Estamos já com pedido no Tribunal para que o afastamento na Câmara seja revogado, em razão, agora, de um fato novo, que o Braz Melo novamente perdeu o mandato, e espero que até semana que vem tenhamos decisão do agravo de instrumento do afastamento judicial da Denize Portolann”, disse ontem ao Dourados News o advogado Alexsander Niedack Alves.

Ele disse esperar ordem semelhante às concedidas aos vereadores Pedro Pepa (DEM), Cirilo Ramão (MDB) e Idenor Machado (PSDB), que tiveram afastamentos revogados no ano passado e retomaram os respectivos lugares na Casa.

Diferente de Denize, os três parlamentares citados são investigados por esquema de corrupção na Câmara. Eles acabaram presos no dia 5 de dezembro de 2018 dentro da Operação Cifra Negra. 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

TRAGÉDIA
Ultrapassagem pode ter causado acidente que matou duas pessoas na MS-376
AUXÍLIO EMERGENCIAL
CEF abre agência em Dourados neste sábado
TV DOURADOS NEWS
Vice-presidente da Aced diz que o lockdown é fatal para empregos e empresas; assista a entrevista
CHAPADÃO DO SUL
Depois de fugir do cativeiro, professor passou noite escondido em mata
INQUÉRITO
Presidente da Fundação Palmares será investigado por suspeita de racismo
TRÊS LAGOAS
Traficante tenta se esconder embaixo da cama após batida da Polícia
TECNOLOGIA
Detran/MS explica passo a passo como obter licenciamento através de aplicativo
TRÊS LAGOAS
Homem condenado a 10 anos de prisão por estuprar criança é preso
EDUCAÇÃO
IFMS abre inscrições para cursos técnicos presenciais na terça-feira
EDUCAÇÃO
Enem 2021 pode ser suspenso por falta de recursos, alerta MEC em ofício

Mais Lidas

PANDEMIA
Em disparada, casos de Covid-19 tem novo recorde diário e passam de 400 em Dourados
DOURADOS
Suspeito de apontar arma na cabeça de motoboy para roubar veículo é apreendido
DOURADOS
Empresário que vendeu gasolina sem imposto vê tributo mal usado no país
DOURADOS
Polícia descobre central que abastecia “bocas de fumo” e prende traficante