Menu
Busca domingo, 09 de maio de 2021
(67) 99257-3397

Empresário da fronteira é executado à tiros em Dourados

19 agosto 2004 - 06h36

Com dois tiros no lado esquerdo da cabeça, que transfixou na nuca, foi assassinado por volta das 20h25 de ontem em frente a casa de número 400 da rua Manoel Rassélen, no BNH 4º Plano, o empresário e proprietário do Posto Guaíba, Ricardo Coronel Dornelles, de 40 anos. O empresário que tinha 40 anos e residia em Ponta Porã, na fronteira com o Paraguai, foi assassinado quando chegava na casa em companhia de Eliana Ledesma Barbosa e um filho de 7 anos que seria filho dela, por dois desconhecidos, que estavam também numa camioneta de cor verde metálica. Consumado o crime, a dupla de pistoleiros evadiu-se do local tomando rumo ignorado, deixando para trás o empresário morto e a mulher que não foi atingida pelos tiros. A reportagem apurou que Eliana Barbosa seria residente na casa aonde o crime aconteceu. A causa do crime ainda é até agora à noite, uma incógnita para a polícia. Próximo onde estava a camioneta com o corpo do empresário, a Polícia Militar fez a apreensão e entregou para a Civil, duas cápsulas de pistola calibre 9 milímetros.O CRIMEInformações obtidas pela polícia dão conta de que Ricardo Coronel ao ser assassinado pelos desconhecidos, havia recém estacionado a sua camioneta S-10, de cor prata, placas HRU-2778, de Ponta Porã, em frente a sua casa, quando surgiram dois homens que estariam numa outra camioneta de cor verde metálica, e passaram a atirar contra ele. Testemunhas disseram à polícia que assim que Ricardo Coronel avistou a dupla assassina, ele teria dito a um deles: "oh meu Deus". Assim que murmurou a palavra, um dos desconhecidos teria respondido para ele: "Eu não te avisei " e em seguida passou a atirar na direção de Ricardo Coronel, que ao ser atingido na cabeça pelos tiros que foram efetuados a curta distância, morreu dentro da camioneta. Após os levantamentos concluídos pelo perito Jean Dourado, da Polícia Civil, que conta com o apoio dos policiais que está de plantão do 1º DP, o corpo do empresário será encaminhado ao necrotério de uma empresa funerária da cidade enquanto a camioneta que seria de sua propriedade, iria ser recolhida ao pátio da delegacia. Com este crime, a polícia douradense registra o segundo caso nas últimas horas na cidade. A polícia ainda desconhece as causas do assassinato, entretanto, acredita-se que os autores sejam pistoleiros profissionais, principalmente pela frieza como se aproximaram da vítima para consumar o ato. Da redação

Deixe seu Comentário

Leia Também

Técnico Enderson Moreira é internado em MG após princípio de infarto
GERAL
Técnico Enderson Moreira é internado em MG após princípio de infarto
PANDEMIA
Como fazer suas compras de mantimentos de forma segura
PANDEMIA
Covid-19: o que fazer com as compras quando chegar em casa
CPI
CPI mira vacinas em audiências com Anvisa e Pfizer
Comissão debate representatividade política das pessoas com deficiência
DIREITOS HUMANOS
Comissão debate representatividade política das pessoas com deficiência
POLÍTICA
Pauta do Plenário tem três MPs, Loteria da Saúde e proibição de reajuste de medicamentos
SAÚDE
Pesquisa mostra aprofundamento de desigualdades na infância
GERAL
Explosão de gás destrói restaurante em Belém
ASTRAZENECA
Ministério da Saúde anuncia distribuição de doses para próxima segunda
POLÍTICA
Secretaria da Mulher debate situação das domésticas na pandemia

Mais Lidas

DOURADOS
Mulher presa com armas, drogas e veículos mantinha relacionamento com interno da PED
JÓQUEI CLUBE
Jovem é presa em Dourados com armamento de uso restrito, drogas e veículo clonado
DOURADOS
Carga de tijolos cai de caminhão em rotatória na Coronel Ponciano; veja vídeo
BR-163
Colisão entre viatura e carreta termina com policial ferido