Menu
Busca sábado, 08 de maio de 2021
(67) 99257-3397
IZIDRO PEDROSO

Estado doará terrenos e busca parceria para construir casas populares em Dourados

12 abril 2021 - 09h08Por André Bento

A Agehab (Agência de Habitação Popular de Mato Grosso do Sul) vai doar terrenos para construção de casas populares em Dourados, financiadas pela Caixa Econômica Federal através do “Programa Casa Verde e Amarela”, substituto do “Minha Casa, Minha Vida”. Na sexta-feira (9), o secretário de Estado de Infraestrutura, Eduardo Riedel, informou à imprensa oficial que nessas unidades habitacionais serão construídas dois quartos, sala, cozinha e banheiro, com acessibilidade e acabamento de piso, forro, pintura e azulejos nas áreas molhadas.

No Diário Oficial do Estado desta segunda-feira (12), foi comunicada a abertura de chamamento público visando selecionar organizações sem fins lucrativos interessadas em celebrar acordo de cooperação para construir as unidades habitacionais de interesse social. A intenção é garantir acesso ao programa de produção de moradia financiada e subsidiada urbana para famílias com renda de até R$ 4.685,00. Para isso, será utilizado o Programa Carta de Crédito Associativo, com recursos do FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço), cujo gestor é o Ministério do Desenvolvimento Regional e o agente operador e financiador a Caixa Econômica Federal. 

“O local da execução do Projeto das unidades habitacionais será no Conjunto Habitacional Izidro Pedroso no município de Dourados –MS, em terreno de propriedade da Agehab/MS, Área 01, Quadra 06, com área de 18.760,00 m² entre as ruas Antonio Luiz Marra, rua Manoel Lopes Cançado, corredor Público Armando Augusto Zanata”, detalha a publicação.

A metodologia detalhada informa que a Agehab disponibilizará o terreno, onde serão produzidas as moradias. Caberá à organização sem fins lucrativos elaborar o projeto social e de execução da obra, para análise e aprovação da Caixa. Após o banco estatal aprovar os projetos e autorizar a contratação da obra, a construtora apresentará a demanda dos beneficiários, podendo utilizar o sistema da Agehab para cadastramento e pré-seleção. A obra será contratada após análise e aprovação do cadastro dos beneficiários, que assinarão o contrato de financiamento da unidade habitacional, a ser edificado em terreno doado aos mesmos no ato da formalização contratual. 

Isso não envolverá a transferência de recursos financeiros à construtora, que poderá ser remunerada por uma taxa de gerenciamento incluída no valor do financiamento feito pelo beneficiário e previsto no normativo do Programa Carta de Crédito Associativo-FGTS.

É previsto ainda que a Agência de Habitação Popular de Mato Grosso do Sul poderá “aportar subsídio para as famílias selecionadas e aprovadas pela Caixa em sua análise de capacidade de pagamento, complementando o subsídio dado pelo Governo Federal pelo Programa Casa Verde e Amarela”.

Além disso, caso seja necessário, a agência pode atuar na execução da infraestrutura externa, que dá acesso ao empreendimento.

De acordo com o Edital de Chamamento Público nº 01/2021, assinado pela diretora-presidente da Agehab, Maria do Carmo Avesani Lopez, esse programa habitacional financiado foi a alternativa encontrada “em função da escassez de recursos a fundo perdido”. Além disso, visa “exercer as competências recorrendo a programas ofertados pelo Governo Federal, onde as unidades habitacionais são produzidas com recursos do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço - FGTS, para financiamento e aquisição da casa própria com significativos subsídios, aos beneficiários, que variam em uma escala decrescente em relação ao aumento da renda familiar”.

“Os juros do financiamento também são bastante reduzidos, o que proporcionam uma prestação mensal bem acessível para a faixa de renda objeto deste Programa”, pontua o documento, acrescentando que “com a doação do terreno de propriedade da Agehab aos beneficiários, ocorrerá a diminuição deste valor de entrada, ficando mais acessível para as famílias”.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Técnico Enderson Moreira é internado em MG após princípio de infarto
GERAL
Técnico Enderson Moreira é internado em MG após princípio de infarto
PANDEMIA
Como fazer suas compras de mantimentos de forma segura
PANDEMIA
Covid-19: o que fazer com as compras quando chegar em casa
CPI
CPI mira vacinas em audiências com Anvisa e Pfizer
Comissão debate representatividade política das pessoas com deficiência
DIREITOS HUMANOS
Comissão debate representatividade política das pessoas com deficiência
POLÍTICA
Pauta do Plenário tem três MPs, Loteria da Saúde e proibição de reajuste de medicamentos
SAÚDE
Pesquisa mostra aprofundamento de desigualdades na infância
GERAL
Explosão de gás destrói restaurante em Belém
ASTRAZENECA
Ministério da Saúde anuncia distribuição de doses para próxima segunda
POLÍTICA
Secretaria da Mulher debate situação das domésticas na pandemia

Mais Lidas

DOURADOS
Mulher presa com armas, drogas e veículos mantinha relacionamento com interno da PED
JÓQUEI CLUBE
Jovem é presa em Dourados com armamento de uso restrito, drogas e veículo clonado
DOURADOS
Carga de tijolos cai de caminhão em rotatória na Coronel Ponciano; veja vídeo
BR-163
Colisão entre viatura e carreta termina com policial ferido