Menu
Busca quinta, 26 de novembro de 2020
(67) 99659-5905
CRIME

Ex-integrante de grupo de Rap é morto a tiros em Dourados

23 fevereiro 2020 - 07h45Por André Bento e Osvaldo Duarte

Moacir dos Santos Quevedo, de 43 anos, conhecido como Langão, morador no Jardim Clímax, em Dourados, foi morto a tiros na noite de sábado (22). No final da década de 1990, ele foi integrante do grupo “Fase Terminal”, que fez sucesso na cidade com músicas nos estilos rap e hip-hop.

Às 20h15 de ontem, ele estava em um ponto de venda de lanches na Rua Independência, Vila Erondina, quando foi alvejado por pelo menos 10 tiros de pistola calibre 9 milímetros. No local, investigadores da Polícia Civil encontraram ao menos nove cápsulas deflagradas.

O suspeito do crime é um homem ainda não identificado que chegou de bicicleta ao local e fez o pedido de um lanche. Quando a atendente ficou de costas para iniciar o preparo, ele sacou a arma da cintura e efetuou os disparos contra Moacir. Em seguida, fugiu a pé.

Uma equipe do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) foi enviada para socorrer a vítima, mas no local constatou o óbito.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SÃO GABRIEL
Jovem é presa ao pedir carona para transportar mochila com cocaína
CÓDIGO PENAL
Senado Federal aprova pena maior para crimes de racismo e homofobia
OPERAÇÃO SPARTACUS
Exército prende 2 pessoas, apreende 57 armas e 25 mil munições
POLÍTICA
Bolsonaro edita MP que isenta conta de luz para moradores do Amapá
NOVA ANDRADINA
Polícia Civil destrói 822 quilos de drogas no Vale do Ivinhema
REGIÃO
Startup-se Bioeconomia reúne jovens para identificar oportunidades
CAPITAL
Dependendo de moto para trabalhar, família tem veículo furtado
JUDICIÁRIO
STF adia decisão sobre remarcação de concursos por crença religiosa
Sobe para 41 o número de mortos em acidente no interior de São Paulo
UEMS
Thiago, de 21 anos, pesquisa as potencialidades da Guabiroba-verde

Mais Lidas

VIOLÊNCIA
Mulher esfaqueia ex após discussão em hotel no Centro de Dourados
DOURADOS 
Foragido, autor de homicídio condenado a 16 anos é preso no Novo Horizonte
CRIME BÁRBARO
Suspeita de esquartejar e colocar corpo de namorado em malas se entrega à polícia
IMPROBIDADE
Caso de vereador que perdeu mandato em Dourados tem desfecho no STJ